Cadastre gratuitamente o seu currículo em nosso site. Clique aqui



  

São mais de 25 mil vagas de emprego disponíveis distribuídas pelos principais setores da economia brasileira.

Em meio aos mais de doze milhões de desempregados no país, o próprio governo oferece uma boa alternativa para quem está buscando uma recolocação no mercado de trabalho. Ao acessar agora o site do Ministério do Trabalho, os brasileiros que procuram uma ocupação poderão do dispor do site Mais Emprego, que é mantido pelo governo, através do suporte dado pela pasta para quem deseja se candidatar a uma vaga. Além da busca, o portal oferece outros serviços para os trabalhadores que desejam saber sobre a sua situação junto aos órgãos que regulamentam o trabalho formal no país.

Os serviços disponíveis pela internet ao trabalhador brasileiro agora estão também disponíveis no seguinte endereço: www.maisemprego.mte.gov.br. Organizados na forma de um portal, o governo decidiu por juntar num só lugar, uma espécie de uma bolsa de empregos e uma espécie de balcão virtual de alguns tipos de serviços que podem ser disponibilizados a uma grande maioria dos brasileiros que estão na ativa.

Atualmente, o site oferece mais de 25 mil vagas de emprego disponíveis e que estão distribuídos pelos principais setores da economia brasileira. Destes, o setor de serviços é o campeão em número de vacância, com cerca de mais de 11.000 ofertas de emprego. Em segundo, está o setor agropecuário, que reponde com mais de 7.000 vagas, o comércio com aproximadamente 6.600 ofertas e a indústria, por último com pouco mais de 1.000 vagas.

O governo comemora para este ano de 2016, a intermediação de quase 1.000 vagas que foram disponibilizadas no endereço eletrônico, sendo que a maioria confirma a tendência do setor de serviços de ser o campeão em número de ofertas.

Além de procurar emprego, o trabalhador poderá contar com os serviços de consulta sobre a sua situação ao solicitar o seguro desemprego, além de conferir qual será o período correto para e sacar o abono salarial e o PIS.

Para que se possa desfrutar dos serviços, é necessário fazer um cadastro na própria página. O usuário deverá definir um nome de usuário e uma senha para que possa acessa seus dados. Para se registrar, é necessário informar o número do CPF, da identidade, da Carteira de Trabalho, além do seu cadastro no PIS.

Por Emmanoel Gomes

Conheça aqui o Portal Mais Emprego MTE.

O portal Mais Emprego MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) surgiu com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) visando a necessidade de informatizar questões voltadas aos trabalhadores e às empresas brasileiras, proporcionando maior agilidade e modernidade aos serviços das Agências de Atendimento do TEM e tornando transparente e independente as ações do serviço.

Entre as propostas do Portal estão:

  • Tornar padrão, nas redes de atendimento, o atendimento aos trabalhadores e empregados nas unidade que realizam o serviço voltado ao público alvo;
  • Formar um banco de dados com informações sobre vagas e trabalhadores disponíveis nas agências nacionais da SINE;
  • Tornar mais ágil o encaminhamento de trabalhadores às vagas de emprego cadastradas no portal, de forma que os trabalhadores possam interagir diretamente com o anúncio;
  • Trazer facilidade e agilidade nos pedidos voltados a qualificação profissional, como cursos do Pronatec;
  • Agilizar o encaminhamento às vagas de emprego dos trabalhadores desempregados que solicitaram o Seguro-Desemprego.

Ao trabalhador:

Políticas públicas foram disponibilizadas para ajudar na busca ou preservação de trabalho decente, que o contemple com garantias trabalhistas e previdenciárias com qualidade adequada.

Foram disponibilizados serviços como:

  • Consulta da situação do requerimento de Seguro-Desemprego;
  • Informações sobre o benefício do Seguro-Desemprego e Abono Salarial;
  • Busca de vagas de emprego de acordo com perfil profissional, estipulado através do cadastro realizado no portal;
  • Busca de cursos voltados a qualificação profissional;
  • Verificar a CBO (Classificação Brasileira de Ocupações).

Para ter acesso ao serviço, é necessário se cadastrar no Portal Mais Emprego.

A Empresa:

As empresas poderão encontrar, com maior facilidade, trabalhadores com o perfil solicitado através do anúncio e perfil desejado. Além de receberem auxílio no trato com o funcionário e seus direitos, enquanto empregado.

Foram disponibilizados serviços como:

  • Envio de requerimento de Seguro-Desemprego;
  • Poder disponibilizar vagas em anúncios específicos;
  • Acesso ao currículo de candidatos trabalhadores;
  • Envio de declaração do CAGED;
  • Envio de demandas de qualificação profissional;
  • Consulta através de CBO (Classificação Brasileira de Ocupações).

Contudo, o Portal Mais Emprego visa tornar único o acesso e comunicação entre empresas e trabalhadores brasileiros. Informatizando processos já realizados nos postos de atendimento dos órgãos conveniados.

Faça seu cadastro no portal e tenha acesso a vagas de emprego ou perfil de candidatos, contando com informações importantes ao contratante e ao contratado.

Carol de Castro