Na era da conectividade, a Internet e o e-mail tornaram-se meios de comunicação extremamente difundidos. Com a informatização avassaladora das empresas, eles também estão presentes no trabalho quase que o tempo todo. Mas quanto tempo será que seu e-mail particular tem tomado de você por dia?

Mensagens de auto-ajuda, piadas, correntes, “lendas urbanas”; todos esses tipos de mensagens eletrônicas são como uma verdadeira avalanche na caixa de correio eletrônico das pessoas. Conforme o volume de e-mails recebidos, se o indivíduo for dar atenção a cada um deles, não se trabalha mais.

É preciso ter consciência disso e selecionar para leitura realmente apenas aquelas mensagens mais importantes. O destino das demais deve ser a “lixeira”. Além disso, o e-mail corporativo sempre deve ter leitura prioritária.

Não abuse da liberdade de ler mensagens eletrônicas particulares dentro da empresa, ou muito provavelmente essa regalia poderá, mais cedo ou mais tarde, ser tirada de você.