Setor Bancário – Criação de empregos em 2010


  

O setor bancário é responsável por bom número de postos de trabalho no país, tanto destacada a iniciativa privada como a pública. Dados divulgados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), revelam que de janeiro a dezembro do ano passado pouco mais de 54 mil trabalhadores foram admitidos, ao mesmo tempo em que aproximadamente 33,4 mil sofreram demissão. O saldo positivo constatado chegou a 24.032.

Em relação à remuneração média mensal, os admitidos responderam com um montante, em dados individuais, de R$ 2.188,43, bem abaixo, porém, dos funcionários demitidos, de R$ 3.506,88 (disparidade de 37,6%). Segregado por regiões, o Norte do país registrou o menor número de novos funcionários, exatamente 981. No Sudeste, por outro lado, foram geradas 16.065 vagas.

Veja também:  CPAT de Campinas (SP) - Vagas Abertas em Março 2017



O Dieese assinala que em todos os meses do ano passado o saldo de emprego no setor, pelo país, apresentou-se positivo. O melhor resultado foi constatado entre outubro e dezembro, com quase sete mil vagas. Março, que representou um dos melhores períodos para o segmento de veículos automotores em termos de vendas, foi o mais brando em 2010 na criação de postos nas instituições bancárias, com 667 oportunidades.

Outro dado muito bom para o ramo bancário decorreu do nível de escolaridade dos novos funcionários. De acordo com o Dieese, 98,92% do total possuem Ensino Médio, Superior completo ou incompleto.

Por Luiz Felipe T. Erdei


 

Cadastre gratuitamente o seu currículo em nosso site. Clique aqui






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *