Como ser produtivo no trabalho

Vários aspectos podem contribuir para um dinamismo melhor no trabalho e aumentar a produtividade

O futuro do profissional depende da dinâmica, comunicação e mais ainda da produtividade. É importante que o funcionário saiba usar o tempo a seu favor para lidar com múltiplas tarefas e prazos curtos, prezando ainda pela qualidade.

A distração é o principal inimigo da produtividade e não significa que trabalhar o dia todo sem parar irá resolver. Alguns métodos podem te ajudar a ter um dia mais tranquilo, organizado produtivo.

Primeiro comece montando um cronograma organize suas tarefas diárias, seja em um caderno, numa planilha do computador ou até mesmo em aplicativos para celular. Priorize as atividades com prazos mais curtos. Não esqueça de separar uns 10 ou 15 minutos para fazer pausas, afinal relaxar também é essencial.

Não adianta mentalizar é preciso agir! Siga seu cronograma e mantenha o foco.

Evite pesquisas desnecessárias durante o trabalho, a internet pode muitas vezes auxiliar, mas pode prejudicar muito a sua produtividade. Algumas empresas liberam o uso das redes sociais, mas é importante deixar para acessá-las apenas nas pausas. Além disso, não fique o tempo inteiro atualizando a sua caixa de e-mails, separe um tempo exclusivo apenas para lê-los e respondê-los.

Aliás, é importante que sejam feitas algumas pausas durante o dia, trabalhar durante muito tempo seguido gera muito estresse e desânimo. Tome um ar, converse com os colegas. Aproveite para comer um lanche e beber bastante liquido, afinal a alimentação é fundamental para que se mantenha ativo durante o dia.

Outra dica importante é se desprender do perfeccionismo. Faça um trabalho com qualidade e empenho, mas não dedique tempo demais a uma tarefa apenas para deixá-la perfeita. Isso pode trazer problemas relacionados a prazos e ainda tomar tempo de outras atividades.

No final de cada dia revise seu cronograma e veja se conseguiu cumprir todas as suas tarefas, se necessário ajuste alguns detalhes e já se organize para o dia seguinte. Não vá embora correndo e estressado, procure deixar seu local de trabalho organizado. Isso te deixará mais motivado no dia seguinte.

De tempos em tempos avalie seu desempenho e destaque os pontos em que precisa melhorar, busque aprimorar seus conhecimentos sempre que puder, faça alguns cursos, leia e estude bastante sobre a sua área e suas atividades.

 Por Tom Vitor de Freitas

Intervalos de Descanso podem Melhorar Produtividade no Trabalho

Pesquisa revela que profissionais que intervalos de descanso têm melhor produtividade do que aqueles que trabalham direto.

Se você pensa que para ser produtivo e cumprir bem as tarefas do dia é passar oito horas diárias sentado numa cadeira de escritório, engana-se. De acordo com o coautor do livro “Emotional Intelligence 2.0” (Inteligência Emocional 2.0), Travis Bradberry, trabalhar oito horas por dia sem intervalos está ultrapassado. Agora o correto é fazer pequenos intervalos e descansar a cada hora.

A ideia de Travis baseia-se em um estudo do "Draugiem", grupo de tecnologia da informática, que mediu a quantidade de tempo que funcionários gastavam cumprindo várias atividades e também mediu o grau de produtividade, tudo através de um programa de computador.

Eles chegaram a conclusão que não tinha grande importância o tempo total da jornada, mas o que importava é como era estruturada. Foi identificado que os profissionais que paravam as atividades por curtos períodos para descansar apresentavam mais produtividade do que aqueles que passavam longos períodos trabalhando.

Estimou-se que o ideal seriam 52 minutos de trabalho com intervalos curtos de 17 minutos para descansar. Os funcionários que cumpriam essa rotina conseguiam um nível alto de concentração no trabalho, eles focavam 100% nas tarefas pelo período de uma hora, sem distrações.

O autor, que também é psicólogo e presidente da Consultoria Empresarial "TalentSmart", garante que o cérebro humano precisa alternar períodos de muita energia, por volta de uma hora, para em seguida relaxar de quinze a vinte minutos.

Quatro dicas para alcançar o ritmo ideal de trabalho:

Dividir seu dia em curtos intervalos: Bradberry diz que conseguimos planejar com naturalidade todas as tarefas diárias, semanais e mensais, porém, é mais positivo se focarmos no que conseguimos realizar neste momento.

Respeitar seu momento: Durante o trabalho usamos um pico de energia para manter um alto nível de concentração, a tarefa não deve ser interrompida para fazer coisas sem importância com olhar o celular ou entrar nas redes sociais.

Descanse o corpo e a mente: Se deseja aumentar sua produtividade descanse de fato durante o intervalo de trabalho, esqueça suas tarefas.

