Empresas procuram líderes participativos e que saibam respeitar e lidar com as diferenças dentro de uma organização.

Há muito tempo, as Organizações buscavam uma liderança autocrática, ou seja, o líder centrado apenas nele mesmo e passando ordens e tarefas para os seus subordinados. Neste tipo de liderança, o líder tomava as decisões sozinho, sem consultar o grupo. Porém, ao longo dos anos e das mudanças sociais, as empresas começaram a buscar líderes que fossem participativos e que davam autonomia para os subordinados. Mas, e no futuro? Qual o será o tipo de liderança esperada pelas empresas?

No futuro, o líder precisa conhecer bem a sua missão e a sua visão. O primeiro termo se refere ao propósito de vida e o segundo o que ele realmente deseja. Sabendo estes dois fatores, o líder deverá ir atrás dos seus ideais e exercer uma boa influência nos liderados. Ou seja, ele será visto como exemplo, para inspirar outras pessoas. Assim, ele vai poder contribuir de maneira positiva para o sucesso da sua equipe.

Além disso, o líder do futuro deverá saber conversar com as pessoas, ou seja, escutá-las, motivá-las e estar presente. O feedback será extremamente importante para que o liderado conheça os pontos fortes e fracos, para que possa melhorá-los. Assim, o profissional vai poder melhorar o seu desempenho dentro da Organização.

O líder vai ter que saber trabalhar com diferentes perfis dentro da equipe, devido à diversidade. Desta forma, o profissional vai ter que saber respeitar e lidar com as diferenças que existem dentro da Organização. Isso será essencial para o sucesso da equipe de trabalho. Cada pessoa tem a sua própria personalidade, características e o líder precisa entender e respeitar cada uma.

Outra característica do líder do futuro é a integridade, ou seja, ele precisa saber trabalhar de acordo com os seus valores e propósitos de vida. Assim, ele deve agir de acordo com o que acredita e ser exemplo dentro da Organização, para que possa agir de forma positiva e contribuir para o sucesso. 

Por Babi