Oferecer algo motivador aos profissionais pode diminuir os índices de rotatividade nas empresas.

Atualmente, no Brasil vários motivos têm sido apontados como os principais responsáveis pela grande rotatividade de profissionais nas empresas. Nesse contexto, alguns aspectos são sempre citados em pesquisas e também por especialistas que realizam trabalhos sobre esse assunto. Vejamos alguns deles:

– Salários baixos em relação ao mercado.

– O não reconhecimento profissional por parte da empresa.

– Falta de motivação.

– Incertezas geradas pela empresa.

– Desequilíbrios com a rotina profissional a que o profissional se vê submetido.

Esses são apenas alguns dos pontos abordados em diversas análises. Porém, a lista pode ser maior do que se pensa.

Quando tratamos sobre esse assunto nada mais normal do que se perguntar o que fazer para evitar a rotatividade de profissionais na empresa. Então vamos a um pequeno resumo de uma diversidade de ações que podem ser adotadas pelas companhias conforme o caso:

– Ofereça algo que motive o profissional a permanecer na empresa.

Tanto para manter o funcionário na empresa quanto para evitar a situação do mesmo ficar insatisfeito e, consequentemente, abandonar a empresa é preciso que esta, por sua vez, venha a oferecer estímulos para os profissionais. Mas que tipo de estímulos? Um salário justo já é um bom começo. Atualmente os funcionários buscam mais do que um lugar para trabalhar. Por isso investir para ter um bom ambiente empresarial nunca é uma má ideia.

Dentre outros pontos que podem ajudar a fazer com que o funcionário fique na empresa ainda temos itens como incentivos à qualificação profissional por meio de cursos, seminários e etc, plano de carreira e até um horário flexível. Para reforçar esse último ponto basta lembrarmos que jornadas de trabalho mais curtas propiciam uma melhor produtividade do profissional.

A mão de obra é o maior patrimônio que qualquer empresa possui, sem ela não existe empresa. Por isso, procurar sempre contratar os melhores profissionais, possibilitar que os mesmos possam ser capacitados de acordo com a cultura da empresa e estimulá-los cada vez mais é sempre fundamental para que a organização não venha a sofrer no futuro com gastos extras por falta de profissionais.

Por Denisson Soares