Algumas pessoas não sabem, mas a  etiqueta corporativa é algo que deve ser cumprido à risca. A falta dela pode ocasionar divergências no trabalho, fazendo com que o profissional seja mal visto em suas atitudes. 

De acordo com Daniela do Lago, professora da Fundação Getúlio Vargas, o profissional pode ter a melhor competência técnica que existir para atingir um posto, mas o que vai manter ele nesse posto é o seu comportamento. 

Já a coordenadora do curso de Gestão em Recursos Humanos da Veris Faculdades, Mary Cássia Batista de Siqueira, diz que se por um lado há a falta de profissionais qualificados, por outro há uma tremenda competição provocada por outros propósitos. Um profissional com uma má conduta pode quebrar inteiramente o elo de confiança que há entre cliente e empresa.

Algumas atitudes indesejáveis no meio corporativo não ocorrem sempre instantaneamente. De acordo com Daniela, o certo seria que o próprio profissional conseguisse avaliar sua conduta, pois infelizmente é mais difícil reverter uma situação que já foi criada.

Confira abaixo os principais deslizes mais cometidos no ambiente de trabalho, citados por Mary e Daniela, e evite cada um deles:

1- Utilizar celular ou o telefone sem motivos

Isso vale tanto para quem costuma falar alto no telefone, quanto para quem costuma deixar de fazer algo importante para atender ao celular. É uma quebra de etiqueta brutal, além de ser uma atitude desconfortável e irritante.

2- Atrasos habituais

Atraso já não é bom, e se isso tornar um hábito pior ainda. Isso pode ser visto como falta de interesse, desorganização e a empresa pode acabar perdendo com isso.

3- Desrespeitar o espaço dos outros

Se você não é organizado o suficiente para usar apenas o ambiente que é designado a você, saiba que atuar usando o espaço do outro não é uma boa postura. Um exemplo disso é utilizar a mesa de trabalho do seu colega.

4- Fofocas

Falar mal dos colegas e do seu chefe, além de ser uma atitude deselegante, é antiético, e no final o prejudicado pode ser você. Tome cuidado com comentários desnecessários sobre alguém e mais ainda com a pessoa que você for desabafar. O melhor mesmo é evitar ao máximo.

5- "Esquecer” de suas tarefas

Fazer pequenas pausas para aliviar as tensões ou tomar um café tudo bem, mas esquecer de suas tarefas por isso, aí já é irresponsabilidade. Isso também vale para os que gostam de procrastinar, trocando suas obrigações por horas na internet.

6- Erros de português

Usar abreviações em redes sociais tudo bem, facilita nosso tempo, mas trazer isso para a vida profissional aí já é um erro grotesco. Tenha cautela principalmente nos e-mails entre colegas de trabalho e seu chefe. Releia-o antes de enviá-lo. Qualquer deslize pode ser apontado como uma falta brutal.

7- Organização na mesa de trabalho

Livre-se da mania de comer na sua mesa de trabalho. Além de ser anti-higiênico, pega muito mal para um profissional como você. Da mesma forma, evite outros acúmulos como fotografias, imãs, recadinhos de papel, entre outros objetos que poluem sua mesa, pois podem comprometer sua conduta e trazer conflitos.

8- Errar ou esquecer o nome de um cliente

Esquecer o nome de alguém já é uma gafe e tanto, agora quando esse alguém é um cliente, aí o drama fica pior. Isso transmite falta de interesse, atenção e consideração da parte do profissional. Se isso for uma das principais dificuldades sua, anote discretamente o nome do cliente.

9- Fazer cumprimentos com intimidade

Intimidade sem aprovação por parte da outra pessoa é totalmente constrangedor e pode romper qualquer tipo de laço, impedindo-o que ele se forme novamente. Essa atitude desesperada de querer forçar intimidade pode ser apontada como falta de etiqueta. Um aperto de mão já é o suficiente. O beijo no rosto deve ter iniciativa por parte da mulher.

Por Daniela Almeida da Silva