Programa conta com 49 vagas para estudantes de cursos técnicos do Centro Paula Souza.

Aprovada em 2000 e regulamentada em 2005, a lei do Jovem Aprendiz tem por principais objetivos promover o encontro entre o empregador e jovens estudantes, garantir a permanência desses jovens em sala de aula e permitir o acesso deles ao mercado de trabalho para que possam adquirir experiência. A lei do Aprendiz estabelece que empresas e instituições de médio e grande porte reservem de 5% a 15% dos postos de trabalho aos aprendizes.

De acordo com a lei, instituições sem fins lucrativos ficam encarregadas de elaborar o aprendizado teórico, enquanto as empresas parceiras se responsabilizam pela vivência do jovem aprendiz junto ao mercado, promovendo o aprendizado prático.

Desde que foi criado, o programa tem se expandido significativamente e o benefício é mútuo para as partes envolvidas, mas para ter validade, os jovens aprendizes precisam estar matriculados em instituições públicas, ter boa frequência e bom desempenho durante o programa.Os aprendizes recebem bolsa-auxílio compatível com a função e equivalente ao número de horas trabalhadas, além de outros benefícios.

O jovem aprendiz surge como solução imediata para os problemas de evasão escolar de jovens e adolescentes. O principal motivo da evasão é a necessidade que os jovens, em sua maioria integrantes de família de baixa-renda, têm de integrar o mercado de trabalho informal cada vez mais cedo, ocasionando o abandono às salas de aula.

Em contrapartida, jovens recém-formados no ensino médio encontram muita dificuldade em ingressar ao mercado de trabalho formal por conta da falta de experiência. O programa Jovem Aprendiz tem, portanto, se mostrado eficaz na resolução dessas e outras questões relacionadas ao aprendizado.

Programa Aprendiz Paulista

O Aprendiz Paulista é um programa direcionado aos alunos matriculados no Centro de Educação Tecnológica Paula Souza. Fundado pelo Governo do Estado de São Paulo, o projeto é administrado pela Secretaria Estadual do Desenvolvimento, em conjunto com a Secretaria do Emprego e das Relações de Trabalho. Nele, os estudantes são inseridos em vagas de trabalho em empresas conveniadas, sem que haja prejuízo das funções estudantis.

O projeto é dividido em dois módulos de aprendizagem, um teórico e outro prático, ou seja, o aprendiz deverá cumprir oito horas de atividades de segunda a sexta-feira, sendo quatro horas de atividades teóricas e quatro horas de atividade prática dentro da empresa. Durante o período de recesso escolar, os participantes cumprem carga horária de oito horas por dia na companhia.

O vínculo empregatício entre aprendiz e empresa é estabelecido por meio de contrato com registro em carteira profissional, configurando regime celetista, por tempo previamente determinado.

Esse tipo de atividade educativa está intimamente relacionada à disciplina e à formação do pensamento dos futuros cidadãos, porque os aprendizes estarão imersos em situações reais que contribuem para o fortalecimento das relações empregatícias e aquisição de noções hieráquicas.

Vagas no Programa Aprendiz Paulista

Ao todo, serão direcionadas 49 novas oportunidades pelo programa Aprendiz Paulista. Os estudantes regularmente matriculados em cursos técnicos do Centro Paula Souza podem se inscrever e concorrer às vagas, desde que se enquadrem no perfil requerido pelas empresas conveniadas ao Sistema Emprega São Paulo. Para participar do processo seletivo, os candidatos devem ter entre 14 e 24 anos de idade. O cadastro deve ser realizado no site pré-determinado, ou se preferir, podem enviar currículo para o e-mail aprendizpaulista@emprego.sp.gov.br, até o dia 31 de dezembro de 2018.

Empresas da iniciativa privada que desejam contratar jovens aprendizes também podem se cadastrar no site Emprega São Paulo, desde que estejam devidamente legalizadas, pois é necessária apresentação de CNPJ, nome do responsável pela solicitação e razão social da instituição. Estudantes e empresas não pagam nada para participar do programa.

Kátia Elaini Pereira da Silva


Programa conta com 172 oportunidades para jovens com idade entre 14 e 24 anos.

A Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) abriu novas vagas para o Programa Aprendiz Paulista. Ao todo, são 172 oportunidades para jovens com idade entre 14 e 24 anos. O programa, gerenciado pelo Governo do Estado de São Paulo, prevê que estas vagas sejam preenchidas rápido, devido ao atual cenário de desemprego no país.

As vagas são ofertadas por empresas privadas, mas mediadas pelo SERT. São oportunidades cadastradas no programa para que alcancem o maior número de candidatos possíveis, desde que todos estejam matriculados devidamente em cursos técnicos de ETECs, ou Centros Paula Souza.

O Programa Aprendiz Paulista tem como objetivo ampliar e facilitar as experiências no âmbito do trabalho em diversos setores das empresas, bem como também estimular parcerias e aprimorar o crescimento pessoal e profissional entre empregadores e empregados, dando ênfase no valor humano e nas relações interpessoais.

A inscrição no programa é totalmente gratuita e os candidatos terão o ingresso facilitado com incentivos à eventos sociais e motivacionais, além de treinamentos constantes para evolução profissional. Antes disso, o candidato precisa saber que a contratação não será como estagiário, e sim como aprendiz registrado em regime CLT, com contrato de trabalho efetivo e registro em carteira profissioanal.

Um jovem aprendiz exerce uma carga horária de trabalho de 8 horas por dia, normalmente de segunda a sexta-feira, e as rotinas de trabalho serão intercaladas entre aulas teóricas e aulas práticas, sendo elas 4 aulas numa instituição de ensino de cursos de formação (Centro Paula Souza, ETEC) e mais uma jornada de 4 horas em alguma empresa privada para o desenvolvimento de práticas aprendidas nas instituição de ensino.

