Começar o ano de 2015 empregado em uma grande empresa é uma das metas de várias pessoas espalhadas pelo Brasil e também ao redor do mundo, principalmente no caso de jovens universitários.

Faltando exatamente 1 mês para o ano de 2014 acabar temos boas notícias, pois podem ser realizadas as inscrições para o Programa de Trainee Noble Agri 2015.

Essa é uma empresa que logo no seu anúncio de inscrição deixa bem claro que o trainee deve possuir uma paixão pelo que faz, além de ser “hands on”, espírito empreendedor e ainda por cima desenvolver sua carreira em um local que é considerada uma das maiores empresas de commodities do planeta, ou seja, esse é um tipo de programa que vai desenvolver o seu potencial e ampliar os seus horizontes tanto pessoal e profissional.

Agora que temos base de algumas informações desse processo às inscrições para esse programa começaram a serem realizadas no último dia 24/11/2014 e vão até o próximo dia 17/01/2015 e estão em busca de candidatos que tenham concluído entre os meses de dezembro de 2012 e dezembro de 2014 os cursos de:

  • Administração de Empresas;
  • Ciências Contábeis;
  • Comercio Exterior;
  • Direito;
  • Economia;
  • Engenharias;
  • Recursos Humanos;
  • Psicologia.

A empresa ainda informa que aqueles que quiserem se inscrever nesse processo deve ter disponibilidade para mudarem de residência, pois as atividades serão realizadas na região de:

1.       São José do Rio Preto, em São Paulo;

2.       São Paulo, São Paulo;

3.       Rondonópolis, no Mato Grosso;

4.       E em Passo Fundo no Rio Grande do Sul.

Achou que somente para nisso que foi descrito acima?

Pelo contrário é necessário ainda possuir nível avançado do idioma Inglês para realizar atividades administrativas.

Com base em tudo isso não perca essa oportunidade e faça as suas inscrições diretamente aqui.

Para aqueles que passarem por todas as etapas classificatórias e eliminatórias a empresa oferecem para os seus trainees um pacote de benefícios e também uma remuneração que é compatível com aquela que as demais grandes empresas oferecem para os seus colaboradores.

Por Fernanda de Godoi