Em uma conjuntura em que tempo significa dinheiro, a pontualidade assume um papel inquestionável nas relações profissionais e empresariais. Chegar no horário correto ao trabalho, cumprir a hora agendada para uma reunião interna ou com um cliente são demonstrações da preocupação que as pessoas devem ter com seu tempo e o dos outros também.

Levar à risca a jornada diária é obrigação do colaborador. Atrasos repetitivos são sinais de desleixo e falta de comprometimento. Do mesmo modo, marcar uma reunião externa ou interna e fazer os outros envolvidos esperarem é evidência de falta de consideração e responsabilidade. O não cumprimento de horários pode até mesmo pôr a perder o seu lugar na empresa ou o fechamento de negócios importantes.

Esforce-se ao máximo para ser pontual. E na ocorrência de eventualidades, comunique à empresa ou às outras pessoas o mais rapidamente possível sobre o seu atraso.

Ninguém é obrigado a esperá-lo simplesmente porque você é escravo da função “soneca” do seu despertador ou porque o seu banho tem uma duração de 40 min.