Trabalhador poderá realizar novos saques do FGTS em junho



Saiu em edição extra do Diário Oficial a União (DOU) uma Medida Provisória do Governo Federal que autoriza mais um saque extraordinário de contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempos de Serviço). A Medida Provisória 946/2020, extingue também o Fundo PIS/Pasep (Programa de Integração Social e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), e todos os recursos disponíveis nestes programas serão transferidos ao FGTS a partir de 31 de maio. Ou seja, as contas do Fundo PIS-PASEP serão vinculadas ao FGTS.

O governo autorizou saque no valor de até R$ 1.045,00 por trabalhador. Esse valor representa o limite possível que pode ser liberado sem prejudicar e comprometer a sustentabilidade do FGTS.



Essa nova liberação de recursos irá beneficiar cerca de 60 milhões de contas.A MP faz parte das medidas adotadas para atenuar os efeitos econômicos devido à crise provocada pela evolução do novo coronavírus no país.

Os valores poderão ser sacados a partir do dia 15 de junho e estarão disponíveis até o dia 31 de dezembro deste ano.



A Caixa Econômica Federal ainda irá definir cronograma e forma de sacar o valor no FGTS. Caso o trabalhador tenha mais de uma conta no FGTS, serão priorizados os saques de contas inativas, iniciando pela conta que tiver o menor saldo, depois serão feitos os saques nas demais contas.

Para saber o valor que você tem disponível em sua conta do FGTS você precisa acessar o site da Caixa ou o aplicativo do FGTS. Caso não tenha acesso ao site ou ao aplicativo, você pode ligar para o número 0800 724 2019 e solicitar a informação.

Quem possui o dinheiro PIS/Pasep?

Todos os trabalhadores com carteira assinada, que trabalharam como contrados em empresas privadas e órgãos públicos entre 1971 e 1988, possuem uma conta no fundo PIS/Pasep. Caso ainda não tenha sido sacado, o valor agora estará disponível juntamente com o saque extraodinário do FGTS.

Post Anterior

Não há mais posts

Próximo Post

Não há mais posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *