Algumas vezes o líder pode perder a motivação, mas, caso isso acontecer, é preciso saber sair dessa situação.

A figura do líder é uma das que merece maior destaque nas empresas, pois ele é o responsável por conduzir e motivar a equipe. Mas e quando a motivação do líder não está tão boa? Você sabe como sair dessa situação? Confira:

Trabalhe para a harmonia do ambiente de trabalho: Nada mais desmotivador do que um ambiente de trabalho em que existam conflitos não é mesmo? Não deixe que esse fator atrapalhe sua motivação. Exerça sua liderança e seu poder de influência para resolver os conflitos entre os membros de sua equipe da melhor forma possível.

Reconheça um bom resultado: Uma equipe motivada ajudará o líder a se manter motivado. O clima de otimismo irá contagiar a todos, incluindo você. Elogie, incentive, você mesmo colherá os frutos.

Participe de palestras para líderes: Estar em contato com outros líderes e com os problemas que eles enfrentam talvez seja uma boa ideia para fugir do desânimo. Além de aumentar seus horizontes e melhorar seu círculo profissional, você aprenderá muitas coisas novas com as palestras e cursos que participar.

Reavalie suas prioridades: Talvez o desânimo chegue depois de um resultado negativo, ou de uma grande decepção no ambiente de trabalho. Nesse momento, é preciso reavaliar seus objetivos e ver as causas que estão lhe afastando dos bons resultados. Talvez o que você traçou como prioridade no momento não seja alcançável a curto prazo. É preciso ter visão para perceber o momento de mudar os rumos.

A motivação é importante para o líder, e a partir do momento em que ela faltar, toda a sua equipe pode ser penalizada. Nessas horas, além de seguir as dicas acima, é válido até mesmo a ajuda de um profissional. Quando estamos em uma posição de liderança nos condicionamos a avaliar os outros e às vezes deixamos de nos avaliar pessoalmente. Se você tiver dificuldades em reconhecer o motivo da queda de sua motivação, o melhor a fazer é procurar ajuda especializada.

Por Patrícia Generoso

Para liderar uma equipe é preciso muita dedicação diariamente. Para ter resultados satisfatórios pode-se aperfeiçoar essa competência.

Liderar uma equipe exige comprometimento e muita determinação. Não é fácil lidar com diferentes tipos de personalidades no dia a dia, principalmente, em situações de conflito. O líder inspira e passa confiança para a sua equipe de trabalho, por isso, ele precisa saber conversar, argumentar e ter uma postura própria no ambiente corporativo. Mas, como aperfeiçoar essa competência na Organização? Confira algumas dicas!

– Leitura: a chave de tudo!

A leitura é uma das principais maneiras para adquirir e compartilhar os conhecimentos. Como líder, você tem o hábito de ler? É fundamental procurar dicas em artigos ou livros sobre as áreas que você tem mais dificuldade ou quer ampliar uma determinada informação, por exemplo. Além disso, no mercado, existem vários cursos específicos de liderança. Que tal investir em um? Desta forma, você poderá repassar mais conhecimento para a sua equipe de trabalho ou esclarecer dúvidas que são comuns na área. Outra dica é que você pode ir montando uma pequena biblioteca na sua casa com os principais livros da área.

– Tenha ao seu lado pessoas de confiança.

Como é a sua vida social? Tenha pessoas de confiança ao seu lado, não só no trabalho, mas na vida pessoal também. Seus amigos, por exemplo, podem compartilhar informações importantes com você ou mesmo passar dicas preciosas, que você nem tinha ideia. Por isso, como líder, procure ampliar o seu círculo social. Porém, antes de expor os assuntos relativos do seu trabalho, tenha confiança na pessoa para que ela possa escutar e ajudar a encontrar uma solução para a situação.

– Confie em você e seja persistente.

Os desafios existem para serem superados, por isso, seja persistente e enfrente os seus medos, principalmente, quando os resultados não forem esperados. Lembre-se de que como líder você é o exemplo e a referência da sua equipe, portanto, demonstre capacidade e vontade para crescer e lutar pelas coisas que almeja.  

Por Babi

Ser otimista e ter autoconhecimentos fazem com que o profissional se destaque como líder. Os líderes conseguem encarar os desafios de forma confiante e encontrar soluções assertivas.

As empresas buscam profissionais com perfil de liderança, sobretudo no mercado que está competitivo. Como você encara os problemas na sua Companhia? A forma que a pessoa lida com isso faz toda a diferença na sua vida profissional. Profissionais que são otimistas e têm autoconhecimento destacam-se nas empresas e muitas vezes são reconhecidos como líderes. Você se enquadra nesse perfil? Sabia que o otimismo é fundamental para manter uma boa liderança?

É fato que a liderança é um atributo valorizado em muitas Organizações e o profissional pode desenvolver essa característica, por exemplo. Existem atitudes e pensamentos que exercem influência sobre as pessoas e que colaboram para a formação de um novo líder como, por exemplo, o otimismo, que é essencial no dia a dia e também nos períodos de crise, que pode atingir a empresa.

Os líderes devem procurar encarar os problemas de frente e de forma confiante. Obstáculos sempre vão surgir, mas eles devem ser vistos como aprendizados. Soluções precisam ser encontradas de forma rápida nos momentos difíceis, por isso, o otimismo é um atributo que facilita a busca por um bom resultado. O líder é visto como um exemplo pela equipe e por isso precisa passar não só confiança, mas também segurança. Ao criar um ambiente com muita positividade e otimismo, é possível manter a calma e a tranquilidade e procurar avaliar o lado bom da situação e não focar somente na parte negativa.

Os líderes que são otimistas também conseguem se comunicar com facilidade e contagiar a empresa e desta forma propicia-se um bom clima para o trabalho. Por meio da comunicação, o líder passa a sua visão para os outros membros do grupo e como consequência isso é refletido e todos ficam motivados a trabalhar melhor e pensar no futuro, mesmo que o momento presente não seja bom.

O otimismo é um atributo associado ao sucesso, por isso, os líderes devem cultivar bons pensamentos e ter atitudes que sirvam de exemplo e possa inspirar outras pessoas no ambiente de trabalho. 

Por Babi

Falar demais e ouvir pouco, ser estressado, não saber se comunicar com a equipe mostrar arrogância são as características que podem destruir um líder.

Uma das tarefas mais difíceis na vida profissional é liderar. A pessoa que ocupa essa posição é a principal responsável por motivar a sua equipe, administrar o trabalho, gerir conflitos e problemas que venham a ocorrer e direcionar tudo de uma forma que traga um desempenho positivo para a empresa.

As empresas buscam cada vez mais esse profissional, que tenha essa característica – de liderar. Uma pesquisa feita em 2012 por uma empresa especializada em recrutamento, a Roberto Half, mostrou que no Brasil, 9 em cada 10 empresas têm um profissional com esse perfil.

Mas há um ponto a considerar, segundo os especialistas em recrutamento, que é o fato de que mesmo o profissional tendo essa característica nata, ele precisa ser treinado e preparado para assumir uma posição, um cargo de liderança. Não tendo essa preparação ele pode se tornar, apesar de líder nato, um problema para a empresa.

Há formas de identificar se o profissional é despreparado e se for assim, pode ser prejudicial à empresa. Veja 4 características que podem destruir um líder.

1. Fala demais e ouve pouco:

Tão importante quanto falar com seus liderados é saber ouvi-los, estar atento às necessidades da equipe, bem como às críticas. Um prova de que se é um bom líder é saber ouvir o que seus colaboradores têm a dizer, mesmo que seja uma crítica negativa e ter discernimento, saber que não pode levar a crítica para o lado pessoal. Lembrar sempre da máxima: "Há o momento de ouvir e o momento de falar". Tentar achar o equilíbrio, não exigir demais e não elogiar demais – tanto um quanto o outro cansa.

2. Ser estressado:

Pessoas estressadas, principalmente líderes, desanimam o seu grupo de colaboradores. O estresse faz com que as pessoas fiquem atrás e obcecadas por coisas sob as quais não conseguem ter controle e dessa forma se sobrecarregam, pois pegam tudo para si.

3. Não saber se comunicar com a equipe:

Ponto primordial, uma vez que saber comunicar-se vai fazer com que tenha o controle sobre os acontecimentos. Há que se saber comunicar tanto as coisas boas quanto as ruins e saber equilibrar o tom, não ser nem tão emotivo nem tão rude.

4. Mostrar arrogância:

A humildade é o que vai aproximar um líder de sua equipe, já a arrogância só prejudicará esse relacionamento. Pessoas arrogantes são, normalmente, mandonas – e isso destrói qualquer sinal de liderança de equipe, considerando que os colaboradores terão medo ou não simpatizarão com o seu líder.

Por Elia Macedo

A rede Walmart está contratando profissionais para cargos de chefia e liderança. As vagas atenderão as lojas da Grande São Paulo e também em Minas Gerais.

Os pré-requisitos exigidos são: Ensino Médio completo, disponibilidade para atuar em outra cidade e experiência no varejo e na sua área de atuação.

Os currículos serão recebidos até o dia 30 de janeiro de 2011 pelo e-mail: brchtdse@walmart.com

Os benefícios oferecidos são: Assistência Médica e Odontológica, Vale-Transporte, Seguro de Vida e claro, a remuneração correspondente a cada cargo. 

Além dos pré-requisitos já descritos, os candidatos precisam ter habilidade para lidar com clientes e funcionários.

Quem não tem experiência em cargos de liderança, não precisa ficar desmotivado, há também chance de conseguir um emprego na Walmart consultando o quadro de vagas que está disponível no site da empresa: www.walmart.com.br.

Basta clicar no link trabalhe conosco que poderá consultar as vagas oferecidas e caso interesse, saberá como enviar o curriculum por meio do próprio site.

Por Silvia Baptista.