Em todos os meios humanos, certos dados ou informações, tradicionalmente, não podem ou não devem estar disponíveis a todos. O sigilo de algumas informações é fundamental para a segurança das pessoas ou para o sucesso dos negócios. Pessoas que têm acesso a esse tipo de dados nas empresas precisam ter posturas muito éticas nesse contexto.

A própria lei trabalhista prevê punições para o funcionário que, de posse de informações sigilosas da empresa, as divulgue sem a prévia autorização de seus superiores. Num mundo em que a concorrência é predatória, o vazamento de dados sigilosos pode botar muitas coisas a perder, principalmente em termos estratégicos.

Lidar com informações secretas não é pra qualquer um. É preciso ter o perfil adequado para lidar com elas. Cabe àqueles que selecionam essas pessoas a tarefa de perceber quem são os que estão melhor preparados para manter os segredos da companhia “a sete chaves”.