O governo do Estado de Santa Catarina lançou um projeto inédito no intuito de criar políticas públicas para o setor de pesca artesanal. O programa envolve o monitoramento dessa prática, e para isso está buscando candidatos à função que até agora era realizada apenas na pesca industrial.

São 82 vagas para monitores de pesca com atuação em toda a costa catarinense. O monitor deverá fazer o levantamento estatístico de toda a atividade. Esse projeto surgiu da parceria entre a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (SEAP). Os candidatos selecionados atuarão por 13 meses sem vínculo empregatício, período que poderá ser prorrogado.

A inscrição pode ser feita até o dia 11 de setembro nas centrais da Epagri-SC.

Informações: marcias@epagri.sc.gov.br.