O Hospital Israelita Albert Einstein já possui mais de 50 anos de sucesso, sendo ele considerado como um dos mais renomados do nosso país.

Esse hospital é conhecido também por Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, uma referência para a realização de Tratamentos, cirurgias e diversos procedimentos de saúde.

No momento, o Hospital abre 12 vagas de emprego em suas unidades que ficam na Capital Paulista, e abaixo vamos descrever como se inscrever e quais são os benefícios que a empresa oferece.

As colocações de trabalho que estão sendo oferecidas são para atuar nas áreas de: Engenharia Clínica Biomédica, Fonoaudiólogo Pleno, Médico Plantonista Cirurgião e Ofertas de estágio em Administração de Pessoal e Fonoaudiologia.

Para se candidatar às vagas efetivas é necessário ter o superior completo na área de interesse, mais experiência mínima de 1 ano.

Já os candidatos às vagas de estágio precisam estar cursando graduação a partir do terceiro semestre, e a contratação vai ser feita por um período que varia de 12 a 24 meses.

Aqueles que forem aprovados no processo seletivo vão receber o salário em um valor que é compatível com o mercado, mais os benefícios que são de praxe, como vale-transporte ou Fretado, dependendo da região que mora, Estacionamento, Assistência Médica, Seguro de Vida e etc.

A seleção vai ser feita em etapas que serão realizadas através de prova eliminatória, dinâmica de grupo e entrevista pessoal com os gestores.

Caso tenha o perfil que a empresa pede e tenha interesse em cadastrar o seu currículo, indicamos que acesse o quanto antes o site do Hospital Israelita Albert Einstein, que é www.einstein.br/trabalhe-conosco/Paginas/trabalhe-conosco.aspx.

As unidades do Hospital nas regiões do Morumbi, Higienópolis, Jardins, Ibirapuera, Alphaville, Vila Mariana, Morato, Paraisópolis, Paulista e Cidade Jardim (SP).

Para mais informações, ligue para o telefone de contato (11) 2151 1233. O atendimento acontece em dias úteis, ou seja, de segunda a sexta-feira e no horário comercial. 

Por Yasmin Fernandes Robles