Após dois anos desligados da obrigatoriedade de cumprir estágio, os estudantes normalistas do Rio de Janeiro voltam a estagiar após convênio assinado entre as Secretarias Municipal e Estadual de Educação. O acordo determina o retorno do estágio obrigatório para alunos do curso de formação de professores do ensino médio da capital carioca.

O programa não tem vínculo com a Prefeitura e não acarretará em ônus para o município. Interessados em estagiar em uma das 1.062 unidades de ensino da cidade devem se inscrever nas Coordenadorias Regionais de Educação (CRE) e aguardar encaminhamento.

Claudia Costin, secretária municipal do Rio de Janeiro, alega que o processo de estágio é fundamental para a formação dos professores, servindo como um enriquecimento curricular e como importante ferramenta para ambientação do profissional no seu futuro universo de trabalho.