Arrependimento ao trocar de emprego, como lidar?




São inúmeros motivos que levam as pessoas procurarem estabilidade em um emprego. Entre eles, um bom salário, mais benefícios, melhor qualidade de vida, melhor tipo de relacionamento entre as pessoas, etc.

Dessa forma, com o objetivo de crescimento em mente, sempre estamos dispostos a arriscar mudar de emprego. Às vezes as pessoas resolvem abrir mão de um trabalho de muitos anos para se aventurar em novas oportunidades. Afinal, quem nunca pensou em fazer isso que atire a primeira pedra. E nunca saberemos como será se não o fizermos, certo?


Às vezes, por conta da ansiedade e agitação da mudança, as coisas não acabam saindo como planejado. Uma coisa ou outra presente no novo ambiente de trabalho podem não trazer satisfação. Daí é que paramos e pensamos "no outro emprego eu tinha isso, não tinha aquilo…" ou "eu era feliz e não sabia".

Veja também:  Vagas de Emprego no Grupo WBL - Setembro 2018

Se isso passar pela sua cabeça, analise bem a situação. Hoje em dia muitas empresas aceitam ex-funcionários de volta sem nenhum problema, mas, claro, se ele não tiver causado nenhum problema para a demissão dele.

Você pode entrar em contato com a empresa novamente para tentar um novo apelo. Mas, se a resposta for negativa, não desanime, seja compreensivo e tenha calma, pois às vezes poder ser que seja muito cedo ainda. Por enquanto, agarre esse novo emprego que você tem agora e inspire-se para se adaptar aos poucos.


Às vezes é questão de tempo para você voltar a ser quem era antes. De repente você pode até acabar se dando tão bem que logo não sentirá mais essa necessidade de voltar para a antiga empresa. Trabalho é trabalho, e só você pra saber o que é melhor ou não pra você profissionalmente. Saiba que riscos existem em qualquer lugar. 

Veja também:  Empregos na TIM - Vagas Abertas em Setembro 2018

Vale ressaltar que muitas empresas preferem contratar seus antigos funcionários, já que os custos são menores e o ex-funcionário sabe como funciona toda a política da empresa.

Portanto, se é isso que quer, pense muito bem à respeito e faça uma análise dos prós e contras.

Por Daniela Almeida da Silva

Empregos relacionados



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *