Professores de língua estrangeira que estejam a procura de emprego, a Plan Idiomas Direcionados, empresa situada na cidade do Rio de Janeiro está recrutando. Os idiomas desejados são: inglês, espanhol, italiano, francês, mandarim, alemão e português para estrangeiros.

Os candidatos devem ser fluentes em seus respectivos idiomas, um ou mais. Para participar da seleção é só cadastrar seu currículo, na área Oportunidades do site oficial da empresa e agendar entrevista com os coordenadores.

Os salários serão a base do mercado para esse ramo, que gira em torno de R$ 900, acrescidos de benefício e participação nos lucros.

Mais informações no site www.planidiomas.com.br, pelo telefone: (21) 2272-5450, ou pessoalmente nas unidades localizadas no centro do Rio de Janeiro ou na Barra, saiba os endereços aqui.

Por Thiago Martins

Não é de hoje que o domínio de uma língua estrangeira é um fator seletivo para muitas vagas de trabalho em todo o país. Mas você sabia que quem possui bom domínio de inglês pode ter um salário até 20% superior?

Quanto mais elevado é o cargo de uma pessoa em uma empresa, a necessidade de que exista um nível de inglês superior é iminente.

Em algumas áreas, contudo, é preciso ter bem mais que um inglês fluente. Nas áreas de engenharia, tecnologia e mercado financeiro, por exemplo, é interessante que se possua um bom nível de inglês técnico.

Como estudar inglês em casa?

Existe à disposição das pessoas uma grande variedade de conteúdo na Internet, e até mesmo assistindo a filmes. Alie o que você gosta, com a possibilidade de ver filmes várias vezes.

Outra dica é ligar a TV em um canal com conteúdo da língua que deseja aprender. Por exemplo: para inglês (CNN, BBC), para alemão (Deutsche Welle), para italiano (RAI), e assim por diante.

Veja abaixo um vídeo interessante exibido no Jornal Hoje:

Vivemos em uma aldeia global. O processo de integração do comércio e das telecomunicações não para. Pessoas e mercadorias se locomovem rapidamente pelo mundo todo. As distâncias parecem ter diminuído. Nesse contexto, dominar uma língua estrangeira deixou de ser um diferencial competitivo e passou a ser uma necessidade.

Mesmo que o ramo em que você trabalhe não exija de imediato que você fale uma língua estrangeira, ela será sempre um investimento que vale a pena. Ela enriquece seu currículo, te dá oportunidade de estabelecer novos contatos e conhecer pessoas. Indivíduos que falam línguas estrangeiras são bem vistos pelo mercado, pois demonstram interesse na aquisição de novas competências.

Pense seriamente em começar a aprender uma língua estrangeira. Seu mundo vai se abrir e quem sabe de quebra você não consegue um emprego melhor.

Um analista de RH tem dois currículos diante de si: um bem volumoso e outro sintético e objetivo. Sinceramente, se você fosse, qual dos dois você leria primeiro? Obviamente o mais curto. Vamos analisar o porquê dessa decisão.

Mesmo no departamento de RH, o que se precisa no dias atuais é agilidade. Currículos com detalhes demais, em geral, são descartados porque quem seleciona simplesmente não tem tempo de lê-los.

Um currículo simples e objetivo, que ressalte as reais qualificações e experiências de trabalho do candidato tem mais chances de ir longe nos processos de seleção. Não coloque dados irrelevantes, nem excesso de dados pessoais.

Cursos que não digam respeito à área para a qual você está buscando uma vaga podem ficar de fora. Destaque seus empregos anteriores e o que de útil você fazia lá. Cursos de informática e línguas também devem ser citados.

Seja perspicaz para elaborar seu currículo, ele pode ser a diferença entre ser contratado ou ficar aguardando um longo tempo na fila de espera.