Estudantes do estado de Pernambuco têm mais uma opção para ingressar no mercado de trabalho. Trata-se do processo seletivo para o ingresso de estagiários no Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPE-PE), que abriu os editais n° 02 e 03/2014. O certame destina-se ao preenchimento de 71 vagas de estágio remunerado. Segundo o edital, também será formado o cadastro de reserva com os estudantes que obtiveram boa nota, contudo não foram aprovados.

O edital n° 02/2014 oferece 50 vagas, das quais 5 delas estão destinadas aos candidatos portadores de deficiência, desde que ela seja comprovada por meio de laudo médico. Os aprovados irão atuar junto aos setores da capital e região Metropolitana (8ª, 9ª e 13ª Circunscrições). Já no edital n° 03/2014 oferece 21 oportunidades para estagiários que irão reforçar o quadro das sedes da 1ª a 14ª Circunscrição Ministerial, com exceção da 8ª, 9ª e 13ª.

Podem participar estudantes devidamente matriculados em escoladas de nível médio conveniadas ao MPE-PE. Os estudantes cumprirão jornadas semanais nos períodos da manhã e/ou tarde em período inverso do que está matriculado. Eles participarão de experiências reais, se preparando melhor para o mercado de trabalho. Além disso, terão direito a remuneração mensal e demais benefícios previstos em lei, como vale-transporte e férias remuneradas.

Os estudantes interessados podem se inscrever até às 22h do dia 12 de janeiro de 2015 pelo site www.mppe.mp.br. Vale ressaltar que não haverá taxa de participação. Os candidatos serão submetidos a provas objetivas as quais serão aplicadas somente na cidade de Recife. As provas estão agendadas para acontecer nos dias 25 de janeiro de 2015; em 1º e 8 de fevereiro de 2015 e 15 e 22 de março de 2015, de acordo com a Circunscrição.

A entrega dos documentos comprobatórios (identificação e escolaridade) deve ser entregue até o dia 9 de março de 2015 no caso dos estudantes do edital 02/2014 e até 24 de abril de 2015 para os do edital 03/2014.

Por Ana Rosa Martins Rocha

O MPE-RS (Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul) abriu o edital para a realização de estágio destinada à admissão de estudantes do curso de Direito, cursando entre o 2º e o 9º semestre do referido curso, que atuarão junto à Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Porto Alegre.

O prazo de realização de inscrições é até 4 de setembro de 2013, no horário das 09h às 12h e das 13h30 às 18h,  em caráter presencial, comparecendo junto à Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri, localizada à Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, nº 80, 4º andar, Torre Norte, munidos de documento de identidade com foto.

Os inscritos serão avaliados por meio de prova dissertativa e entrevista individual. A data prevista para aplicação das provas é 9 de setembro de 2013, com início às 14h.  O local de realização das mesmas será informado previamente.

Os aprovados contarão com bolsa-auxílio pago no valor de R$ 4,60 por hora efetivamente comprovada, além de auxílio alimentação de R$ 6,00 e auxílio transporte de R$ 5,60, ambos por dia de exercício do estágio.

O processo terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período de acordo com as necessidades da Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Porto Alegre.

Por Jaime Pargan

O Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul está com oportunidades de estágio para estudantes de Direito que estejam cursando a partir do penúltimo ano da faculdade. Os interessados deverão fazer a inscrição junto ao órgão ministerial, localizado na Avenida Silva Paes,191, centro, o prazo para se inscrever se encerra no dia 3 de julho.

Os candidatos irão trabalhar durante seis horas por dia, sendo preferencialmente no horário das 12h às 18h. O valor da bolsa auxilio é de 4,35 por hora estagiada, 4,57 de auxílio alimentação, bem como 4,90 de para ser utilizado na locomoção.

Um item que os interessados não poderão de deixar de verificar é se as instituições de ensino do qual fazem parte estão cadastradas junto ao Ministério Público Estadual, pois este é um dos requisitos para se inscrever no concurso. O processo seletivo é composto por duas fases: A primeira é uma prova objetiva e dissertativa, o candidato deverá se preparar para responder dez questões objetivas de Direito Penal, parte geral, e uma questão dissertativa do mesmo tema.

Essa primeira fase do processo seletivo vale 100 pontos, sendo aprovado para a próxima etapa o candidato que obtiver uma nota igual ou maior que 7,0. A próxima etapa consiste em uma entrevista pessoal, onde cada candidato será avaliado e receberá uma nota final que se somará com as notas anteriores.

Posteriormente, os aprovados serão convocados de acordo com a ordem de classificação.

Por Renan Valmeida do Nascimento