Uma das áreas mais criticadas dos últimos governos é, com pouca margem de dúvidas, a Educação. As escolas públicas são alvo de divergências entre educadores e políticos. Professores reportam baixos salários e, em alguns locais, perigos à própria vida; prefeitos e governadores, por outro lado, por exemplo, afirmam medidas de melhoria realizadas, e que muito mais será feito.

Na segunda-feira (21/03), Fernando Haddad, ministro da Educação, divulgou que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) outorgará bolsas de mestrado a docentes do nível da educação básica. As informações também ditam que os cursos abrangidos pelo intento serão atrelados a esse nível de ensino.

A grande exigência para a concessão de bolsas é o professor permanecer em atuação com turmas na rede pública por, pelo menos, cinco anos depois de concluído o mestrado. De acordo com Haddad, em algumas situações o curso não ocorre na cidade onde o docente reside, portanto, gastos com meios de transporte, alimento e material pedagógico serão custeados.

Uma iniciativa plausível, em princípio. O professor que tiver a oportunidade deve abraçá-la, não para obter um status ou porque o curso será ganho, mas sim em função da própria qualificação, que pode se estender pelo restante de vida e, quem sabe, diminuir a reclamação de falta de qualificação profissional da mão de obra brasileira.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Agência Brasil

Com o aumento da competitividade e das exigências do mercado de trabalho, um curso de pós-graduação virou praticamente um item obrigatório para aqueles que buscam manter-se atualizados. Muitas pessoas, no entanto, frequentam esse tipo de curso apenas visando a possíveis vantagens financeiras ou de olho em uma possível promoção. Mas saiba que eles podem contribuir com muito mais do que isso para sua vida profissional.

A aquisição de novos conhecimentos, o contato com pessoas novas e as diferentes maneiras de se enxergar as coisas são frutos que podem ser colhidos em um curso de pós. Essa bagagem acumulada pode ajudar e, muito, a levar visões inéditas para sua empresa, despertando a criatividade e a inovação.

Tenha participação ativa em seu curso de pós. Debata, discuta e participe com entusiasmo em todas as atividades propostas. Agindo assim, você será capaz de “oxigenar” o modo como você e sua empresa veem o trabalho.