Cadastre gratuitamente o seu currículo em nosso site. Clique aqui




  


Trabalhadores agora poderão utilizar o FGTS como garantia para realizar Empréstimos.

Para quem está com a corda no pescoço e não sabe mais o que fazer mediante o aperto financeiro em que se encontra, esse artigo traz uma excelente notícia para todos que se encaixam nessa situação. A Caixa Econômica Federal divulgou nessa terça-feira (4) todas as regras para quem deseja usar o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) como garantia para os famosos empréstimos consignados. As parcelas dos pagamentos vão ser descontadas diretamente no contra cheque do trabalhador, com a taxa de juros a 3,5% ao mês. O trabalhador terá o prazo máximo de 48 meses para honrar a dívida com a Caixa e caso perca o emprego sem quitar a dívida, o FGTS vai assegurar que pelo menos parte do montante seja quitado para cobrir o valor emprestado ao trabalhador.

Segundo a assessoria da Caixa Econômica Federal, o valor que será emprestado vai depender do valor do FGTS que está depositado na conta vinculada do trabalhador. As regras dizem que o trabalhador pode dar como garantia o valor de até 10% do saldo total da conta e todo o valor da multa de 40% quando o mesmo é demitido sem justa causa. Tais valores podem ser retidos pela instiuição, caso o trabalhador perca o emprego e como consequência, o vínculo com a empresa em que prestava serviço quando pegou o empréstimo consignado.

O uso do Fundo de Garantia para fins de empréstimo para crédito consignado está prevista na lei que foi aprovada no Congresso no mês de julho do ano passado. Todo o processo de início das transações que envolvem o saldo do FGTS estava pendente de uma aprovação e regulamentação da Caixa Econômica Federal. Recomenda-se que o trabalhador ponha na ponta do lápis se realmente precisa de um empréstimo que sempre deve ser a última opção, pois caso ele faça o empréstimo consignado e perca o emprego, o mesmo deverá ter uma boa reserva como saldo de FGTS, para quitar o empréstimo perante o banco e se sustentar por um período até conseguir outro emprego.

Por isso, todo cuidado é pouco na hora de contratar esse tipo de serviço. A taxa de juros também deve ser levada em consideração e um planejamento prévio é o melhor caminho para não se enrolar com dívidas e apertar ainda mais o orçamento.

Rodrigo Souza de Jesus

FGTS Inativo – Saque será Liberado a partir de Março

Ministério do Trabalho calcula que cerca de 18 milhões de contas estejam inativas.

Em 20 de janeiro, o ministro-chefe da Casa Civil anunciou que a partir do dia 13 de março, os trabalhadores que possuem Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) inativo poderão realizar o saque.

Segundo dados do Ministério de Trabalho, mais de 18 milhões de contas estão inativas há mais de um ano. Antes dessa liberação, só tinha direito a saque os trabalhadores com conta inativa que estivessem comprovadamente desempregados há mais de 3 anos. Nessas mais de 18 milhões de contas inativas, está acumulado o valor de mais ou menos R$ 41 bilhões. O Governo Federal afirma que a grande maioria dessas contas possuem o valor de saque inferior a um salário mínimo.

Ao todo, os números somam que mais de 10 milhões de brasileiros têm direito a retirar o dinheiro de contas inativas do FGTS, o prazo de retirada é extenso, até dezembro. Estima-se por parte do governo que, com aproximadamente 70% da população fazendo o saque dos valores presentes em suas contas inativas, a economia sofra a injeção de R$ 30 bilhões.

Eu tenho direito ao saque?

Uma conta FGTS fica inativa a partir do momento que deixa de ser alimentada através de um contrato de trabalho vigente, ou seja, se você não tem nenhum vínculo empregatício, a sua conta provavelmente está inativa. Se você tem saldo em uma conta inativa até dezembro de 2015, você tem direito ao saque. Será impossível fazer a retirada do valor contido em uma conta ativa, ou seja, se seu empregador atual estiver fazendo os devidos depósitos, você não poderá realizar o saque.

Se você está empregado, pode retirar o saldo de uma conta inativa, basta que a rescisão do contrato de trabalho com a empresa anterior tenha se encerrado até 31 de dezembro de 2015. Se você possui diversas contas inativas, a boa notícia é que você pode realizar o saque de todas elas.

A consulta do saldo de suas contas inativas pode ser feito através do site da Caixa Econômica Federal, utilizando o número do seu NIS (PIS ou Pasep), que pode ser encontrado em sua carteira de trabalho.

Carolina B.

Tira Dúvidas FGTS Inativo – O Que É, Quem Tem Direito, Como Sacar e Calendário

Tire aqui as suas dúvidas sobre o FGTS Inativo. Saiba o que é, quem tem direito e como sacar o dinheiro.

O que é O FGTS?

É o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, que foi criado como uma forma de proteção ao trabalhador que presta serviços com carteira registrada, para ser usado quando ele for demitido sem justa causa.

Esse dinheiro que o trabalhador tem direito ao ser demitido é a soma de depósitos mensais realizados pelos empregadores em contas na Caixa que são abertas nos nomes dos trabalhadores contratados. Os valores dos depósitos mensais significam 8% do salário atual do trabalhador.

O que é uma Conta Inativa do FGTS?

Ao longo da vida o trabalhador pode ser contratado por muitas empresas e nelas devidamente registrado. Quando o contrato é cancelado por justa causa, o funcionário não pode contar com o FGTS , ficando esse dinheiro parado em sua conta que passa a ser inativa, pois não recebe mais os depósitos mensais. Dessa forma, esse saldo fica parado sendo chamado de FGTS Inativo.

Quem tem direito ao saque de FGTS Inativo?

Têm direito aqueles cidadãos que até o dia 31 de dezembro de 2015 trabalharam com carteira assinada e foram demitidos por justa causa. Além de pessoas desempregadas há mais de 3 anos.

Quando o saque pode ser feito?

Para quem tem direito, os saques podem ser feitos a partir do dia 10 de março. Contudo, existe um calendário com os vencimentos. Nesse sentido, no mês de março poderão sacar somente as pessoas nascidas nos meses de janeiro, fevereiro e março.

Para conferir o calendário completo para saque clique aqui.

Que documentos levar para sacar o saldo do FGTS Inativo?

Será necessário a apresentação de um documento com foto para identificação, a Carteira de Trabalho e o cartão cidadão.

Onde pode ser feito o saque?

Podem ser feitos nas agências da Caixa Econômica Federal, em casas lotéricas ou Caixas eletrônicos da Caixa.

É possível obter informações via Celular?

Sim. Por meio do aplicativo é possível acompanhar o FGTS, pois são enviadas mensagens de SMS que informam sobre qualquer modificação na conta.

Para baixar o aplicativo acesse http://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/fgts/.

Como manter o Cadastro e Endereço Atualizados?

Para qualquer modificação de endereço acesse https://servicossociais.caixa.gov.br/, informe o número da inscrição no PIS/PASEP e a senha já cadastrada.

Se você possui o direito de sacar o FGTS de contas inativas, informe-se no calendário e saiba quando realizar o saque.

Sirlene Montes

FGTS Contas Inativas – Transferência do Saldo para Conta Corrente da Caixa

Caixa Econômica estuda a possibilidade de transferir automaticamente saldo das contas inativas para as contas correntes de seus correntistas.

Agências abertas durante o final de semana. Parece sonho, mas é a CEF já cogita está possibilidade, não que seja para atender melhor os seus clientes e sim, como uma jogada para que nos meses de março até julho possam ser mais suaves para as agências . O motivo? Filas quilométricas formadas por pessoas que possuem o direito de sacar valores de contas inativas. Espera-se até agora, que tal procedimento sirva para que 10 milhões a menos de brasileiros, ocupem as filas pela espera do dinheiro. A Caixa já planeja executar o plano transferindo de forma direta o saldo do correntista para a conta inativa pertencente ao FGTS.

O governo deve divulgar o cronograma das datas em que os saldos serão liberados do FGTS até a próxima terça-feira, dia 14.

Até agora, o governo está planejando liberar apenas aos clientes que possuem conta registrada na Caixa Econômica Federal, a possibilidade de escolher transferir de forma automática o valor do FGTS Inativo para as contas correntes de seus correntistas.

Para ter acesso ao seu saldo, basta consultar o saldo que possui as contas inativas.

Todos estão à espera do próximo dia 14, terça-feira do mês de fevereiro. Isso porque o governo deve anunciar as datas para as pessoas poderem sacar suas contas inativas do FGTS. O objetivo principal disso é fazer com que os trabalhadores que não receberam os depósitos após a quebra de contrato com empregador, estejam com a dívida quitada. Traduzindo: dinheiro no bolso para conseguir impulsionar o motor econômico que, nos últimos meses, andou estaganado.

É importante ressaltar que a data que o trabalhador poderá receber o determinado valor irá depender também do seu mês de aniversário.

Depois dessa etapa, o trabalhador recebe dinheiro e pode gastar, tendo em vista as suas maiores prioridades.

O órgão que está fazendo a administração dessas contas do FGTS é a Caixa e dessa forma, a instituição pode realizar a transferência dos saldos das contas que estão inativas diretamente para as contas-correntes dos clientes, atendendo assim o pedido dos mesmos. Contudo, o correntista tem o direito de atualizar a Caixa com informações se pretende ou não permanecer utilizando os recursos como conta não ativa.

Sirlene Montes

Calendário de Saque do FGTS Inativo

Governo Federal divulga calendário oficial do saque do FGTS Inativo.

O Governo Federal publicou nesta terça-feira, dia 14 de fevereiro, o calendário para realizar o saque do saldo das contas inativas do FGTS – o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Mais de 30 milhões de cidadãos, a partir de março, já terão direito a fazer a retirada do dinheiro.

De acordo com algumas informações prestadas, os saques já iniciam no dia 10 do próximo mês, para os trabalhadores que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro. Cidadãos nascidos no mês de março, abril e maio terão direito a sacar no mês de abril. Já quem faz aniversário nos meses de junho, julho e agosto, conseguirá retirar em maio. Os nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro irão sacar o saldo em junho. E por fim, no mês de julho, será sacado o saldo dos nascidos em dezembro.

Confira abaixo as datas para saque:

  • Nascidos nos meses de janeiro e fevereiro: retiram em março (saques a partir do dia 10)
  • Os nascidos nos meses de março, abril e maio: retiram em abril (dia 10 em diante)
  • Os nascidos nos meses de junho, julho e agosto: retiram em maio (dia 12)
  • Os nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro: retiram em junho (dia 10)
  • Os nascidos em dezembro: retiram em julho (de 14 a 31)

Conforme informações do governo, ao todo são cerca de R$ 43 bilhões que estão parados nessas respectivas contas e a União calcula que aproximadamente R$ 34 bilhões serão retirados pelos trabalhadores.

Os saques poderão ser realizados até o meio deste ano.

Um pouco mais de 50% dos cidadãos possuem até R$ 500 para retirar, de acordo com o governo. Os outros 24% possuem um valor que varia entre R$ 500 e R$ 1.500. Estes dois grupos significam 80% do total de trabalhadores que possuem direito a fazer a retirada do dinheiro. Os outros possuem um saldo de mais de R$ 1.500.

Anteriormente, só poderia fazer o saque do Fundo de Garantia de uma conta que se encontrasse inativa quem não tivesse empregado por, pelo menos, três anos ininterruptos. A partir dessa medida, os cidadãos que pediram a conta ou foram demitidos por justa causa antes do dia 31 de dezembro de 2015, poderão sacar o benefício.

FILIPE R SILVA

Calendário de Pagamento do FGTS Inativo – Previsão de Divulgação

Atualização: o governo anunciou que os saques serão feitos a partir de 10 de março. Calendário já foi divulgado.

Basicamente, quem nasceu em janeiro ou fevereiro, realiza o saque em março; nascidos em março, abril e maio, sacam em abril; para quem nasceu em junho, julho ou agosto, o mês de saque é maio; por fim, os demais, nascidos nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, realizam o saque em junho.
 

Governo deve divulgar o calendário de pagamento do FGTS Inativo no mês de fevereiro de 2017.

Você sabe o que é o FGTS inativo? Deseja saber se tem direito a esse benefício? Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre o FGTS Inativo.

Como foi anunciado no fim do ano passado, pelo Presidente da República Michel Temer, a partir do mês de março, os trabalhadores brasileiros que têm direito, já poderão começar a sacar o benefício do FGTS Inativo.

Mas o que é o FGTS Inativo?

Ele nada mais é que a soma dos saldos que se tornaram inativos pois pertencem a contas inativas. Ou melhor dizendo, o trabalhador quando tem a carteira de trabalho registrada, possui uma conta na qual seu empregado mensalmente faz depósitos do Fundo Garantidor por Tempo de Serviço. Desse modo, quando ocorre a demissão, essa conta fica sem atividade e esse mesmo trabalhador tem outras contas abertas em seu nome, conforme seja admitido e demitido. Assim, ainda que tenham ficado valores mínimos nessas contas, eles são atualizados e agora, diante dessa forte crise da economia, o governo Federal achou por bem liberar o saque para pessoas que possuam essas contas inativas.

Mas qualquer pessoa que tenha trabalhado com carteira registrada tem o direito de receber?

Não, podem receber o FGTS inativo, trabalhadores que estejam sem trabalhar com a carteira assinada há três anos. Ou melhor, trabalhadores que não possuam conta ativa desde a data de 31 do mês de dezembro do ano de 2015.

Em caso de dúvidas consulte o extrato do seu FGTS.

Em que data o dinheiro será liberado para saque?

A Caixa Econômica Federal informa que o Calendário do FGTS Inativo será divulgado a partir do mês que vem, quando os cidadãos brasileiros já poderão realizar seu saque. De acordo com informações da Caixa, o método de pagamento desse benefício será da mesma forma que acontece com o pagamento do PIS/PASEP, considerando a data do mês de nascimento dos beneficiários.

A Caixa está trabalhando nessa questão para que a partir de fevereiro, milhões de brasileiros possam contar com um valor a mais em sua economia.

Dessa forma, fique atento com a divulgação do Calendário do FGTS inativo. Saiba a data de saque e reserve seu Cartão Cidadão.

Fique de olho trabalhador, esse é mais um direito seu!

Sirlene Montes

Saque de FGTS Inativo – Como Funciona?

Entenda aqui como funciona o processo de saque do FGTS Inativo.

A partir de 2017 os recursos das contas inativas do FGTS poderão ser sacados pelo trabalhador. Conforme foi anunciado oficialmente pelo presidente da república Michel Temer, no dia 22 de dezembro, última quinta-feira.

Com o Cartão Cidadão e senha, o trabalhador que possuir esse direito poderá realizar o saque em casas lotérica, agências bancárias, postos de autoatendimento da Caixa e na própria agência da Caixa Econômica Federal, que é a responsável pelo Fundo Garantidor por Tempo de Serviço.

Ainda não foi marcada uma data para que os saques dos recursos das contas inativas possam ser realizados. Mas a previsão é de que tenha início a partir do mês de março de 2017 e que haja uma lista a seguir.

O trabalhador que passa por um trabalho com carteira assinada, possui uma conta onde são depositados pelo empregador quantias mensais. Assim, quando o contrato é desfeito, ele é demitido ou coisa assim, ele recebe seus direitos trabalhistas e essa conta fica parada, pois não recebe mais os depósitos, sendo denominada conta inativa. Dessa forma, ao longo da vida o trabalhador passa por vários empregos e consequentemente possui várias contas inativas do FGTS.

Essas contas ao longo dos anos, vão gerando recursos que podem ser retirados pelo trabalhador. Porém, isso acontecia somente em casos de aposentadoria, compra de imóvel próprio ou quando o trabalhador passasse por 3 anos sem conseguir emprego de carteira assinada.

Agora, com o anúncio feito pelo presidente, os brasileiros trabalhadores que tiveram contratos de trabalho rescindidos até o dia 31 do mês de dezembro de 2015 já terão acesso a esse dinheiro.

Para saber se possui o direito dos recursos das contas inativas, o trabalhador pode acessar https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS, se cadastrando no sistema com o uso do número de inscrição do PIS/PASEP.

Após o anúncio do presidente, o sistema do site da Caixa tem se mostrado instável, devido ao elevado número de acessos para a realização de consultas. Mas com o passar dos dias isso deve se normalizar.

O saque de contas inativas do FGTS chega para os trabalhadores em um momento muito propício, considerando que no Brasil há um alto número de desempregados.

Consulte se você trabalhador possui esse direito. Informe-se no site da Caixa.

Sirlene Fátima Oliveira Justo

Caixa Econômica – Como fazer o Saque do FGTS com a Greve

Saiba aqui como sacar o FGTS na Caixa Econômica mesmo com a Greve dos Bancos.

Na última terça-feira, os bancários do Brasil entraram em greve. Com isso, está mais difícil fazer transações no banco, como por exemplo, realizar o saque do FGTS. Mas não se apavore. Fazer o saque do FGTS ainda é possível. A Caixa Econômica Federal informa que tem uma vasta rede de atendimento alternativa, como por exemplo, a rede Caixa Aqui e as casas lotéricas. Estes terminais de atendimento continuarão operando normalmente, sem sofrer qualquer modificação por causa da greve.

Ao todo, são mais de 13 mil lotéricas, 12 mil correspondentes da Caixa Aqui, 19 mil equipamentos da rede Banco 24h, além de outros 31 mil equipamentos de autoatendimento, espalhadas por mais de 6 mil postos ao longo do Brasil.

Essas são as principais alternativas para receber um dos benefícios expedidos pela Caixa econômica Federal no período da greve.

Para receber o FGTS, com valores abaixo de R$ 1.500, o sacador deve possuir o cartão cidadão. Munido do cartão cidadão, o saque pode ser feito em qualquer agência lotérica ou em qualquer ponto de atendimento Caixa Aqui. Nos caixas eletrônicos das agências Caixa, o saque pode ser feito tanto pelo cartão cidadão, quanto pelo cartão magnético. A notícia ruim fica para quem precisa fazer saques acima de R$ 1.500 ou não possui o cartão cidadão. Em ambos os casos a pessoa deve procurar uma agência da Caixa Econômica Federal aberta para ser atendido. A exceção é para saques no valor de até R$ 700. Nesses casos, é possível fazer o saque, mesmo sem o cartão cidadão. O saque deve ser feito num caixa eletrônico das salas de autoatendimento das agências da Caixa Econômica Federal.

Para realizar o saque, basta informar o número do PIS, PASEP, NIT ou NIS. A Caixa informa que, em caso de dúvidas ou para maiores informações, o trabalhador pode entrar em contato com o atendimento no número 0800 726 0101. Lembrando que esses procedimento só servem para quem já está com o FGTS disponível para saque. Trabalhadores que precisem entregar os documentos necessários para dar entrada no FGTS precisam procurar uma agência da Caixa Econômica Federal aberta para serem atendidos.

Renato Senna Maia

FGTS – O que é?

Saiba aqui o que é FGTS e para que serve.

Todo trabalhador que tenha prestado serviços a um empregador, sob o regime de CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), ou seja, trabalhou com a carteira de trabalho assinada, têm direito ao Fundo de Garantia por Tempo Serviço. O FGTS é um benefício ao qual o trabalhador tem direito, quando deixa de prestar serviços a esse empregador, ou empresa. Ele é uma ajuda de custo para quem acabou de perder o emprego.

Criado pela Lei nº 5.107 de 1996, o FGTS, ao contrário do que muitos pensam, não é pago pelo próprio empregado, nem pode ser descontado de seu salário. Na realidade ele é um conjunto de contas vinculadas, em que o empregador efetua depósitos mensais em nome do trabalhador, pelo tempo em que existir o vínculo empregatício. O valor destes depósitos é determinado pelo tipo de contrato de trabalho, pois o valor que é de 8% do salário varia para contratos de empregados domésticos e jovens aprendizes. Dessa forma, quando ocorre a demissão sem justa causa, o agora ex-funcionário terá direito ao que foi depositado em seu nome, acrescido de atualização monetária e juros.

Têm direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço trabalhadores brasileiros com contrato de trabalho formal, que corresponda aos critérios da CLT e também trabalhadores rurais e safreiros, temporários, avulsos e atletas profissionais. Além de empregados domésticos e diretores, que podem ser incluídos se o empregador assim o quiser, pois é opcional neste caso.

Atualmente o FGTS possui uma importância ainda maior que há pouco tempo atrás. Se antes ele servia apenas (e já era muito importante) para os casos em que o empregado era demitido e assim teria o direito de receber parcelas mensais, determinadas pelo tempo de serviços prestados. Atualmente o trabalhador pode sacá-lo em situações especiais, como no caso de doenças graves, situações problemáticas, aquisição da aposentadoria e, dentre todas essas vantagens ele pode ser usado em sistemas imobiliários de consórcio ou financiamento habitacional. Seja na construção, compra ou reforma do imóvel, bem como na amortização de dívidas relacionadas a isso. Ou seja, o FGTS atualmente é uma importante forma de os brasileiros, principalmente os de menor renda, conseguir a casa própria.

Sirlene Montes

A legislação trabalhista e previdenciária brasileira garante uma série de direitos aos colaboradores devidamente registrados. Dois desses direitos são a aposentadoria e uma espécie de “poupança” compulsória chamada Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Toda organização deve recolher mensalmente essas  duas contribuições de todos os trabalhadores registrados no regime CLT.

É muito importante que as pessoas verifiquem se estes valores monetários estão sendo devidamente depositados. Algumas empresas, ao passarem por dificuldades ou agindo de má fé, deixam de fazer os depósitos por certos períodos ou até mesmo nunca chegam a fazê-los. Isso além de imoral, é ilegal e dá direito ao empregado de recorrer à Justiça.

Fique de olho para ver se a companhia está honrando com sua parte das contribuiçõe sociais a que você tem direito. Garanta assim um futuro tranquilo com aposentadoria assegurada e  também a chance de poder usar seu FGTS em momentos oportunos.