Não espere ficar cansado: Se esperar seu corpo dar sinais de cansaço, pode ser tarde. Lembre-se que é melhor descansar por curtos períodos, do que trabalhar cansado e com a mente distraída.

Por Ruth Galvão

Algumas distrações podem afetar a produtividade de quem é home office, mas estabelecer rotina e ter disciplina podem evitar que isso aconteça.

Trabalhar em casa pode parecer uma grande vantagem para quem não tem essa rotina, mas só quem possui um Home Office sabe as dificuldades que enfrenta. Distrações mil, problemas familiares, responsabilidades do lar. Tudo isso vem bater a sua porta no horário de trabalho, o que pode afetar a sua produtividade. Saiba como evitar que isso aconteça:

– Estipule um horário de trabalho:

Não é porque você está trabalhando em casa que não precisa de disciplina. Um horário de trabalho fixo é o ideal para que você consiga produzir com mais fluidez e eficiência.

– Tenha seu próprio escritório:

Trabalhar em cômodos da casa movimentados é a chave para a distração no trabalho. Procure um local calmo e agradável, que você possa personalizar e fazer literalmente de escritório. Com um espaço reservado, as pessoas saberão que não podem lhe interromper a todo momento.

– Faça pausas curtas:

Como você está em casa, é inevitável que alguma distração ou afazer doméstico chegue até você. Por mais que você se isole, as pessoas o procurarão, pois sabem exatamente onde você está. Então, faça pequenas pausas (pode ser de 30 minutos, por exemplo), para ir ao banheiro, beber água, e também conferir se tudo está bem em casa. É possível também, nesse período, praticar alguma atividade relaxante por alguns minutos, como brincar com seu cachorro ou acessar a internet. Ao voltar ao trabalho, compense esse tempo. É importante que a carga horária diária seja a mesma, e respeitada todos os dias, para criar uma certa rotina.

– Evite as distrações da internet:

Redes sociais, programas de mensagens instantâneas, ou mesmo aquele joguinho super divertido. Se eles são proibidos dentro de uma empresa, porque seriam liberados no seu home office? Melhor evitar esses grandes consumidores de tempo, e somente acessá-los quando for fazer suas pausas de descanso e dispersão. Mas tenha cuidado! Mesmo que você os utilize durante as pausas, cuide para que eles não tomem muito espaço. Respeite seus horários.

– Considere trabalhar de madrugada:

Se todas essas dicas não forem eficazes para você e o seu ambiente familiar ainda está atingindo a sua produtividade, considere horários durante as madrugadas: além de serem mais silenciosas, algumas pessoas têm a tendência natural de produzir melhor durante as noites. Se você é uma dessas pessoas, aproveite o tempo em que o silêncio será seu melhor aliado.

Por Patrícia Generoso

A produtividade é algo essencial na vida das pessoas, seja ela no trabalho ou em qualquer outro tipo de contexto da vida. Há sempre aquela pressão para ganhar mais dinheiro, vender mais, consumir mais, ter mais ou menos tempo, enfim, há sempre o desejo de superar-se e superar tudo cada vez mais.

Portanto, é preciso ter muito cuidado com excessos, pois as pessoas nunca estão satisfeitas com o que conseguem, por isso, é sempre bom ter disciplina e autocontrole para tudo.

Se você busca ter produtividade na sua vida, com equilíbrio, atente às dicas a seguir:

1. Dedique-se a organizar seu tempo

Tempo é dinheiro, e uma pessoa produtiva acredita muito nisso e segue à risca. Ela faz do seu tempo sua maior prioridade e não deixa passar nada em branco.

Qualquer tempinho que seja, é tempo suficiente para produzir. Ela, inclusive, deixa de fazer coisas que considera importantes, como se divertir com as pessoas que ela mais ama, para se dedicar totalmente às suas tarefas. E não descansa até vê-las prontas.

Por isso, se você quer ser uma pessoa produtiva em sua vida, seja no trabalho ou em qualquer outra área da sua vida, dê valor ao seu tempo e dedique-se fielmente à ele.

Organize-se por meio de agendas e aparelhos eletrônicos, coloque tudo ao seu redor para lembrar você das tarefas que tem que fazer, mas não deixe de se organizar.

2. Produza com amor e ame ao que faz

Não basta amar o que faz, é preciso produzir com amor para que tudo saia da forma mais perfeita possível. Independente do que você faz na vida, se você colocar um pouco de carinho você estará colocando um pouco da sua essência, e sua essência diz muito sobre quem você é.

Portanto, lembre-se sempre de que tudo que é feito com amor, está sempre fluindo para o bem e para a perfeição.

Por Daniela Almeida da Silva

Cada dia que passa você está mais atarefado e mesmo assim seu chefe não facilita pra você? Você não encontra uma forma de ser produtivo diante de tantas obrigações? Parece que, para que você alcance as metas e objetivos da empresa, ele está sempre te desafiando mais? Se este for o seu caso, siga as dicas de especialistas abaixo:

1- Realize um planejamento diferente cada semana

Marco Fabossi, coach e especialista na área de gestão de tempo e produtividade diz que o melhor a fazer é se dedicar a um planejamento realizado semanalmente. Ele afirma que com apenas 15 minutos em um final de semana você consegue planejar a semana inteira, mas não deixe pra fazer isso durante a semana.

Escreva em um caderno de anotações como irá proceder com suas tarefas durante a semana. A estratégia será planejar 70% desse tempo, deixando os outros 30% para fins de urgência, por exemplo.

2- Priorize tarefas

Para evitar de realizar várias tarefas ao mesmo tempo, experimente priorizar as mais importantes e urgentes. De acordo com Christian Barbosa, especialista em produtividade e gestão de tempo, o ideal é compartilhar as tarefas com o seu chefe para definir prioridades. Às vezes também será preciso dizer não.

3- Abuse da tecnologia para organizar suas atividades

Utilize mais o Google Apps, Outlook, Excel, seu smartphone ou até um caderno ou uma agenda normal mesmo. Coloque as tarefas mais urgentes em primeiro lugar, depois você pode organizar as atividades mais rápidas e simples, em seguida agrupe as tarefas similares e por último distribua todas as outras que sobraram.

4- Fuja dos "ladrões" que roubam seu tempo

Christian Barbosa enumera os seguintes elementos como ladrão do nosso tempo: redes sociais, e-mails, reuniões, falta de organização, conversas paralelas em celulares, entre outros. Para se livrar disso, o ideal é estabelecer um horário para cada um deles. As reuniões precisam ser breves e objetivas e a falta de organização reparada com tudo em seu devido lugar. 

Carlos Cruz, consultor e coach executivo, diz que distrações internas como ansiedade, medo, insegurança e ficar pensando no fim de semana,  também nos roubam tempo.

5- Foco no trabalho e em resolver os problemas

Você pode planejar tarefas pessoais simples no seu próprio expediente, como pagar uma conta, ligar para o seu filho, agendar consultas médicas, etc. Se não houver abusos, isso pode diminuir impactos negativos na sua produtividade, diz Christian Barbosa.

Já para Carlos Cruz, alguns problemas pessoais podem ser vistos como desafios, se você focar no seu trabalho e transferir seus problemas para o aprendizado. Caso contrário, você deve resolvê-los o mais rápido possível.

Por Daniela Almeida da Silva

Nas mais diversas circunstâncias da vida somos obrigados a experimentar diferentes situações e, por mais angustiante que seja a experiência, sempre nos agarramos à ideia de que o futuro será promissor e que as "boas novas" mais cedo ou tarde nos favorecerão.

E manter esse tipo de pensamento é bom. Mais encorajador e determinante ao sucesso, quando temos a sensibilidade de olhar na direção de diferentes ângulos e abstraímos desses contextos pontos chaves a serem trabalhados e nos comprometemos com a mudança.

Não é de hoje, por exemplo, que se ouve "para toda ação, há uma reação". Obviamente, o nosso sucesso depende da forma como nos posicionamos perante os desafios da vida.

Todavia, você pode estar se perguntando: O que acontece comigo? Tenho bons cursos, experiência profissional, estou sempre à disposição da empresa, fazendo horas extras e etc. Porém, não me sinto plenamente realizado, falta reconhecimento, autonomia, salário compatível e, em outras palavras, pareço estar parado no tempo.

Pode estar acontecendo com você o que Fernando Cunha (Portal RH), chama de empregado ou líder "Arroz com Feijão". O que isso quer dizer? Que não basta ter uma graduação, agregar duas ou três pós-graduações, doutorado ou ir para o exterior. Isso faz parte. Mas, o essencial é saber o que você precisa fazer para melhorar seu desempenho.

Para exemplificar, Fernando usa um exemplo típico do funcionário "Arroz com Feijão": imagine que são 12h e você enfim parou para ler e-mails, ao conferir a caixa de entrada você visualiza uma mensagem do seu diretor enviada às 8h solicitando um gráfico de controle orçamentário do seu setor para que ele possa tomar uma decisão importante.

O gráfico precisa ser enviado até as 13h, mas isso não será possivel. Pois, o funcionário "Arroz com Feijão", mesmo tendo conhecimento de todas as informações, não tem ideia de como consolidá-las em um gráfico, depende de terceiros para tal feito.

Tomando como base o exemplo, Fernando aconselha: se você é um Arquiteto, aprenda a utilizar um programa de desenho digital, se é Administrador  saiba utilizar bem um gerenciador de planilhas eletrônicas, se é Advogado ou Psicólogo aprenda a utilizar um editor de textos, ou seja, domine as ferramentas que contribuam para sua efetividade enquanto profissional.

