Está aberto o período de inscrições para participar do processo seletivo de novos estagiários da Endesa Brasil. Ao todo, a empresa está disponibilizando 110 vagas para lotação na sede de Niteroi (RJ).

A Endesa Brasil está à procura de jovens comprometidos e com vontade de crescer numa empresa líder no seu segmento O Programa de estágio Semear Talentos está com 110 vagas em aberto, das quais 100 são para estudantes dos cursos de Engenharia Civil, Psicologia, Ciências Sociais, Pedagogia, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Jornalismo, Metereologia.

As outras 10 oportunidades são para estudantes de tecnologia em eletrotécnica. 

Quem quiser se candidatar a uma das vagas, deverá ter a previsão de formatura entre junho e dezembro de 2016. Para efetuar a inscrição, o interessado precisará entrar no endereço eletrônico da empresa até o dia 25 de agosto.

A Endesa Brasil oferece oportunidades de estágio em várias áreas da empresa, que vão desde a geração e distribuição até o setor de serviços.

Os candidatos que forem aprovados no processo de seleção do Semear Talentos, além de receber uma bolsa-auxilio compatível com o mercado, poderão ser efetivados e trabalhar na Endesa com um contrato que obedeça o regime CLT, assim os estagiários terão a oportunidade de ter um plano de carreira internacional no futuro.

Entretanto, essa possibilidade de crescimento dependerá do desempenho e da pró-atividade do trabalhador. Todos estes benefícios serão concedidos aos novos estagiários em troca de uma jornada laboral de 30 horas por semana.

O processo seletivo será longo e os candidatos deverão iniciar as suas atividades na empresa somente em outubro.

A Endesa é uma empresa internacional que pertence ao grupo italiano Enel. A Semear Talentos é um programa inovador, um dos principais objetivos do programa e orientar o jovem, buscando que ele complemente os seus estudos regulares com a experiência de trabalho que só uma empresa preocupada com os seus talentos pode estimular.

Por mais informações acesse o site da empresa.

Por Melina Mariel Menezes Pereda