Com a rotina frenética de trabalho, muitas pessoas acabam se descuidando de um item muito importante: a alimentação. Com o advento do “fast food”, as pessoas optam por consumirem comidas rápidas e práticas. Mas isso pode levar a consequências sérias no futuro.

Alimentar-se de maneira correta também durante o expediente é fundamental para manter o pique e produzir bem.

Aproveitar os horários de intervalo para isso é essencial. Procure consumir alimentos saudáveis e sempre faça uma pausa para comer. Devorar sanduíches gordurosos em frente ao computador prejudica sua digestão, pode causar futuras gastrites, além de problemas a longo prazo, como as doenças cardiovasculares. Hidratar-se é uma outra dica. Se você não pode levantar para buscar água no bebedouro, acostume-se a manter uma garrafinha sobre sua mesa.

Não abuse muito do café. Ele também traz malefícios com o passar do tempo.

Alimente-se de forma adequada durante o expediente. Isso só trará benefícios para você a curto e a longo prazo.

Está aí uma questão complicada no mundo corporativo: promessas não cumpridas. Um projeto não entregue no prazo, um produto ou serviço que chega com atraso, uma tarefa que precisa de prazo extra para ser cumprida. Isso acontece, muitas vezes, porque as pessoas são displicentes ou “querem dar o passo maior do que a perna”.

Antes de prometer qualquer coisa a alguém, é preciso se certificar de que você dispõe do tempo e dos meios para cumprir com sua palavra no prazo.

É essencial também não subestimar a rapidez com que o tempo passa e ter um planejamento de execução das etapas ou atividades. Se por acaso ocorrerem imprevistos, é fundamental comunicar com o máximo de antecedência que a promessa não poderá ser cumprida. Isso atenua os efeitos negativos da frustração da expectativa.

Habitue-se a prometer só aquilo que realmente você pode cumprir. Seja realista ao se comprometer com as pessoas e mantenha sempre sua credibilidade.

Algumas vezes as pessoas esforçam-se para desenvolver ferramentas que melhorem a rotina de trabalho ou deem impulso a projeto, mas esquecem-se de dar feedback justamente aos maiores interessados, ou seja, ao cliente e à empresa. Saiba que isso é um erro, pois pode levar à frustração e à sensação de trabalho perdido no futuro.

Tudo na organização precisa ser feito levando em conta um objetivo final. Os indivíduos podem realizar coisas maravilhosas, mas que infelizmente, não afinam com o que o cliente ou a companhia pretendem. Ao trabalhar em novos procedimentos ou projetos, procure apresentar periodicamente cada etapa concluída a seus superiores e/ou ao cliente. Isso demonstra também seu respeito à opinião deles.

Nunca deixe de saber se está no rumo esperado. Como se diz, “nadar, nadar e depois morrer na praia” é muito desagradável tanto para você como para a empresa.

Muitas pessoas se queixam atualmente que falta tempo para executar todas as tarefas no trabalho. Sabe-se que às vezes a carga de trabalho é mesmo excessiva, mas existe também a prática de se deixar as coisas “para amanhã”.

O mundo corporativo moderno é um emaranhado de tarefas, prazos e metas a serem administrados. Nesse contexto, um bom planejamento cronológico de execução de tarefas é instrumento essencial para se ter uma rotina menos conturbada. É preciso eleger prioridades e manter registros eficientes do andamento das tarefas.

É fundamental o uso de uma agenda ou de planilhas eletrônicas, que são ferramentas que ajudam muito a controlar o dia a dia. Não postergue para o dia seguinte coisas que estavam marcadas para hoje. Organize-se da forma mais adequada possível e procure cumprir seu cronograma diário.

Lembre-se: é melhor fazer um pouco a cada dia do que encarar uma pilha de trabalho toda de uma vez.

A ansiedade e a preocupação estão as principais causas de doenças psicossomáticas (aquelas causadas pela influência da mente sobre o corpo). Viver preocupado virou quase que uma mania do mundo moderno. Prazos, contas, metas e outras obrigações tem tirado o sono e a paz de muitas pessoas.

Toda e qualquer atividade que alguém realiza envolve um certo grau de ansiedade. Ela é inerente ao ser humano e na medida certa, é até benéfica. Mas viver ansioso o tempo, pelo contrário, só traz malefícios.

Problemas estomacais, dores sem causa aparente, enxaqueca, tudo isso pode resultar de ansiedade não controlada. É preciso estar consciente de que só se vive um dia de cada vez e nada que se faça poderá mudar isso.

Planejar-se e manter-se organizado parece ser uma boa saída para controlar a ansiedade e a preocupação. Quem é organizado parece ter uma sensação de controle maior sobre a própria vida, o que por consequência diminui muito a ansiedade e a preocupação. Não tente antecipar o amanhã, pois “a cada dia já basta o seu próprio mal”.

