Um grande número de pequenas ou até mesmo de médias empresas são administradas por famílias. Esse fato traz consigo vantagens e desvantagens. É preciso ter um discernimento muito grande para que os laços familiares não acabem atrapalhando o andamento dos negócios.

As relações entre pessoas de um mesmo núcleo familiar são extremamente complexas. Quando se trata de trabalhar em conjunto então, as dificuldades são ainda maiores.

Os conflitos dos setores pessoal e profissional podem acabar se misturando e ocasionando problemas cuja solução é, na maioria das vezes, muito complicada. Assim, familiares que trabalham  juntos devem priorizar ao máximo a separação entre suas vidas profissional e corporativa. Esses indivíduos devem ter em mente que “roupa suja se lava em casa”.

Um empreendimento familiar com certeza pode ter muito sucesso. Basta que as pessoas que participam dele tenham consciência de que empreender exige profissionalismo e isenção.