A empresa Magnesita, atuante na comercialização e produção de soluções refratárias para revestir equipamentos que operam em altas temperaturas, está recebendo inscrições para o seu Programa de Trainee, intitulado Programa Global de Trainee.

As oportunidades são voltadas para candidatos com formação entre maio de 2012 e junho de 2014 em um dos seguintes cursos: Administração, Contabilidade, Ciências da Computação, Comércio Exterior, Direito, Economia, Engenharia (diversas áreas), Geologia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Psicologia, Química, Relações Públicas e Sistemas de Informação.

Além da formação, são necessários os seguintes conhecimentos: informática e fluência na língua inglesa. O candidato precisa também ter disponibilidade para viagens e mudança de cidade, Estado ou país. Características como coragem, simplicidade, flexibilidade, espírito de liderança e determinação são imprescindíveis para fazer parte do grupo de trainees que serão selecionados.

O processo seletivo será composto de provas online, painéis de negócios e entrevistas com o setor de Recursos Humanos e diretores da Magnesita.

O programa possui duração de um ano. Inicialmente, os selecionados passarão por treinamento prévio que ocorrerá na sede da empresa aqui no Brasil, onde serão apresentadas informações sobre a empresa e sua cultura. Posteriormente, os trainees terão a oportunidade de ir a campo, em outros países, visualizar as filiais da empresa. Durante o período do Programa Global, os trainees atuarão em grupos menores, desenvolvendo projetos, os quais serão avaliados pela empresa ao final do programa.

É possível se inscrever até o dia 1º de fevereiro, através do site da empresa – magnesita.ciadetalentos.net. O início dos trabalhos está previsto para 1º de julho de 2014.

A Magnesita:

Hoje em dia a Magnesita possui 28 unidades industriais e de mineração – 16 delas estão no Brasil, três na China, 1 em Taiwan, 3 na Alemanha, 2 na França, 1 nos Estados Unidos, 1 na Bélgica e 1 na Argentina. O que a coloca como a 3º maior produtora de refratários do mundo. 

Por Rafaela Fusieger