Mais uma vez o Balcão de Empregos de Rondonópolis, que fica situado no estado do Mato Grosso, fez a divulgação da abertura de novas ofertas de trabalho, sendo todas para começar ainda nesse mês de fevereiro, e se você está desempregado essa pode ser a sua oportunidade de voltar ao mercado, pois as ofertas são para atuar nas mais variadas funções.

A divulgação dessa renovação de vagas foi feita no dia 7 de fevereiro de 2014, sendo 330 oportunidades disponíveis para profissionais de todos os níveis de escolaridade, ou seja, para aqueles que possuem apenas a alfabetização, para aqueles que já possuem o ensino fundamental ou médio completo, ou para aqueles que estão cursando ou já completaram o ensino superior.

De acordo com o órgão de atendimento ao trabalhador, as vagas de emprego que estão abertas são para atuar como: Ajudante Geral, Ajudante de Estrutura Metálica, Ajudante de Pedreiro, Analista Contábil, Analista Fiscal, Arquiteto, Assistente Administrativo, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Atendimento Junior, Auxiliar de Eletricista, Auxiliar de Entrega, Auxiliar de Estoque, Auxiliar de Frigorífico, Auxiliar de Limpeza, Auxiliar de Mecânico, Auxiliar de Máquinas Agrícolas, Auxiliar de Pintor, Auxiliar de Produção, Borracheiro, Carregador, Consultor de Vendas, Contagem de Estoque, Controlador de Rastreador de Caminhão, Desossador, Eletricista Industrial, Eletricista Montador de Quadro, Eletricista de Comando, Eletricista de Instalação e de Montagem, Estagiário de Contabilidade, Jovem Aprendiz, Lavador de Caminhão, Lavador de Carreta, Lavador de Carros, Líder de Atendimento e etc.

Você tem interesse em uma das ofertas de trabalho? Se sim, não deixe de comparecer pessoalmente no Balcão de Empregos de Rondonópolis com todos os seus documentos pessoais para fazer o cadastro de uma ficha (currículo).

O Balcão de Empregos fica situado na Avenida Bandeirantes, nº 1.439, Centro, e o atendimento é feito em dias úteis (segunda a sexta-feira) das 7 às 17 horas, tendo uma pausa de almoço que acontece das 11 às 13 horas. 

Por Josiane Fernandes de Jesus