Uma funcionária de um grande banco estatal chega em casa e se depara com uma cena tocante: sua filha pequena já balbucia a palavra “mamãe”. Só que essa palavra tão terna está sendo dirigida à babá, que toma conta da menininha diariamente. O trabalho é uma parte fundamental da vida de qualquer pessoa, mas quando ele passa a interferir em relações familiares fundamentais, é preciso ligar o sinal de alerta.

É na família que se nasce, cresce-se, amadurece-se e se aprende o essencial para ter uma vida feliz. Nada pode compensar a convivência familiar, nem o dinheiro e nem um cargo de prestígio. Se você está perdendo momentos inesquecíveis da vida de sua esposa ou de seus filhos por causa da carga de trabalho que é obrigado a suportar, talvez seja a hora de rever conceitos. Os empregos podem ser passageiros, mas família é para sempre.

Não renuncie à dádiva de estar presente ativamente na vida de seus filhos por causa do trabalho. Aprenda a conciliar suas atividades com os momentos em família, e não sofra depois o triste arrependimento de não ter dado atenção a essas questões na hora certa.