A Yunus & Youth surgiu das mãos de jovens empreendedores que se fundamentaram nas diretrizes de negócios sociais conceituadas pelo economista Muhammad Yunus. Recentemente a entidade informou que já abriu o período de recebimento das inscrições para o Y&Y Fellowship Program.

De acordo com as informações divulgadas a respeito do programa, durante o período de seis meses, os participantes do mesmo terão a possibilidade de ter acesso a um programa de estruturação corporativa, mentoria, seminários e também à uma rede de suporte.

Fundada em novembro de 2013 a Yunus & Youth surgiu em Kuala Lampur, na Malásia. Os trabalhos desenvolvidos pelo grupo são liderados de três pontos diferentes: Rabat no Marrocos, Melburne na Austrália e São Paulo.

A associação conta com quatro cofundadores dos quais dois estão no Brasil. O interessante é que nenhum nasceu aqui. Cecilia Chapiro é da Argentina e Bozhanka Vitanova, da Macedônia. Além das duas a entidade ainda tem como embaixadora a brasileira Maria Martinez.

A Yunus & Youth destaca que as atividades que são desenvolvidas pelo grupo são independentes da Yunus Negócios Sociais, que é entidade originária do economista citado no início da matéria. De qualquer maneira, no Brasil, os dois grupos costumam trabalhar de forma bem próxima.

Sobre o programa Y&Y Fellowship Program a informação da empresa é de que o mesmo será realizado pela internet. O atrativo dessa iniciativa é um programa de mentoria individualizado. O objetivo é conectar cada participante a um empreendedor social de destaque. Em outras palavras é como ligar o candidato a uma vaga em uma empresa do setor.

Além dessa fase de mentoria, ainda serão oferecidos uma série de seminários com o foco voltado principalmente para estratégia em mídas sociais, branding e melhorias no modelo de negócio entre diversos outros temas.

De acordo com a Yunus & Youth o objetivo é de que sejam selecionados 15 negócios de caráter social para programa. Conforme uma das cofundadoras, devido a forte presença do Brasil e da força que o mesmo tem dentro do grupo, a expectativa é de no mínimo cinco participantes sejam brasileiros.

Para participar do programa o candidato deverá ser um empreendedor social, ter inglês fluente e menos de 30 anos de idade. A entidade destaca que os projetos participantes poderão estar na fase inicial, mas que ainda assim precisam ser ativos. No mais, é preciso que pelo um plano de negócios esteja pronto.

Se você possui um empreendido que se enquadre nos conceitos da entidade e quer participar clique aqui e faça sua inscrição. O atendimento permanecerá em aberto até o dia 15 de julho.

O programa está previsto para ser iniciado em 4 de agosto e terminar no final de janeiro de 2015. Aqueles forem aprovados na fase de inscrição ainda deverão passar por uma seleção composta de entrevista. A lista dos aceitos será divulgada a partir do dia 27 de julho de 2014.

Por Denisson Soares