O estresse e a correria do mundo moderno são, muitas vezes, resultado do que se denomina de comportamento “workaholic”. Esse tipo de postura tornou-se bastante comum entre as pessoas nos dias atuais.

Horas extras em dias de semana, finais de semana de trabalho, intermináveis viagens de negócios. Todas essas coisas acabam fazendo com que as pessoas negligenciem suas vidas pessoas, o que pode trazer sérios problemas.

Você também se sente assim?

O trabalho, é, sem dúvida, essencial na vida do homem. Mas virar escravo dele não é algo que traga potenciais benefícios no longo prazo. Deixar de lado família, amigos e você mesmo talvez não compense. É necessário conciliar suas atividades para poder contemplar todas as áreas de sua vida. De que adianta trabalhar sem parar, ter muito dinheiro (ou às vezes, não!) e não ter tempo para você mesmo ou para as pessoas que o amam?

Pense bem e pondere se vale a pena ter dedicação extrema ao trabalho, porque caso contrário você poderá se arrepender de tudo o que deixou de viver por causa dele.

Seu trabalho está pronto antes que o de todos os outros colegas. Você é um exemplo de eficiência e competência. Apesar disso, na empresa há com ritmos diferentes do seu, mas que mesmo assim também realizam coisas importantes. É o caso de viver estressado por causa disso? É claro que não.

Pessoas diferentes possuem ritmos de trabalho diferentes. Uns são mais rápidos, outros mais lentos, mas o que importa mesmo no final são os resultados obtidos. Não estamos falando de casos extremos, como os casos daquelas pessoas que nunca cumprem os prazos de execução das atividades, mas sim de ritmos dentro dos padrões aceitáveis.

Se você é mais rápido que seu colega, aproveite para ajudá-lo. Com certeza, ele ficará muito agradecido, e no final das contas, você, ele e a empresa sairão ganhando.

Surge um processo de seleção interna na empresa. A qualificação exigida é um curso superior e você só tem o Ensino Médio, ou uma pós e você só tem a gradução. Você não pode se candidatar à vaga por falta de estudo. Mas isso não precisa ser assim.

Qualificação é um ponto-chave no mercado atual. Nesse sentido, “quem pode mais, chora menos.” Se você parou de estudar há muito tempo, talvez seja a hora de rever prioridades e arregaçar as mangas para voltar aos bancos escolares. Faça um planejamento antes de tudo.

Defina o que e onde você quer estudar. Reflita sobre a escolha dos cursos e se eles lhe trarão benefícios reais no futuro.

Feita a escolha, é só organizar a rotina e seguir firme até o momento da conclusão do curso e a gratificante colheita dos resultados profissionais.

É isso mesmo, você entendeu certo! O trabalho na própria residência das pessoas é um fenômeno que aumenta a cada dia no mundo.

Num mundo de trânsito, correria e dezenas de afazeres, muitas pessoas e empresas estão optando pelo trabalho no próprio domícilio. É um tipo de trabalho como qualquer outro, mas que traz vantagens para empresas e trabalhadores. A empresa ganha em produtividade porque o colaborador trabalha mais relaxado.

O colaborador ganha em qualidade de vida, pois exerce suas atividades no conforto do lar, sem ter que enfrentar engarrafamentos, alimentação desregrada, afastamento dos filhos.

Mas para trabalhar em casa, é preciso também manter uma rotina disciplinada, pois os resultados precisam ser os mesmos ou ainda melhores do que aqueles obtidos na modalidade convencional.

Trabalhar em casa pode ser uma experiência fascinante, então corra atrás das oportunidades e quem sabe logo logo você poderá passar o dia de pijama e chinelos…

Nestes tempos de mundo globalizado, não é nada bom perder tempo no trabalho. 

Uma das causas-chave do tempo desperdiçado no ambiente de trabalho é não saber definir prioridades. Organizar as tarefas por ordem de importância e prazo é uma boa pedida. 

Comece seu dia fazendo uma lista de tarefas em ordem de importância, assim você terá uma visão global de tudo o que você tem a fazer e o que é mais importante. 

Se você é de um setor no qual prazos são fundamentais, planeje tudo de uma maneira que torne fácil o acompanhamento das datas-limite. Não adianta fazer um trabalho com ótima qualidade se ele for entregue muito fora do prazo pré-estabelecido. 

Para aqueles que trabalham por projetos e não em rotinas fechadas, a priorização é essencial. Se você é líder de equipe, mantenha controles eficientes do andamento dos projetos. Gráficos, quadros, planilhas… 

Abuse das facilidades que a tecnologia moderna oferece para organizar seu trabalho e aumentar sua sensação de controle sobre o que você faz.