Confira os setores que mais abrem vagas temporárias no final do ano

Categorias: 2014 - Dicas - Emprego - Emprego Temporário - Vaga de emprego - Vagas Temporárias

O SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) divulgou uma pesquisa recente informando que 57,4% dos empresários – que irão contratar vagas temporárias neste final de ano – planejam pagar até um salário mínimo ao empregado temporário. A pesquisa ouviu 623 empresários espalhados pelo Brasil inteiro.



Em alguns casos, com média de 24,4% dos empresários, podem ser pagos o valor de dois salários mínimos (a remuneração mais alta).

Segundo a CNC (Confederação Nacional do Comércio e Bens, Serviços e Turismo), os ramos de perfumaria e farmácia podem admitir com os melhores salários (em torno de R$ 1.142,00). A maioria dos contratos (cerca de 62,2%) deve durar três meses.

Lojas e comércios já começaram a contratação. Algumas vagas são divulgadas diretamente nas vitrines dos estabelecimentos de grandes metrópoles e centros urbanos.



Mesmo com o risco de baixa efetividade de contrato fixo, pode valer a pena aos atuais desempregados. Dependendo do desempenho prestado, pode haver a possibilidade de se conseguir uma vaga fixa, e começar 2015 com a carteira devidamenteregistrada.

Confira os números:

– As vagas para vendedor e balconista são as mais urgentes, que representam 75,6% do total;

– Vagas para caixas contemplam 31,8%;

Estoquistas e repositores: 24,6%

– Serão criados 138,9 mil postos;

 66% das vagas serão preenchidos pelo comércio;

– A média de contratações é de três funcionários por empresa;

Sete em cada dez varejistas procuram empregados para trabalhar entre 6 e 8 horas diárias;

– Grande parte dos empresários (68,5%) não pretende efetivar os funcionários temporários após o final do contrato.

Para os empresários, as habilidades mais valorizadas são: dinamismo, responsabilidade e boa comunicação.

Estima-se que estes postos temporários devem contribuir para a recuperação dos empregos no setor comercial. Em geral, os ramos de vestuário e calçados são os que mais contratam, devido à alta de procura e elevação das vendas para o Natal.

Por Daniel Matteelli Galdino



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *