Quais são as Profissões que Ofertam Mais Empregos?

Categorias: Empregos - Mercado de Trabalho - Profissões - Trabalho - Vagas

Confira quais são as profissões que mais geram empregos no Brasil atual.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), os cursos de TI, ou seja, Tecnologia de Informação, formam a área profissional que mais emprega desde 2018. Isso se dá pelo avanço tecnológico cada vez mais presente nas empresas, independente do setor ou tamanho que elas possuem. Então, surge a necessidade de contratar profissionais capacitados na área para manutenção e crescimento empresarial. Tal área apresenta diversos ramos como os listados a seguir.



Segurança de Informação: Essa é uma das principais áreas de TI, pois é responsável pela proteção de toda a rede corporativa. Tais profissionais precisam criar barreiras para proteger dados, monitorar constantemente a rede contra possíveis ataques, eliminar toda ameaça digital – como roubo de dados bancários, senhas do sistema financeiro e outros – além de ter conhecimento sobre segurança digital, configuração de redes, ferramentas de monitoramento e outras técnicas de proteção tecnológicas. Esse ramo é extremamente necessário e apresenta ótima empregabilidade devido à sua grande importância. Salário em torno de R$ 4.000.

Programação: Campo de atuação o qual o profissional deve desenvolver e manter o funcionamento de softwares utilizados pelas empresas que o contrata. Essa é uma das áreas mais importantes e conhecidas do mundo tecnológico. O programador precisa conhecer o maior número de linguagens de programação possível, tais como Javascript, Java, TypeScript, Python, PHP, Ruby, entre outras. Tal profissional também é responsável pela correção de possíveis erros no sistema, ou seja, ele desenvolve soluções de pautas feitas pelo analista de sistema (o qual é responsável pela comunicação com o usuário, análise dos problemas do sistema e das documentações do software). Salário em torno de R$ 2.800.

Suporte Técnico: Essa é uma área que possui altíssima empregabilidade, isso porque tal profissional oferece, como o próprio nome diz, suporte aos problemas que os clientes possam vir a ter no dia a dia. Entretanto, sua função não é apenas solucionar problemas, mas também, evitar que eles ocorram. Ou seja, o suporte precisa criar mecanismos de medidas preventivas para que a empresa necessite solucionar o menor número possível de problemas com seus sistemas e redes tecnológicas. Salário em torno de R$ 1.700.



A área de TI é a pioneira quando o assunto é gerar emprego, além dos seguimentos listados, ela apresenta diversos outros como opções empregatícias, tais como: Qualidade de Software, Administração de Banco de Dados, Desenvolvimento de E-Commerce, Administração de Redes, Especialistas em Cloud Computing, entre outros.

Seguidamente da Tecnologia de Informação, tem-se o curso de Enfermagem, o qual apresenta a segunda maior empregabilidade segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), tal área também é rica em opções e caminhos de empregos, os quais alguns estão listados a seguir.

Enfermagem em UTI: O enfermeiro intensivista necessita de alta capacidade técnica, devido ao estado crítico dos pacientes, bem como as situações extremamente complexas as quais serão enfrentadas. Além disso, tal profissional aprende disciplinas sobre Urgência e Emergência, humanização do atendimento, farmacologia, e diversas outras a fim de criar uma visão global da assistência ao paciente e desenvolver atenção aos detalhes para gerir e organizar uma UTI. Salário pode variar de R$ 1.700 a R$ 7.000.

Cardiologia e Hemodinâmica: Uma das áreas que mais cresce no Brasil devido à alta taxa de mortalidade relacionada às doenças cardiovasculares. Com isso, a demanda de profissionais especializados nessa área aumenta a cada ano em clínicas e hospitais. Tal profissional precisa ser capacitado na coordenação e assistência a pacientes clínicos e cirúrgicos, além de ter conhecimento especializado em anatomia e emergências cardiovasculares. Salário varia entre R$ 2.600 a R$ 3.800.

Gestão de Bloco Cirúrgico: Há um crescimento expressivo de cirurgias eletivas no país, com isso, a necessidade de enfermeiros especialistas em gestão de bloco cirúrgico também cresce continuamente. Tal profissional atua na instrumentação cirúrgica, recuperação anestésica, esterilização de materiais cirúrgicos, além de auxiliar os pacientes e familiares bem como necessitam. Para isso, devem ter excelente conhecimento sobre protocolos, diretrizes do hospital e gerenciamento de recursos hospitalares. Salário varia entre R$ 3.000 a R$ 5.000.

Além dessas áreas, o enfermeiro ainda pode optar por Enfermagem Neonatal e Pediátrica, Urgência e Emergência, Nefrologia, Obstetrícia, Resgate, ou ainda pela atuação em salas de aula formando novos profissionais da área.

Com isso, conclui-se que as profissões do curso de Tecnologia de Informação, seguidas de Enfermagem, são as que mais geram empregos no Brasil atual.

Por Larissa Maria dos Santos Fonseca



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *