10 sinais de que você está prestes a perder seu emprego

Categorias: Dicas

Em qualquer emprego, os profissionais estão sujeitos a passar algum tempo na “geladeira” ou serem “fritados”, seja porque seu desempenho não está agradando ou porque houve uma mudança na empresa ou no setor que torna o profissional indesejado ou redundante. Quando isso acontece, alguns sinais costumam acontecer e, se você os detectar, é bom ir preparando o currículo, pois sua vaga pode estar a perigo.



Vamos a eles:

  1. Você não está mais sendo cobrado: se antes você costumava ser pressionado por resultados e agora seu chefe parece não se importar mais com o resultado de seu trabalho, cuidado: a menos que seu desempenho tenha sido excepcional nos períodos anteriores, o mais provável é que tenham desistido de você. Isso se aplica especialmente a profissionais que deixaram de cumprir metas.
  2. Contrataram mais uma pessoa para exercer a mesma função que você em seu setor: você estava desempenhando bem suas funções e não estava tendo problemas com o excesso de trabalho. Mesmo assim, outra pessoa (geralmente mais jovem) foi contratada para fazer a mesma tarefa que você. Cuidado, podem estar preparando sua substituição.
  3. Fusões e aquisições: se sua empresa está prestes a passar por uma fusão, ou adquirir ou ser adquirida por outra empresa do mesmo ramo, cuidado: alguém na outra empresa deve estar desempenhando uma função parecida com a sua, o que torna um dos dois redundante. E a vítima pode ser você.
  4. Estão cortando o cafezinho: se o cafezinho era servido à vontade e agora está sendo racionado, isso pode ser um sinal de que a empresa está tendo que cortar gastos desesperadamente. Isso significa que seu emprego pode ser o próximo no corte de custos.
  5. Não pedem mais sua opinião ou não te chamam para reuniões: se você costumava ser procurado para opinar sobre projetos importantes e agora eles acontecem sem que você seja ouvido, cuidado: podem estar te afastando de decisões importantes para te desligar em seguida.
  6. Você não conseguiu cumprir uma meta: essa é clássica. Seu emprego sempre está a perigo quando você acabou de falhar em algum projeto. Seu chefe sempre se perguntará se realmente precisa de você ou se você é a pessoa mais adequada para o cargo.
  7. Seus projetos têm custo elevado: se os projetos que você toca têm custo elevado, seu chefe pode se perguntar se eles realmente valem o que a empresa está pagando. Tente fazer as coisas sempre da maneira mais barata possível.
  8. Você não tira férias e faz horas extras. Mesmo assim, seu chefe parece não gostar do seu esforço: esta é clássica. Se você não consegue dar conta do seu trabalho e precisa trabalhar a mais, você gera um custo maior para a empresa, tanto pelo seu salário maior quanto em uso de estrutura física (energia elétrica, etc.). Além disso, você está mais propenso a ter problemas de saúde ou familiares que podem comprometer seu desempenho no trabalho. Portanto, se sua chefia não está satisfeita com sua dedicação, abra o olho: seu emprego pode estar a perigo.
  9. O setor em que você atua está demitindo: isso é um sinal externo de que seu setor pode estar passando por uma crise séria. Por exemplo, na crise atual, a indústria automobilística tem demitido, face à diminuição da demanda por carros novos. Neste caso, mesmo que seu desempenho tenha sido bom, você pode ser cortado durante uma demissão em massa.
  10. Houve uma mudança na chefia: se em sua gerência ou diretoria outra pessoa assumiu, fique atento, pois ela terá que mostrar serviço. E isso pode ser feito remanejando pessoal ou cortando custos, como o seu emprego. A atenção deve ser redobrada se você conhece pouco a nova pessoa em cargo de chefia.


Outros Conteúdos Interessantes

1 Comment





  1. bom dia eu gostaria de sabe se para zona leste abriu vaga …. ou para o impiranga… e perto da onde eu moro …





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *