No momento da entrevista de emprego é preciso saber conversar, expor suas ideias de maneira clara e objetiva, entre outros assuntos que podem impressionar o recrutador.

A entrevista de emprego pode ser considerada um momento decisivo para o recrutado. O profissional precisa saber conversar, expor as suas ideias e fundamentações de forma clara e objetiva, falar sobre os resultados que conseguiu alcançar, a forma que aprendeu com os erros, entre outros assuntos que podem surgir durante a entrevista. Porém, como impressionar e surpreender o recrutador? Confira algumas dicas!

– Seja o profissional certo, na hora certa!

Entre no site da empresa, conheça a Organização, saiba os seus valores e culturas e o negócio em que ela atua. Estude a respeito da empresa que deseja seguir carreira, isso vai ajudar você a entender o tipo de profissional que eles buscam. Se vista e tenha atitudes que combinem com a imagem que a empresa passa. A primeira impressão é muito importante para o recrutador.

– Mostre que você tem potencial!

Esteja pronto para responder perguntas complicadas e que vão exigir raciocínio. Por isso, uma boa dica é treinar antes da entrevista. Durante a conversa mostre que você tem humildade e que tem disposição para aprender coisas novas e enfrentar desafios diferentes.

– Você sabe o que deseja?

É fundamental que você mostre para o recrutador que sabe o que quer e o que deseja para a sua carreira. Não tenha medo de expor as suas opiniões, o que pensa e aonde deseja chegar. Mostre o quanto deseja a vaga e o quanto ela será importante para o seu desenvolvimento profissional, além do desejo de trabalhar na Organização.

– Qual o seu valor?

Durante a conversa com o recrutador esteja pronto para responder sobre os seus valores de vida, o que você considera importante, as suas principais realizações no seu último trabalho e como você ajudou na empresa (redução de custos, atingimento de metas, promoções, entre outros).

Portanto, aproveite ao máximo a entrevista de emprego para ressaltar o que é importante para você. Demonstre entusiasmo e interesse. Além disso, não exagere muito e preste sempre atenção no seu tom de voz durante a conversa.

Boa sorte e sucesso!

Por Babi

Errar é humano, mas seguindo algumas dicas é possível evitar gafes que podem comprometer seu desempenho na entrevista de emprego.

Cometer erros é comum dos seres humanos, todos nós passamos por momentos em nossas vidas em que não estamos preparados para fazer certa coisa ou até mesmo não sabemos o que fazer. Também existem momentos em que você não deve errar, ou errar o menos possível, um deles é em uma entrevista de emprego, onde um erro pode custar a vaga tão desejada. Mas como evitar as famosas gafes?

Pode ser que em uma entrevista apareça uma pergunta que você não sabe como responder ou fica muito confuso, não tente se enrolar muito, na maioria das vezes, admitir a falta de conhecimento sobre determinado assunto é a melhor saída, pois se o recrutador perceber que você está enrolando demais nas palavras, você poderá perder a vaga de emprego.

Esse tipo de erro é comum, mas não podemos prever alguma pergunta que não sabemos responder, mas existem coisas que podemos evitar para não cometer nenhuma gafe. Uma delas é chegar atrasado na entrevista, tente sempre sair o mais cedo possível de casa, calculando o trânsito e a distância do local. Pode ser que surja algum imprevisto como um acidente que te faça chegar atrasado, em casos como esse, tenha sempre o telefone da empresa e tente se comunicar e avisar sobre o problema. Lembre-se que essa será a primeira impressão que a empresa terá de você.

Outra gafe que pode ser evitada é a da fala. Tentar ser formal demais pode te atrapalhar e fazer o recrutador perceber que você não está sendo sincero, tente falar com coerência, evitar o uso de gírias ou de uma linguagem informal demais, mas não tente usar palavras ou expressões que você não tem domínio. Seja sincero, o modo como você fala vai revelar parte de sua personalidade.

Uma dica importante é lembrar de erros já cometidos no passado, pense sobre o porquê de você não ter conseguido certa vaga, assim você conhecerá seus erros e aprenderá a se sair melhor nas entrevistas. 

Por Tom Vitor de Freitas

Fazer perguntas ao recrutador é sinal de inteligência e mostra segurança por parte do candidato à vaga. Porém, é preciso ter cautela e analisar o momento certo para fazê-las.

Fazer perguntas ao entrevistadorna hora da entrevista de emprego é sinal de inteligência e mostra que o candidato à vaga está seguro. Porém, é preciso muita cautela, pois há perguntas que podem e devem ser feitas ao entrevistador, mas devem ser feitas no momento certo e o candidato precisará ter muita cautela para saber o momento exato de fazer a pergunta e mais, saber perguntar de forma sucinta e segura.

Se somente o entrevistador fizer perguntas, você sairá da entrevista repleto de dúvidas e não saberá se aquela vaga é realmente a melhor opção para você, por isso, confira algumas das perguntas que você pode fazer ao entrevistador:

– Eu posso saber por que eu fui escolhido para esta entrevista, entre os muitos candidatos à vaga?

– Posso saber por que esta vaga de emprego foi aberta?

– Você poderia me dar algumas dicas sobre a vaga, para que eu saiba como ter melhor rendimento no emprego?

– O que a empresa espera do funcionário que vier a ocupar esta vaga?

– Existem possibilidades de crescimento profissional dentro da empresa?

– A empresa espera sugestões de minha parte, ou apenas que eu cumpra as tarefas?

– O que a empresa considera como indispensável em seus funcionários?

– Quais as principais dificuldades ao ocupar este cargo?

– O que a empresa espera que eu faça de imediato?

– Como é a equipe com a qual vou trabalhar?

– Quais características em mim que mais chamaram sua atenção?

– Quais os comportamentos a empresa não admite ou prefere que sejam evitados por seus funcionários?

Estas são perguntas que podem ser feitas sem nenhum problema ao entrevistador, mas tenha cautela na hora de perguntar e preste atenção ao desenrolar da entrevista, para saber o momento mais propício para fazer suas indagações.

E lembre-se que tem as perguntas “clássicas”, como:

– Qual o horário de trabalho?

– Qual o valor do salário?

– Qual são os benefícios?

– Vocês oferecem plano de saúde?

– Qual o processo para se conseguir promoção?

Mas estas e outras perguntas são respondidas no decorrer da entrevista, pois o entrevistador sabe que é importante fornecer todas estas informações ao candidato à vaga.

Caso aconteça da entrevista estar chegando ao fim e estas questões ainda não tiverem sido esclarecidas, então, sem interromper o entrevistador, diga-lhe que você tem ainda algumas dúvidas e gostaria de esclarecê-las com ele.

Por Russel

As empresas estão aderindo, cada vez mais, a entrevistas por telefone. É essencial ser claro e objetivo nas respostas e agir como se o estivesse frente a frente com o entrevistador.

Não é um hábito comum entre as empresas do Brasil entrevistar seus candidatos por telefone. No entanto, essa técnica tende a se tornar cada vez mais comum, visto que a empresa economiza um bom tempo eliminando candidatos irrelevantes ou que não se encaixam com as necessidades imediatas da empresa. Sendo assim, é importante ficar atento a algumas dicas para não fazer feio na entrevista por telefone com a empresa que você deseja trabalhar.

O ponto chave para ir bem durante a entrevista é ser claro e objetivo em suas respostas. Procure manter um tom de voz agradável, em um ambiente livre de ruídos. Pausas prolongadas, seguidas de gaguejos não são bem vistas pelo entrevistador: tente falar de forma mais curta e fácil de entender. Vocabulário requintado nem sempre é bem quisto, posto que muitas vezes você irá lidar com pessoas de diferentes culturas e classes sociais, por isso use a linguagem formal, mas não tente abusar de palavras sofisticadas.

