“Eu era feliz e não sabia…”

Você já viu essa frase antes… na verdade já deve tê-la dito inúmeras vezes! Eu a disse 2 vezes em uma semana, e veja só, como o cenário altera o sentido das coisas!

Numa tarde da semana passada, depois de ter almoçado aquela comidinha mais-ou-menos do refeitório da empresa, lá pelas 3 da tarde com a mesa abarrotada de serviço, telefone tocando, chefe chamando, me flagrei olhando pela janela, e no auge da minha TPM pensei: poxa… toda uma vida lá fora e eu aqui…

Bufei, fiz o que tinha para fazer, meia-boca devo confessar, e fui empurrando a semana com a barriga.

Segunda-feira acordei esquisita, dor no corpo, dor de cabeça, muita tosse, peito dolorido. No meio da tarde meu chefe me manda para casa pois eu tinha piorado substancialmente.

Terça-feira acordo com febre, não consigo sair da cama. Me arrasto e consigo ir ao médico que diagnostica princípio de pneumonia. Resultado: 4 dias em casa, antibióticos, cama, febre, botando os pulmões pela boca. Prometo que dessa vez eu páro de fumar!

Quarta-feira, febre, uma verdadeira maria-das-dores. Médico. Injeção. Chuva. Frio. Sessão da tarde. Ops esqueci o horário do antibiótico. Acabou o paracetamol… Farmácia. Moleza (ou fraqueza)? Hum… não tem comida pronta. Miojo.

Quinta-feira, febre, afônica de tanto tossir, verde de fome, geladeira… nada. Tv … nada. Miojo. Olho lá fora e vejo um dia lindo e penso: poxa… toda uma vida lá fora e eu aqui!

Levo um susto! Um choque! Ligo para o médico:

Sim tenho certeza doutor, estou excelente, a tosse diminuiu muuuuito! Dor? Nada!! Sim claro, antibióticos tomados com pontualidade britânica! Não, minha voz é assim mesma, é impressão sua, não estou rouca!! Afônica? Imagina, impressão! Claro, volto semana que vem para repetir os exames e raio X do pulmão! Posso então doutor? Ótimo! Vou pedir a um moto-boy para ir aí trocar o atestado!

Ligo para meu chefe, informo que amanhã estou voltando! Melhora instantanea! Atestado para 10 dias? Que atestado? Não, o médico disse que já estou ótima!

O que? …

Que foi? …

Eu tô o que? …

Fica você em casa doente e sozinha por 4 dias, vendo filme de 20 anos atrás ou reprise de novela, fazendo sua própria comida (miojo e vono né?) conversando com os cachorros, olhando pras paredes e depois venha me dizer que trabalhar fora é ruim! Eu hein!

Márcia Losovoi
Comentarista do Site
Dodói, mas Feliz e faceira!!!