O Programa Aprendiz Legal foi criado pelo governo com o objetivo de oferecer chances de trabalho para jovens talentos do nosso país. A verdade, no entanto, é que muitas pessoas estão procurando cursos de qualidade para ficarem ainda mais preparadas e capacitadas para o mercado de trabalho.

O fato é que muita gente não tem condições de pagar uma mensalidade, de modo que o programa Aprendiz Legal CIEE é uma boa oportunidade de adentrar no mercado por seus méritos e habilidades.  O grande legado desse programa é o de oferecer cursos para jovens e adultos que querem e precisam se capacitar. Como esse programa é muito procurado, os interessados precisam passar por uma avaliação; além do mais, vale dizer que o candidato interessado nesse processo de seleção deve ter idade entre 14 e 24 anos. Seja lá co

Logo, apara quem quer ter um avanço em sua vida profissional, o programa Aprendiz Legal pode ser uma boa solução. Seja como for, para se inscrever nesse processo de seleção, os candidatos com interesse nessas vagas limitadas devem, por sua vez, entrar no seguinte endereço eletrônico: www.empresas.ciee.org.br/portal/empresas/aprendizlegal.

Seja como for, apara se inscrever nesse processo, a pessoa deve acessar o site da CIEE e se cadastrar no sistema. Outro ponto relevante é que o jovem aprendiz não apenas fará cursos de cunho preparatório. O mesmo também terá a chance de atuar numa empresa e mostrar seus talentos e capacidades.

Logo, quando ele fizer as funções de forma autônoma, o Aprendiz Legal passará a receber um salário, além de poder conseguir um emprego nessa organização ou em outras empresas. A inscrição, em todo o caso, é de forma gratuita. Pois bem, no site do CIEE tem todas as informações importantes sobre o programa.

Por isso, se você está dentro do perfil buscado, não perca essa chance e esse inscreva logo no programa Aprendiz Legal. Afinal de contas, tendo uma visão panorâmica do assunto, números mostram que quem participou do programa conseguiu uma melhor colocação no mercado de trabalho.

Por Juan Wihelm

O Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) e o programa Emprega SP, juntos, estão selecionando pessoas para 27.483 vagas em diversos cargos e localidades em São Paulo. Além disso, o CIEE oferece 860 capacitações em cursos e oficinas gratuitas. As empresas privadas recorrem aos centros públicos de emprego, já que estes possuem equipes e espaço disponíveis para realizar processos seletivos.

A agência de emprego Emprega SP está com 19.068 ofertas disponíveis em várias colocações e setores, com atuação em todo estado. Há vagas para auxiliares de cozinha, motoristas, operadores de caixa, auxiliares de carga e descarga, porteiros, atendentes de balcão, recepcionistas, vendedores, operadores de call center, gari dentre outras. O nível de escolaridade depende da vaga e da empresa contratante.

Os interessados devem se dirigir a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), com RG, CPF, PIS e carteira de trabalho. Podem também acessar o site www.empregasaopaulo.sp.gov.br criar login, senha e informar os dados solicitados.

Já o Centro de Apoio ao Trabalho, da Prefeitura de São Paulo oferece 8.415 oportunidades cuja escolaridade e experiência depende da função escolhida. Há chances para porteiro, atendente de lanchonete, empacotador, manobrista, auxiliar de limpeza, controlador de entrada e saída de mercadoria, gerente de restaurante, fiscal de caixa, entre outras.

Para participar do processo seletivo é necessário que o candidato compareça de segunda a sexta das 8h às 17h, em qualquer unidade do CAT e apresente RG, CPF, carteira de trabalho e PIS .

Quem tem interesse de enriquecer o currículo com cursos de qualificação, as férias é um bom período. O CIEE oferece 860 vagas gratuitas nas áreas de empreendedorismo, administração do tempo,  trabalho em equipe, práticas de seleção, lógica e criatividade, entre outra opções.

As atividades são realizadas no prédio do CIEE localizado a Rua Maria Paula n° 212, Centro. Os participantes receberão certificado ou declaração de participação ao final do curso. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ciee.org.br durante o mês de janeiro.

Por Vinicius Cunha