Após uma longa trajetória de trabalho, muitas pessoas não veem a hora de se aposentar. Realmente é momento crucial, que é a recompensa merecida para aqueles que dedicaram sua vida a uma empresa, ao governo, a outras pessoas. Mas é preciso tomar providências com um tempo razoável de antecedência para que esse período possa ser vivido da melhor maneira possível.

É grande o número de pessoas que acham que aposentadoria é um evento muito distante para que elas tenham que se preocupar com ele. Mas isso não é verdade. O tempo passa muito rápido e é necessário fazer uma reserva financeira adequada, seja ela pelos meios oficiais ou de maneira privada. É fundamental manter também um sólido círculo de amizades para poder manter uma vida ocupada depois que se deixa o trabalho.

Comece a pensar em sua aposentadoria com a devida antecedência. Você verá que no futuro isso representa a diferença entre uma vida tranquila ou uma experiência por vezes traumática.

Sempre que as empresas iniciam processos de cortes de custos, é quase uma regra iniciar as demissões por aqueles cargos que são melhor remunerados. Isso corresponde, geralmente, às pessoas com maior tempo de casa, na faixa etária dos 40 anos ou mais. Anos de experiência são muitas vezes trocados por uma economia que no final das contas pode acabar não compensando.

Pode-se dizer que é praticamente inevitável que os mais experientes passem, mais cedo ou mais tarde, por uma experiência de desemprego. O importante é saber que isso não é o fim do mundo. É preciso ter a cabeça erguida e ir à luta. Ainda existem companhias que valorizam os profissionais mais velhos, por acharem que a vivência deles pode agregar muito ao treinamento dos mais novos. Os cabelos brancos e as rugas no rosto não são apenas sinais de que o tempo passou, mas também de uma larga bagagem profissional que pode e deve ser aproveitada.

Não se desespere se você é um “sênior” temporariamente desempregado. Há uma luz no fim do túnel. Basta não desistir de tentar alcançá-la.