Você que é estudante de nível superior ou de nível técnico e planejou conquistar a sua vaga de estágio em 2014, saiba que o Grupo Petrópolis está oferecendo uma ótima oportunidade para você alcançar o seu objetivo pois  lançou o Programa de Estágio Grupo Petrópolis 2014.

A empresa que atua no ramo de fabricação de cervejas, bebidas não alcóolicas e alcóolicas de marca consolidada no mercado,  informou que selecionará 33 estudantes de nível médio/técnico e de nível superior para atuarem em cinco unidades fabris localizadas em Boituva (SP), Petrópolis (RJ), Teresópolis (RJ), Rondonópolis (MT) e Alagoinhas (BA).

Das 33 vagas, 25 serão para estudantes de nível médio/técnico e 8 para estudantes de nível superior.

Os candidatos de nível superior poderão se candidatar se tiverem previsão de término de sua graduação em 2016 e estejam matriculados em cursos na área industrial (central de gestão industrial), administrativo, logística, tecnologia da informação, trade marketing e fiscal.

Já os candidatos de nível médio/técnico estar devidamente matriculados em cursos de  tecnologia da informação, laboratório, manutenção (mecânica, elétrica, utilidades, automação e PCM – programa e controle de manutenção), e segurança do trabalho, e que seus cursos tenham previsão de formatura em 2014.

Serão requisitos para candidatura, residir nas cidades que possuem unidades fabris do Grupo Petrópolis ou região atendida pelo transporte fretado da empresa e possuir sólidos conhecimentos em informática (pacote Office).

A empesa garantirá aos aprovados benefícios como: vale-alimentação, convênio odontológico (opcional), assistência médica, transporte fretado, refeição e programa de participação nos resultados (PLR).

Os interessados em confirmar a sua participação deverão preencher o formulário de inscrição que encontra-se no site www.vagas.com.br/estagiogp, sendo que o prazo de inscrições se estenderá até o dia 14 de março de 2014. A duração diária do estágio será de seis horas, totalizando 20 horas semanais.

Informações mais detalhadas, clique aqui.

Por Rodrigo da Silva Monteiro