Mesmo que a distância, é possível perceber o entusiasmo de uma pessoa através de sua voz. Portanto, faça de conta que seu entrevistador está na sua frente, e coloque um sorriso no rosto. Fale de maneira espontânea e aja de forma simpática. Use palavras de cortesia (Por favor, obrigado, desculpe), isso demonstra que você se preocupa com a outra pessoa.

É muito provável que o entrevistador queira saber sobre suas experiências profissionais anteriores e você deve ser franco quanto as informações fornecidas. Confira o que foi escrito no currículo, e apenas cite aquilo que ali se encontra – Não adianta comentar sobre seu emprego de garçom na Padaria do Zé, se no currículo entregado só constava seu cargo de Auxiliar Financeiro da Empresa X. É importante ressaltar que omitir não é errado, mentir sim! – deixar de contar que você ganhava pouco em seu emprego anterior não é errado; falar que ganhava bem é.

Outra coisa importante é certificar-se de que o entrevistador se interesse pelo que você está falando, e que não fique com receios sobre o que foi relatado a ele. Perguntar: “Há alguma dúvida que eu possa ajudar a responder?” demonstra que o entrevistado não tem medo de mostrar as suas qualidades, e está disposto a cooperar na entrevista.

Para finalizar, agradeça pela atenção do entrevistador, e caso seja questionado sobre o salário, seja franco ao dizer o quanto merece. Caso o entrevistador diga que não é possível pagar esse valor, pergunte o quanto a empresa está disposta a pagar.

Agradecer pela oportunidade nunca é demais, sendo assim, antes de se despedir agradeça pelo tempo que a empresa tirou para entrar em contato, e demonstre sua disposição.

Treinando essas dicas, as chances de se dar bem em uma entrevista via telefone são grandes! E não se esqueça, apesar da distância, haja como se a outra pessoa estivesse na sua frente. Uma boa dicção e clareza no que é dito são essenciais.

Por Júnior Beluzzo

Alguns pontos podem ser observados para saber se você está se saindo bem em uma seleção de emprego.

Será que você foi bem durante a sua última entrevista de emprego? Como você se sente durante um processo seletivo? Tem muito frio na barriga, fica ansioso, nervoso, tremendo ou até roendo as unhas? Mas, como saber que você está mandando bem durante uma entrevista? Que tal ficar por dentro do assunto?

– O recrutador definiu uma segunda data? Muito bem!

Existem processos seletivos que são feitos por várias etapas. Por exemplo, entrevista, dinâmica de grupo, prova, entre outros. À medida que cada fase vai sendo realizada, as pessoas são aprovadas ou não. Por isso, se você foi convocado para a próxima etapa do processo seletivo é porque você está mandando bem.

Uma frase muito comum  dita pelos recrutadores é: aguarde o nosso contato. Isso, não significa que você passou na entrevista. Mas, se por outro lado, ele marcou uma data definida já indica que você está tendo um bom desempenho no processo seletivo.

– Qual o interesse do recrutador?

Muitas entrevistas são feitas de formas objetivas. Mas, se o recrutador demonstra interesse sobre algum assunto, quer saber mais sobre os seus resultados, a sua vida profissional, ou até se ele pedir para você explicar algo melhor, são fatores que ele gostou de você e quer conhecer melhor a sua vida profissional.

– A sua entrevista foi rápida ou demorada?

Você ficou muito tempo conversando com o entrevistador ou foi rápido demais? Geralmente, quando as conversas são demoradas, pode significar que houve interesse no seu perfil e que você pode ter as características necessárias para a função.

E depois?

Se o entrevistador te explicou os próximos passos da entrevista, ou seja, as próximas etapas, é porque o seu perfil chamou a atenção. Assim, isso representa que você tem muitas chances de ser chamado para a próxima fase, ou até mesmo que já conseguiu o emprego.

Gostou das dicas? Boa sorte e muito sucesso nos processos seletivos!

Por Babi