Criação de Empregos Formais no Brasil – Recorde em Agosto de 2010





A geração de empregos pelo Brasil continua acentuada. Após um primeiro semestre positivo, com a criação de quase 1,5 milhão de postos de trabalho por todo o país, o mês de agosto voltou a registrar recorde, desta vez por meio da criação de 299.415 oportunidades formais, isto é, com carteira de trabalho assinada.

Informações divulgadas pelo Ministério do Trabalho identificam alta de 0,86% no mês passado em comparação a julho, e segundo Carlos Lupi, ministro da pasta, em setembro, outubro e novembro a tendência continuará a ser observada devido ao aumento da renda do trabalhador brasileiro e do ritmo de desenvolvimento da economia.


Todos os setores economicamente analisáveis contabilizaram elevação, com destaque para a construção civil, cuja qual obteve crescimento de 1,59% na base comparativa em questão. A única exceção, porém, ficou por conta da agricultura, mas justificável: entressafra no Centro-Sul do Brasil.

Veja também:  Master House - Empregos em Campinas (SP) - Março 2018

Dados levantados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) assinalam 1.740.659 admissões em agosto contra 1.441.244 demissões. A região Nordeste foi a que melhor respondeu, com elevação de 1,32% no número de empregos criados.

Mais uma vez, segundo a agência de notícias Reuters, Lupi ressaltou: até o final deste ano 2,5 milhões de postos formais serão criados.


Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *