O que traz felicidade é ganhar bem, ou poupar mais?



As pessoas nascem, crescem, estudam e trabalham. Essa é a lei da vida, só não trabalha aqueles que têm suas necessidades supridas por outras fontes. O trabalho é troca de esforços físicos e ou intelectuais em troca do salário, que é o resultado que pode financiar a garantia do sustento, moradia, educação, vestuário e lazer.  

Os Empregos mais desejados são aqueles com maiores salários, benefícios, condições de trabalho, de melhor posição hierárquica e que possibilita maior status na sociedade. A procura é por maiores salários, para assim ter o melhor bem estar.



Mas muitas vezes é possível ouvir que dinheiro não trás felicidade, e é o que diz uma recente pesquisa do Office of National Statistics (ONS, Escritório Nacional de Estatísticas) da Inglaterra – equivalente ao IBGE brasileiro – que afirma que o bem estar das famílias está associado ao quanto é gasto e não ao quanto se recebe (talvez é por isso que existe tantos pobre felizes, gastando mais do que recebe).

Veja também:  Vagas de Emprego no CPAT de Campinas

Não precisa ganhar muito para se ter bens estar, só o fato de poder gastar já proporciona uma alegria. Segundo o estudo, a sensação de felicidade em gastar pode ser porque o gasto é o meio pelo qual se adquire não só bens necessários, mas também extras com os quais da alegria á vida, enquanto a renda está mais relacionada a um sentimento se segurança financeira.

Em resumo, trabalhar e poupar o dinheiro é importante para diversos fins, como a compra da casa própria, troca de um carro, viagem, estudo, replanejamento familiar e entre outros objetivos que diversas pessoas levam em suas listas de prioridades, mas poder gastar enquanto pode, enquanto tem saúde e disposição também é bom.

Veja também:  Vagas de Emprego Abertas no Grupo Sotreq - Agosto de 2018


Ir ao shopping e comprar roupas, sapatos, bolsas é extremamente gratificante e trocar o celular por uma versão mais atualizada também faz o individuo mais feliz, mas passar anos sem comprar nada é triste e causa enfermidades psicológicas.

Um exemplo de não poder gastar se reflete nas pessoas que passaram a vida poupando e hoje gastam com remédios reparando os danos que fez a sua saúde.

Por Vanessa Ribeiro



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *