Oportunidades são para Auxiliar Administrativo e Atendimento.

Todo processo de formação de jovens estudantes visa a encaminhá-los não apenas para profissões, mas para a realização de suas verdadeiras vocações. Portanto, tudo deve começar pelo aprendizado, pela correta e responsável condução dos jovens no sentido de uma realização autêntica em suas vidas.

O Espro – Ensino Social Profissionalizante, fundado em 1979, é uma entidade sem fins lucrativos cujo papel fundamental auxiliar as carreiras profissionais dos jovens que são o futuro do país. A motivação e iniciativa tem sua origem no Rotary Club, o qual promove esse benefício voltado para a juventude estudantil. A essência do ESPRO é a ação de transformação social positiva na vida dos futuros profissionais que irão manter o progresso do Brasil. São quase quarenta anos de existência, com benefícios estendidos a mais de vinte mil estudantes em estado de vulnerabilidade na sociedade. Esta instituição tem sede em São Paulo e exerce atividades, também, na capital e região metropolitana, porém, como os problemas sociais estão presentes em todo o país, o ESPRO foi difundindo seu trabalho por todo o território nacional, estabelecendo filiais em diversos Estados e cidades, como Curitiba, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Porto Alegre, além de outros polos regionais estabelecimentos estrategicamente localizados para melhor atendimento da demanda. Essa instituição, como toda corporação de real importância, rege-se por três diretrizes voltadas para as pessoas que ajuda: Formação para o Mundo do Trabalho, Aprendiz e Departamento de Desenvolvimento Social.

Os programas de aprendizagem desenvolvidos pela instituição são, em realidade, cursos de capacitação que permitem a qualificação do jovem, o qual é encaminhado para empresas que têm, assim, a garantia de contratarem pessoas de confiança. Conforme a Lei 10.097/00 – Lei do Aprendiz -, empresas de grande e médio porte podem contratar jovens aprendizes entre 14 e 24 anos, por até dois anos para formação de competências profissionais e boa produção. Deste modo, as empresas promovem uma importante inclusão social contribuindo para as primeiras experiências profissionais de futuros trabalhadores da nação. O engajamento do ESPRO com diversas outras iniciativas empresariais, governamentais e até do terceiro setor alavanca ainda mais a promoção de profissionais bem sucedidos, ao longo dos anos. Ou seja, esta instituição se expande positivamente não apenas a estudantes da rede pública de escolas, mas também aos seus familiares e até para pessoas com deficiência. O objetivo é a estimulação e motivação para atividades que acrescentem na renda e contribuam para o enriquecimento do universo pessoal, pois o ESPRO oferece cursos de artes e ofícios. Os pais, portanto, estão presentes no processo de formação de seus filhos, já que sempre são chamados a participar das reuniões periódicas imprescindíveis, organizadas pelos responsáveis pelo Departamento de Desenvolvimento Social, nas quais os pais acompanham a evolução dos filhos. Os benefícios só somam. O Espro possui programas de desenvolvimento da criatividade, com aulas de dança, música, expressão corporal, entre outras atividades artísticas que vão proporcionar amadurecimento do espírito crítico dos jovens, realizando a formação integral da pessoa, tanto no interior quanto em seu exterior, no contato com o mundo.

Nessa ocasião o Espro aproveita para divulgar mais 20 vagas no Rio de Janeiro, para ocupação na área de auxiliar administrativo e atendimento, com a devida carga horária permitida por lei, de seis horas diárias, sem interferência nos estudos escolares. As vagas se destinam a candidatos entre 16 e 22 anos, com ensino médio completo ou cursando.

Os interessados poderão enviar seus currículos para o site www.espro.org.br, na seção Jovem Aprendiz.

Paulo Henrique dos Santos


O Ensino Social Profissionalizante (Espro) fez a publicação da abertura de novas oportunidades de emprego, sendo elas direcionadas a pessoas que possuem idade de 18 a 21 anos. Essas vagas são para atuar em diversos municípios do nosso país.

As vagas que estão abertas fazem parte do Programa Jovem Aprendiz e de acordo com a empresa, estão abertas 480 vagas para início imediato.

Caso o candidato interessado esteja estudando, é preciso ter a disponibilidade para trabalhar durante o dia, por isso, a empresa faz a solicitação que todos estudem no período noturno. Vale lembrar que as pessoas que concluíram o ensino médio em um período máximo de 3 anos também poderão enviar o currículo.

O trabalho deve ser realizado em uma escala 5×2, ou seja, de segunda a sexta-feira, sendo 6 horas de atuação ao dia.

A contratação vai ser feita por 12 meses, porém, esse período poderá ser prorrogado caso o funcionário se destaque na função, isso vai ser analisado pela empresa contratante.

De acordo com a Espro, as vagas são para atuar como atendente, auxiliar administrativo, auxiliar contábil, telefonista, entre outros cargos.

Se você tem interesse, envie o seu currículo para o site www.espro.org.br/aprendiz e não se esqueça de colocar todos os telefones de contato.

O Programa Jovem Aprendiz está sendo um grande sucesso em todo o território nacional, pois esse é um projeto que visa oferecer o primeiro emprego a muitos jovens que estão cursando ou para aqueles que já concluíram o ensino médio na rede pública de ensino, pois dessa forma eles conseguem experiência profissional e não enfrentam muitas dificuldades para conseguir outra vaga no mercado.

Por isso, não deixe de se inscrever para esse programa e se prepare desde já para participar do processo seletivo. Boa sorte.

Por Josiane Fernandes de Jesus


A ESPRO – Ensino Social Profissionalizante – abriu inscrições para o Programa Jovem Aprendiz, totalizando 1.014 vagas para candidatos com idades entre 18 e 21 anos. 

É necessário que os candidatos tenham estudado até o ensino médio em escola pública ou estudar no período da noite. Na área administrativa são mais de 600 vagas ofertadas, além de promoverem vagas no setor bancário, setor operacional, telemarketing, call center, varejo e alimentício. 

O trabalho será de segunda a sexta-feira, com carga horária de 6h. Os aprovados receberão salário e benefícios que não foram especificados, mas que diferem de cargo para cargo. 

As inscrições devem ser feitas pelo site do ESPRO (www.espro.org.br/aprendiz), onde fornecerão seus currículos. No site há informações sobre como montar seu currículo, tirar dúvidas sobre entrevistas e desenvolvimento pessoal. Há opções para verificar depoimentos, sobre a lei do aprendiz, as vagas ofertadas, notícias, eventos, sanar as dúvidas mais frequentes, verificar os projetos educacionais que o ESPRO atua, além de vídeos que auxiliam no desenvolvimento do jovem aprendiz. O ESPRO pode ser encontrado em Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Campinas.  

O ESPRO tem como meta formar e capacitar jovens profissionais através de cursos que o insiram no mercado de trabalho. Essa capacitação tem durabilidade de até dois anos, passando por uma etapa teórica desenvolvida pela própria ESPRO uma vez na semana, e a prática sendo estabelecida na empresa quatro vezes por semana. 

Cerca de dezoito mil jovens já participou desse processo conquistando seu primeiro emprego e iniciando seu crescimento profissional. O ESPRO possui, aproximadamente, 350 cursos nas áreas administrativas, financeiras, teleatendimento e de serviços. 

Há cursos dentro do ESPRO que visam promover a cidadania e responsabilidade social nos jovens, temas cada vez mais abordados pelas empresas atuais e durante as entrevistas pessoais. Dessa forma, os jovens têm a oportunidade de crescer pessoal e profissionalmente, atendendo às especificações do mercado de trabalho.

Por Jacqueline Bogarin Marinzeck


A Espro (Ensino Social Profissionalizante) abriu as inscrições para o seu Programa de Aprendizagem em todo o país. A seleção irá oferecer 1.095 oportunidades para candidatos com idade entre 18 e 21 anos.

Como requisito, é necessário que o candidato esteja matriculado na escola (no período noturno) ou tenha concluído o ensino médio na rede pública de ensino.

As oportunidades possuem carga horária diária de seis horas, de segunda a sexta. As principais vagas são para o setor Administrativo, bem como para as áreas Bancária, de Call Center, Operacional, de Varejo e Alimentício.

Os candidatos aprovados serão contratados em regime de CLT e terão direito a salário mensal fixo e recebimento de benefícios.

A formação tem duração de até dois anos e inclui uma etapa teórica (onde o jovem vai a aula uma vez por semana) e outra prática (que será realizada na empresa nos outros dias da semana). Ao final do programa, o jovem recebe um certificado de conclusão.

Segundo a instituição, mais de 17 mil jovens já participaram do programa, que tem 350 cursos em diversas áreas, todos eles são aprovados e registrados no Ministério do Trabalho.

Os jovens interessados em concorrer a uma das 1.095 vagas, devem preencher os requisitos exigidos e cadastrar o currículo no site www.espro.org.br/aprendiz.

Por Jorge Souza


O Espro – Ensino Social Profissionalizante acaba de abrir 1.095 vagas para candidatos interessados em participar do Programa Jovem Aprendiz. As chances são para pessoas com idade entre 18 e 21 anos, que estejam cursando o ensino médio ou que tenham concluído os estudos na rede pública de ensino.

Os contratados atuarão nos setores bancário (207 vagas), administrativo (735 vagas), telecomunicações (75 vagas),  varejo (27 vagas), operacional (33 vagas) e alimentício (18 vagas). O regime contratual será celetista e a jornada de trabalho  será de seis horas diárias. Os jovens aprendizes terão direito a salário fixo atrativo e benefícios.

O certame será composto por triagem social, entrevistas socieconômicas e dinâmicas de grupo. Assim que os perfis forem definidos, os candidatos aprovados na seleção serão encaminhados a diversas empresas. Os interessados nas vagas devem se inscrever no site do Espro.

Nota sobre o  Espro:  A rede Ensino Social Profissionalizante tem sede em São Paulo e conta com 7 filiais. Hoje, a instituição conta com polos regionais em mais de 1.000 municípios. No ano de 2012 foram contratados cerca de 18.000 aprendizes que trabalharam em 800 empresas parceiras.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares





CONTINUE NAVEGANDO: