Tipos de Emprego para Trabalhar Online

Saiba aqui quais são os tipos de emprego para trabalhar online.

Trabalhar em casa ou a partir de outros lugares pode ser uma opção interessante para você e para muitas pessoas. Afinal, dependendo do caso, você pode escolher e administrar seus horários do jeito que considerar mais viável. Essa também pode ser uma ótima alternativa para aumentar sua renda.

Por outro lado, estar no regime home office é uma tarefa que exige comprometimento e organização, para que o foco do trabalho não se perca ou se misture com outras atividades. Portanto, se você tem vontade de ter um emprego desse tipo, é necessário que tenha muito foco e saiba cumprir e calcular prazos.

Mas, se você ainda está meio perdido, mostraremos neste artigo alguns trabalhos que podem ser feitos online.

Revisão ou Edição de Textos: O revisor tem como tarefa verificar, analisar e revisar textos de acordo com as normas cultas da língua. Assim, em muitos casos esse trabalho pode ser feito individualmente em um computador. Além disso, quem atua nessa função geralmente é graduado em Letras ou Jornalismo e presta serviços para agências de publicidade, editoras, gráficas, escritores e estudantes.

Designer: O papel do designer é o de desenvolver projetos em diversas áreas, que abrangem os seguintes mercados:

  • Gráfico: Criação de identidade visual, diagramação de livros e revistas.
  • Industrial: Ênfase no desenvolvimento de produtos de consumo.
  • Digital: Produz interfaces de jogos de videogame, de dispositivos móveis e websites.

Esses trabalhos são feitos por meio de softwares, o que possibilita que sejam executados à distância.

Secretariado: Muitas empresas e profissionais autônomos têm contratado assistentes virtuais de modo terceirizado, para controlarem agendas, marcar reuniões, reservar hotéis, comprar passagens para viagens, além de outros serviços administrativos.

Redação de Conteúdos: Essa é uma profissão bastante dinâmica, em que textos para diferentes nichos são desenvolvidos por profissionais de várias áreas. Nesse caso, o trabalho feito inteiramente a distância pode ter foco em conteúdos de marketing, reportagens e matérias, blogs, livros, revistas, comunicados, entre outros.

Tradução: O amplo domínio de outros idiomas permite que você traduza diversos textos para diferentes objetivos e países. Semelhante à profissão do revisor, esta também pode ser feita online, sem a necessidade de encontros ou reuniões pessoais.

Marketing Digital: Com o avanço da tecnologia, abriram-se novas oportunidades para aqueles que trabalham com marketing. Assim, é possível que o profissional dessa área realize planejamento, crie conteúdo, envie relatórios e monitore páginas e redes sociais sem estar dentro de uma empresa ou escritório.

Você trabalha em regime home office? Tem vontade de trabalhar assim?

Camilla Silva

Vemos cotidianamente as notícias diárias nos alertando da necessidade de novas atitudes da população e dos governos em prol do meio ambiente. A sustentabilidade é pauta em todas as instituições de ensino e se propagou para toda a sociedade trazendo a ideia de que é possível produzir e viver sem comprometer os recursos naturais que já estão escassos.

Com a preocupação em manter os recursos naturais e preservar a natureza, as profissões relacionadas ao tema ganharam força, além de se terem criado muitas, algumas delas são:

1- Engenharia Ambiental

Quem pensa que o profissional de Engenharia Ambiental não trabalha com números está profundamente enganado. Para conseguir o diploma de engenheiro ambiental é necessário que o candidato encare uma carga bastante pesada de ciências exatas.

A profissão ganhou força com a constante preocupação da sociedade e do setor privado em relação aos diversos problemas ambientais, o profissional tem como missão encontrar soluções para os problemas ambientais como: poluição de rios, ar, aquecimento global. A maior demanda desse tipo de profissional vem da área privada, mas órgãos públicos demonstram interesse cada vez maior para as causas ambientais.

2- Agronomia

O profissional Agrônomo é preparado para usar técnicas de melhoria da qualidade e produtividade das lavouras, produtos agroindustriais e rebanhos, não tem o mesmo foco do engenheiro ambiental de sustentabilidade mas está presente em praticamente todas as esferas do Agronegócio, tendo como campo de trabalho o setor privado.

3- Ecologia

O foco de estudos do profissional de Ecologia são os ecossistemas e tem o papel de investigar as estruturas e o funcionamento deles. Tem uma visão sustentável como a do Engenheiro Ambiental, mas tem como preocupação focal evitar que os desiquilíbrios ambientais possam afetar a cadeia do ecossistema. Tem o papel de elaborar projetos de proteção da natureza apresentando soluções para o desenvolvimento sustentável.

As áreas ambientais estão cada dia mais em alta, por isso é importante aproveitar as oportunidades!

Por Paulo Victor Bragança

Muita gente não está na profissão que ama. Muitos até mesmo já pensaram em largar tudo e vender sanduíche natural na praia. Contudo, os maiores especialistas em carreira do mercado dão dicas que fogem desses pensamentos.

Tomar decisões precipitadas podem piorar a situação e deixar o profissional mais perdido ainda. Antes de trocar de profissão, relatamos algumas dicas de profissionais de carreira para melhorar a situação do empregado que se sente um peixe fora d’água.

A primeira atitude necessária é ter pensamento positivo. Segundo o consultor Carlos Diz, muitas vezes o profissional tem uma visão muito ruim do ambiente de trabalho, do chefe e dos colegas, contudo nem sempre é aquilo que ele está vendo.

Ocorre, às vezes, de uma percepção do empregado insatisfeito e não da realidade da empresa. O profissional não gosta da profissão que exerce e acaba “descontando” esse desagrado no ambiente que existe na organização e aí a situação só tende a piorar.

A próxima etapa é o empregado negociar algumas mudanças. Algumas vezes o profissional não está feliz no setor ou função que exerce, será que não seria uma boa ideia tentar trocar de área? Talvez o problema não seja da empresa e sim da função que o profissional está exercendo e não está se sentindo bem “encaixado” naquele exercício.

O profissional precisa também de ter um amigo para desabafar. Aquela sensação de fracasso e impotência pode ser amenizada caso o empregado tenha alguém para conversar. Não pode ser o chefe, é um amigo muito próximo, um conselheiro em que o profissional pode confiar.

Para amenizar o fardo daquela carreira mal escolhida é essencial que o empregado invista em momentos de lazer e a um hobby em que vá trazer uma grande sentimento de satisfação. Encontrar com amigos e familiares, praticar atividades físicas, cuidar do sono, da alimentação e realizar atividades relaxantes fazem toda a diferença para que o profissional suporte o ruim momento da carreira.

O empregado também precisa refletir se o que ele não gosta é mesmo da carreira, o ambiente de trabalho ou o conjunto da empresa. É importante o profissional fazer uma reflexão da sua vida pessoal e profissional para conseguir dar um rumo na carreira. O trabalho precisa ser bem escolhido, afinal passamos mais tempo nele do que com a própria família. Pensar em algum curso de especialização também pode fazer parte da mudança.

Por fim, os especialistas de carreira acreditam que com atividades extras e um bom uso do tempo livre podem surgir algum plano B para o profissional seguir sua vida de trabalho. Outra dica é aproveitar todas as oportunidades que aparecem e usufruir de todas as experiências adquiridas na carreira, no ambiente de trabalho e com os colegas. 

Por Carolina Miranda

Todo início de ano é marcado por grandes expectativas. Uns desfrutam do momento para curtir as férias, carnaval, outros com a preocupação de quitar débitos, recolocação no mercado, futuro profissional etc. O certo é que em meio as dúvidas e inquietudes o momento é de agir.

Passar uma borracha no que não deu certo, sacudir a poeira  e ir á busca de desafios que preencham aquela sensação de que algo poderia ter sido feito e que já não pode ser adiado para os próximos anos. Esse artigo foi elaborado para quem esta proposto a dar uma nova chance para si mesmo.  

Segundo a Michael Page empresa especializada em recrutamento de executivos para média e alta gerência, o ano de 2014 no Brasil será promissor para as seguintes profissões:

1- Marketing Digital – média salarial 12 mil reais: A presença do consumidor no ambiente on-line ter se tornado cada vez mais constante e este é um indicador para as empresas utilizarem-se de estratégias e comunicação mais efetiva para com seu público alvo; 

2- Go To Market ou Planejamento Comercial: média salarial 8 mil reais: A competitividade marcada pelos desafios em 2013 tende a impulsionar  a Indústria de Bens de Consumo a criar e acompanhar a implementação de novas ações com foco estratégico para as áreas comerciais;

3- Marketing e Vendas – média 6 mil reais: Gerente de Acesso Público e Privado – fonte pagadora, necessidade baseada em conceitos especifícos e Healtheconomics definem o crescimento deste setor; 

4- Engenheiro de Orçamento – média salarial 6 mil reais: O Brasil passa por momentos favoráveis em desenvolvimento de projetos de infraestrutura e com isso surge a necessidade de avaliar e controlar melhor o retorno financeiro destas obras;

5- Geocientista ( geofísico, geólogo) – média salarial 7 mil reais: Perspectiva de maior produtividade na Indústria de Petróleo em 2014; 

6- Engenheiro de Segurança do Trabalho – média salarial 4 mil reais: Maior preocupação da empresa com a saúde do trabalhador;

7- Atuário – média salarial 14 mil reais: Crescimento de seguros e resseguros em 2014;

8-  Cientista de Dados (formação ciência da computação ou análise de sistemas) – média salarial 8 mil reais: Crescimento da Tecnologia Big Data, armazenamentos de dados, velocidade de sistemas etc;  

9 – Direito / Ciências Contábeis – média salarial 3 a 5 mil reais: Complexidade fiscal brasileira – exige profissionais com base técnica e visão de negócio;

10-  Engenharia / Economia – média salarial 5 mil reais: Mercado de infraestrutura aquecido – exigência de profissionais com visão analítica, base financeira e visão holística;

Por Kesianne Ferreira

Uma boa dica para quem está procurando emprego é ficar de olho nas áreas em que mais estão faltando profissionais qualificados. É uma alternativa melhor que focar nas áreas mais saturadas.

O site G1 fez uma lista dos 10 cargos mais difíceis de serem preenchidos atualmente no Brasil: Analista ou coordenador contábil com inglês fluente; Consultor SAP com inglês fluente e experiência; profissionais da área de Tecnologia da Informação; profissionais da área de tele-atendimento; Coordenador de Medicina e Segurança do Trabalho para o varejo; Engenheiros, Médicos, Secretárias; profissionais da área de mineração e profissionais da área petroquímica e de energia.

De acordo com as empresas que foram consultadas para a formação da lista, os interessados em preencher essas vagas devem ter uma formação bastante sólida e aproveitar tudo o que o seu curso pode oferecer.

Fica aí a dica também para quem está entrando na universidade. 

Por André Gonçalves

O setor de serviços que compreende hotéis, restaurantes, pousadas e seus afins é, atualmente, um grande absorvedor de mão de obra especializada. Cada vez são exigidos profissionais mais capacitados e experientes para garantir o sucesso dos negócios. Nesse ínterim, surge a figura de um profissional de enorme importância: o Gerente de Operações de Serviços.

Em outras épocas exigiam-se apenas a formação de nível médio completo e uma larga vivência na área para que se ascendesse a um cargo de gerência, hoje, no entanto, é necessário possuir também curso profissionalizante em hotelaria ou turismo nos pequenos e médios negócios. Nos grandes empreendimentos, exige-se, ainda, curso superior, normalmente em hotelaria. Há muitos bons cursos tanto em turismo como em hotelaria, vale a pena verificar a lista de melhores cursos do MEC.

As atividades desse profissional envolvem a administração do negócio desde o planejamento, coordenação das atividades, compras, vendas, hospedagem, alimentação e até contratação de pessoal. Há um universo de outras atividades envolvidas que poderão ser desempenhadas por esse profissional. Quando atuantes em grandes empresas ou redes, são profissionais muito bem remunerados e reconhecidos, é uma excelente profissão.

Por Lindomar Vieira

Muitas pessoas chegam a ignorar as Artes Plásticas como uma Profissão, muitas vezes por desconhecimento do assunto ou pelo impacto que o avanço tecnológico tem provocado no mundo, inclusive nas Artes. Contudo, todos nós, sem exceção, vez por outra, nos deparamos com uma pintura, uma escultura ou outra obra de grande atração e beleza estética que nos absorve e nos leva, momentaneamente, a “outro mundo”.

Por trás de toda a beleza da Obra de Arte está a figura ímpar, de grande importância na sociedade, que além de precisar ter um talento natural e um espírito criativo, precisa estudar muito para aprimorar suas técnicas e conhecimentos. Os mais renomados Artistas possuem uma boa formação e para garantir a transmissão de conhecimentos e técnicas acumuladas, existe o curso Universitário de Artes, com duração entre 3 e 4 anos.

Este profissional trabalha com criação de obras de arte (quadros, esculturas, objetos de cerâmica, instalações artísticas), em geral e pode trabalhar em galerias de arte, museus, escolas de arte, exposições, design, Ateliês, escolas do ensino público e particular e muitos outros. Quando especializado, é um profissional muito bem remunerado.

Por Lindomar Vieira