É bom lembrarmos sempre de que nossas atividades estão relacionadas a prazos e o tempo não pára por nossa causa. Daí a necessidade de se ter esse conhecimento.

Por Kesianne Ferreira

Produtividade é algo que é exigido em qualquer ramo profissional e é o diferencial entre as pessoas. Porém, cada um tem seus limites, um tipo de conhecimento e segurança.

Com o passar do tempo, uma pessoa que se enrola na execução de um trabalho e que é inseguro pode acabar tendo problemas com o chefe e ser demitido.

Pessoas preguiçosas tendem a ser mais produtivas e inteligentes, já que procuram o caminho mais fácil para se realizar determinada tarefa. Porém, ser preguiçoso não é sinônimo de sucesso, para ser um preguiçoso produtivo é preciso ser uma pessoa madura e responsável. Quanto mais rápido o meio escolhido para executar um trabalho, mais tempo sobra para fazer outras coisas, então pessoas assim tendem a ter mais criatividade e ser mais procuradas profissionalmente.

Há vários exemplos de preguiçosos em um trabalho, mas um bom exemplo seria na área de Contabilidade. Uma pessoa normal realiza o trabalho fazendo uma conta de cada vez para depois registrar cada uma em uma planilha. Já um preguiçoso usaria um programa (como o Excel) para executar a tarefa, teria a planilha montada e todas as contas feitas, que seria bem mais rápido e prático do que utilizar a calculadora.

Outro bom exemplo é a famosa frase de Bill Gates que circula na internet há um bom tempo e que diz: "Sempre contratarei uma pessoa preguiçosa para realizar um trabalho difícil, pois essas tendem a fazê-lo de forma mais simples".

Porém, como já dito, produtividade e preguiça não são sinônimos. É necessário ver que se já realizou um trabalho, pode pegar outra tarefa para executar e não ser preguiçoso e esperar ordens, esse é um fator importante para a produtividade e sucesso profissional.

Portanto, uma pessoa preguiçosa e responsável é mais produtiva pela simplicidade em resolver problemas e também é mais inteligente por usar mais a cabeça para pensar em meios de se executar tarefas de modo prático.

Trabalho

Por Ingrid Oliveira

A qualificação do funcionário é um investimento com retorno garantido na maioria dos casos. Gera satisfação por parte do colaborador, aumento da produtividade e crescimento da qualidade de seu serviço.

O incentivo, seja por convênio, subsidio ou por financiamento cria um relacionamento e um vínculo cada vez maior entre o colaborador e a empresa, e normalmente gera uma necessidade de permanecer com alta qualidade para que sua posição na empresa não corra riscos e seu beneficio seja perdido.

Incentivos para que o funcionário participe de cursos, treinamentos, graduações e pós-graduações sempre vão gerar uma maior produtividade, mesmo que o emprego fique mais “caro”. A mão-de-obra qualificada pode ter um desempenho superior, compensando ao empregador através dos resultados obtidos.

Por José Alberi Fortes Junior

Existem pessoas que são capazes de iniciar muitas atividades durante um dia de trabalho. No entanto, no final do expediente, nem a metade das tarefas está concluída. O fato que esses indivíduos se dispersam muito facilmente, iniciando as coisas sem conseguir terminá-las.

A conversa paralela, o cafezinho, o msn, o orkut; qualquer uma dessas coisas pode ser um fator de perda da concentração no trabalho. Pode-se dizer o mesmo também do telefone que toca insistentemente.

Dividir as tarefas por ordem de prioridade e tempo de execução é uma boa ideia para torná-las passíveis de serem completadas num período satisfatório. É preciso, muitas vezes, isolar-se um pouco para poder concluir algumas coisas.

Evite ficar se dispersando a todo momento na empresa, ou com certeza, você ficará com uma pilha de serviços inacabados e com aquela sensação de que nada vai para frente.

Seu chefe ou um colega seu estão furiosos com alguma coisa. Você precisa tratar de um assunto importante com eles. Mas será que esse é o melhor momento? Muitas vezes é preciso ter sensibilidade para perceber que em certos o melhor a fazer é ficar calado e deixar a poeira baixar.

Todos podem ter seus momentos ruins. Nessas ocasiões, não é produtivo querer tratar de assuntos que exijam a concentração das outras pessoas. Elas estarão, pelo menos momentaneamente, focadas naquilo em que acabou de ocorrer e mesmo que involuntariamente não terão cabeça para falar sobre nenhuma outra coisa. Algumas vezes adiar certas questões pode ser estratégico.

Sempre avalie o momento certo para tratar sobre os assuntos no trabalho. Adiamentos bem pensados podem contribuir para que tudo seja resolvido de uma maneira muito mais satisfatória depois.