Essas jornadas intercaladas mudarão apenas quando os jovens entrarem em férias escolares. Nesse caso, eles cumprirão cargas horárias completas nas empresas de 8 horas por dia de trabalho.

Para se inscrever no Programa Aprendiz Paulista os candidatos devem acessar o portal http://www.empregasaopaulo.sp.gov.br e iniciar o processo de inscrição online, com todos os dados pessoais requisitados para a seleção. Para isso, basta criar um login e uma senha pessoal para acesso direto ao site. Uma segunda opção seria enviar um currículo atualizado para o seguinte e-mail: aprendizpaulista@emprego.sp.gov.br, colocando no assunto do e-mail "Programa Aprendiz Paulista. É possível também tirar dúvidas através do Whatsapp, pelo número (11) 9 6634-4251.

Os empregadores interessados em cadastrar sua empresa no programa poderão se inscrever no site Emprega São Paulo, através do link https://www.empregasaopaulo.sp.gov.br/imoweb/, disponibilizando as vagas da empresa por meio de dados como CNPJ, razão social, nome do empregador, endereço, site, etc.

A Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) tem como objetivo atuar como uma agência de relacionamento, ou seja, intermediar oportunidades de trabalho e mão de obra entre empresa e colaborador, facilitando o processo de inserção no mercado de trabalho, da geração de renda e do empreendedorismo. O processo é aberto ao público em geral e é totalmente gratuito, tanto para o empregador quanto para o empregado, atendendo integralmente pessoas que estão em busca de emprego e qualificação e empregadores em busca de colaboradores.

O Programa Aprendiz Paulista tem ganhado destaque nas mídias devido ao estímulo que as empresas vêm tendo para contratar jovens aprendizes e estagiários. Esse estímulo tem a ver com o Decreto 5598/05, da lei 10.097/00, que determina que empresas de médio e grande porte cedam de 5 a 15% das vagas de trabalho para jovens aprendizes, para o incentivo de mão de obra e qualificação profissional.

Quem quiser saber mais sobre o programa e sobre as diretrizes do SERT, pode acessar o site http://www.empregasaopaulo.sp.gov.br ou comparecer pessoalmente no endereço: Rua Boa Vista , 170, São Paulo. Os telefones para contato são: (11) 3241-7418 / 7408 / 7404 / 7417/ 7444 / 7406 / 7372.

Por Daniela Almeida da Silva


O Ensino Social Profissionalizante (Espro) fez a publicação da abertura de novas oportunidades de emprego, sendo elas direcionadas a pessoas que possuem idade de 18 a 21 anos. Essas vagas são para atuar em diversos municípios do nosso país.

As vagas que estão abertas fazem parte do Programa Jovem Aprendiz e de acordo com a empresa, estão abertas 480 vagas para início imediato.

Caso o candidato interessado esteja estudando, é preciso ter a disponibilidade para trabalhar durante o dia, por isso, a empresa faz a solicitação que todos estudem no período noturno. Vale lembrar que as pessoas que concluíram o ensino médio em um período máximo de 3 anos também poderão enviar o currículo.

O trabalho deve ser realizado em uma escala 5×2, ou seja, de segunda a sexta-feira, sendo 6 horas de atuação ao dia.

A contratação vai ser feita por 12 meses, porém, esse período poderá ser prorrogado caso o funcionário se destaque na função, isso vai ser analisado pela empresa contratante.

De acordo com a Espro, as vagas são para atuar como atendente, auxiliar administrativo, auxiliar contábil, telefonista, entre outros cargos.

Se você tem interesse, envie o seu currículo para o site www.espro.org.br/aprendiz e não se esqueça de colocar todos os telefones de contato.

O Programa Jovem Aprendiz está sendo um grande sucesso em todo o território nacional, pois esse é um projeto que visa oferecer o primeiro emprego a muitos jovens que estão cursando ou para aqueles que já concluíram o ensino médio na rede pública de ensino, pois dessa forma eles conseguem experiência profissional e não enfrentam muitas dificuldades para conseguir outra vaga no mercado.

Por isso, não deixe de se inscrever para esse programa e se prepare desde já para participar do processo seletivo. Boa sorte.

Por Josiane Fernandes de Jesus


A Tetra Pak, empresa especializada no ramo de soluções em processamento de alimentos e embalagem de produtos, acaba de abrir um processo seletivo com oferta de 12 vagas para jovens talentos residentes nas cidades de Monte Mor e Campinas. As chances são para o seu Programa de Aprendiz 2013.

Os requisitos para participar da seleção são os seguintes:

  • Ter no mínimo 16 anos de idade;
  • Estar cursando o Nível Médio;
  • Ser criativo e responsável;
  • Ter bom rendimento escolar;
  • Ter disponibilidade de horários para cumprir jornadas flexíveis e participar de treinamentos e workshops.

Os salários serão informados ao longo do processo seletivo, entretanto, a empregadora alega que serão compatíveis com o mercado. Além disso, os aprendizes poderão contar com assistência médica, vale transporte, assistência odontológica, seguro de vida, vale refeição, dentre outros.

Os interessados nas vagas devem se inscrever pessoalmente no Instituto de Promoção do Menor Aprendiz (Rua Marco Liachi, 210, Vila Menuzzo, em Sumaré) ou na ONG Novo Dia (Rua 15 de Novembro, 204, em Monte Mor). As inscrições seguem abertas até julho de 2013.

Informações complementares serão fornecidas pelos telefones (19) 3873-1785 e (19) 3889-1935.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares





CONTINUE NAVEGANDO: