Dicas de como se sobressair em sua profissão

Anuncie sua vaga.

  

Nas mais diversas circunstâncias da vida somos obrigados a experimentar diferentes situações e, por mais angustiante que seja a experiência, sempre nos agarramos à ideia de que o futuro será promissor e que as "boas novas" mais cedo ou tarde nos favorecerão.

E manter esse tipo de pensamento é bom. Mais encorajador e determinante ao sucesso, quando temos a sensibilidade de olhar na direção de diferentes ângulos e abstraímos desses contextos pontos chaves a serem trabalhados e nos comprometemos com a mudança.

Não é de hoje, por exemplo, que se ouve "para toda ação, há uma reação". Obviamente, o nosso sucesso depende da forma como nos posicionamos perante os desafios da vida.

Veja também:  Erros Comuns em Entrevistas de Emprego - O que não fazer

Todavia, você pode estar se perguntando: O que acontece comigo? Tenho bons cursos, experiência profissional, estou sempre à disposição da empresa, fazendo horas extras e etc. Porém, não me sinto plenamente realizado, falta reconhecimento, autonomia, salário compatível e, em outras palavras, pareço estar parado no tempo.

Pode estar acontecendo com você o que Fernando Cunha (Portal RH), chama de empregado ou líder "Arroz com Feijão". O que isso quer dizer? Que não basta ter uma graduação, agregar duas ou três pós-graduações, doutorado ou ir para o exterior. Isso faz parte. Mas, o essencial é saber o que você precisa fazer para melhorar seu desempenho.




Para exemplificar, Fernando usa um exemplo típico do funcionário "Arroz com Feijão": imagine que são 12h e você enfim parou para ler e-mails, ao conferir a caixa de entrada você visualiza uma mensagem do seu diretor enviada às 8h solicitando um gráfico de controle orçamentário do seu setor para que ele possa tomar uma decisão importante.

Veja também:  Erros Comuns em Entrevistas de Emprego - O que não fazer

O gráfico precisa ser enviado até as 13h, mas isso não será possivel. Pois, o funcionário "Arroz com Feijão", mesmo tendo conhecimento de todas as informações, não tem ideia de como consolidá-las em um gráfico, depende de terceiros para tal feito.

Tomando como base o exemplo, Fernando aconselha: se você é um Arquiteto, aprenda a utilizar um programa de desenho digital, se é Administrador  saiba utilizar bem um gerenciador de planilhas eletrônicas, se é Advogado ou Psicólogo aprenda a utilizar um editor de textos, ou seja, domine as ferramentas que contribuam para sua efetividade enquanto profissional.

É bom lembrarmos sempre de que nossas atividades estão relacionadas a prazos e o tempo não pára por nossa causa. Daí a necessidade de se ter esse conhecimento.

Veja também:  Erros Comuns em Entrevistas de Emprego - O que não fazer

Por Kesianne Ferreira


 

Cadastre gratuitamente o seu currículo em nosso site. Clique aqui






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *