O que esperar do mercado de trabalho em 2015?

Categorias: 2015 - Mercado de Trabalho

Este ano promete ser bastante complicado no que diz respeito à situação econômica do país, incluindo o desemprego. Em meio a tantas inconsistências no meio político-econômico, o resultado não poderia ser outro, a falta de emprego deverá aumentar ao longo de 2015.



De acordo com as informações obtidas mediante a pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, os ajustes que estão sendo feitos em diversos pontos da economia brasileira ainda não são suficientes para estagnar a marca atingida pelas deficiências de vagas de trabalho, isto é, a tendência é que este índice aumente em todas as regiões do país.

Conforme Fernando de Holanda Barboza Filho, pesquisador do Ibre/ FGV, o ritmo crescente do desemprego causará um menor elevação da renda. Além disso, a inflação deverá aumentar ao longo do ano. Algo a ser analisado é que é lógico que a falta de emprego persista e continue a crescer em 2015 devido aos reajustes nas tarifas de energia elétrica e combustível, aumento dos juros no mercado financeiro, dólar em alta, entre outros fatores.

Em outubro do ano passado, o Indicador Antecedente de Emprego confirmava uma alta de 4,3%, no entanto, este resultado deve ser visto com certas ressalvas. O indicador do Ibre que tem o objetivo de antecipar a tendência do comportamento do mercado laboral neste ano, conseguiu a sua primeira marca positiva, este resultado foi decorrente do aumento de atividade no setor de serviços em 6,4% e no da indústria 17,7%.



A diminuição do trabalho não é refletida somente no número de pessoas ocupadas, mas também na taxa de desemprego. Esta deverá crescer de 4,9% à 5,9%, ainda neste ano.

Considerando a opinião das pessoas sobre a oferta de empregos em 2015, foi registrado um valor estável ao comparar a percentagem encontrada em setembro e em outubro do ano passado, tendo um aumento de somente 0,1%.

Texto de Melina Menezes



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *