Para encontrar a tão sonhada vaga de emprego é preciso saber onde buscá-la.

Está em busca da tão sonhada vaga de emprego, mas não sabe por onde começar a procurar? Pois saiba que o ambiente digital reserva grandes oportunidades para quem está atrás de uma melhor posição ou recolocação no mercado de trabalho.

Atualmente, existem no Brasil, sites de emprego que, com certeza, te ajudarão na sua busca. E o melhor, você não precisa sair de casa para isso.

Duvida? Pois nós te daremos uma lista dos dez melhores portais para você achar a vaga que procura. Vamos a ela.

1. Agência Emprego Brasil ( http://www.agenciaempregobrasil.com.br/ ): com a oferta de vagas de emprego, trainees e programas de estágio, o site trabalha com redatores que rastreiam as oportunidades de trabalho, de forma a deixar os candidatos a par do que está sendo disponibilizado no mercado de trabalho, com conteúdos muito originais e, principalmente, especializados.

2. Trabalhou.com.br ( https://www.trabalhou.com.br/ ): oferece inúmeras notícias sobre vagas de emprego que estão sendo disponibilizadas, com banco de currículos e muitos outros materiais educacionais para ajudar o candidato na hora da procura e escolha.

3. Vagaemprego.com.br (http://www.vagaemprego.com.br/ ): seguindo a mesma linha das anteriores e com um extenso banco de vagas e de currículos, o portal é uma excelente opção de site para quem procura uma vaga, indiferente da região em que o candidato está.

4. SINE (http://www.sine.com.br/ ): atua na divulgação de vagas de emprego em toda a extensão do País. Foi desenvolvido pelo Banco Nacional de Empregos (BNE) no intuito de contribuir com o mercado de trabalho, de forma a ser um elo entre empregado e empregador.

5. InfoJobs (http://www.infojobs.com.br/ ): também com o intuito de diminuir a distância entre a vaga e o candidato, o InfoJobs é um portal com oportunidades de trabalho e que busca talentos, oportunizando que os candidatos cadastrem seu currículo.

6. Indeed (http://www.indeed.com.br/ ): considerado um acelerador ao recrutar candidatos no Brasil, o portal fornece vagas que se adequam a cada perfil.

7. Trampos (http://trampos.co/ ): especializada na busca de candidatos e divulgação de empregos, a Trampos se trata de um projeto colaborativo, exatamente por este motivo, de servir como um elo entre pessoas e empresas.

8. Curriculum (http://www.curriculum.com.br ): trabalha na divulgação de vagas e possibilita o cadastro de currículo para que outras organizações vejam o seu perfil.

9. CIEE (www.ciee.org.br): o Centro de Integração Empresa-Escola é especializado para aqueles alunos que buscam uma colocação em um primeiro estágio ou como aprendiz. A instituição trabalha, portanto, com empresas parceiras que abrem oportunidades para estes.

10. Catho (http://www.catho.com.br/): trabalha na divulgação de cargos. Porém, para utiliza-lo, é preciso pagar uma mensalidade.

Gostou das nossas dicas ou já utilizou algum destes portais para localizar um emprego? Conte-nos sobre a sua experiência nos comentários. Ainda, se você tem mais alguma sugestão, não deixe de compartilhá-la para que mais pessoas possam se informar.

Por Kellen Kunz

Férias é direito de todo funcionário sob o regime CLT.

É direito de todo funcionário sob o regime de Consolidação das Leis Trabalhistas gozar de férias depois de 1 ano trabalhado, segundo artigo 129 e 130 que rege a CLT.

O empregado tem direito de usufruir 30 dias corridos, de férias e longe do trabalho, sem que isso lhe traga qualquer prejuízo salarial. Contudo, poucas pessoas têm conhecimento de como se faz o cálculo das férias.

Direito a férias:

Todo ano ao final de doze meses trabalhados o empregado tem direito a tirar trinta dias de férias, isso ocorrerá a partir do inicio de seu contrato. Geralmente o período de férias concedido ao funcionário é de 30 dias, esse tempo de 12 meses é chamado de período aquisitivo de férias, mas tudo vai ser calculado em cima do número de faltas que ele recorreu no ano.

– Caso o empregado tenha até 5 faltas, terá direito ao gozo de 30 dias de férias

– De 6 a 14 faltas, seu direito cai para apenas 24 dias de férias

– De 15 a 23 faltas, somente poderá tirar 18 dias de férias

– E se as faltas tiverem um número de 24 a 32, seus direitos serão apenas de 12 dias de férias.

Caso as faltas ultrapassem os 32 dias no período aquisitivo, o empregado perde todo direito de tirar férias.

Vale lembrar que em alguns casos a ausência do empregado não é considera falta, como por exemplo:

– Casamento: 3 dias poderá faltar ao trabalho

– Nascimento de filho: 1 dia de afastamento

– Licença-Maternidade: O tempo que durar

– Doação de sangue: 1 dia por ano, após doação voluntária

– Acidente de trabalho: Ausentar-se por acidente, desde que seja atestado pelo INSS

– Em dias de vestibular, Enem e exames para curso superior

– Falecimento de cônjuge: 2 dias

– Dispensa dada pela empresa e para funcionários públicos que foram suspensos por inquérito administrativo.

Cálculo de férias básico:

Sabendo-se que a base de remuneração é a mesma do período de concessão, logo essa base de remuneração é uma soma de:

– Salário bruto + adicionais de horas extras feitas nos últimos 12 meses + adicionais noturnos + insalubridade.

A partir do salário bruto será calculado as férias em função dos dias trabalhados. O valor do dia de ´férias’ é calculado, dividindo esse valor por 30 e multiplicando o resultado pelo número de dias trabalhados.

Por Ruth Galvão

Procurar Emprego – Dicas e Estratégias para Conseguir uma Vaga

Confira aqui algumas dicas e estratégias para conseguir a tão sonhada vaga de emprego.

Entregar currículos e enviar e-mails sem obter retorno pode ser uma tarefa desgastante para quem busca emprego. Se você quer trabalhar ou mudar de emprego, mas já está desanimado, o segredo é se organizar, montar um projeto objetivo e separar tempo para ir atrás.

Para que a procura seja eficiente, é preciso conhecer seus pontos fortes, suas melhores habilidades e se organizar para obter o melhor resultado sem perder tempo.

1. Conheça suas Preferências

Para começar, você precisa saber em que área quer trabalhar. Conhecer e filtrar suas capacidades pode ser uma tarefa árdua, mas necessária. Quando você traça um perfil e especifica sua aptidão para certo tipo de serviço, o empregador saberá como te encaixar na empresa.

Nesse momento é importante também procurar empresas que possam lhe fornecer a área que você está à procura.

2. Monte seu currículo

Agora que você já sabe o que quer fazer no mercado, é preciso caprichar no currículo. Ao contrário do que muita gente pensa, não é preciso colocar foto nesse documento. Em empresas maiores, os entrevistadores utilizam filtros eletrônicos específicos. Se seu currículo tiver as palavras-chave para o cargo, a possibilidade de entrarem em contato é maior.

Tenha uma cópia do currículo sempre com você, no seu e-mail ou em um pen drive. Caso a empresa entre em contato, quanto mais rápido for a resposta, maiores as chances para a vaga.

3. Comece a busca

Com currículo pronto e uma lista inicial de empresas, é hora de fazer contato com sua rede de amigos e colegas de trabalho. Você pode perguntar o que eles sabem sobre atuais vagas de emprego e pedir conselhos ou contatos.

Participar de palestras ou feiras de negócios pode ser de grande ajuda, pois além de conhecer mais empresas do ramo que você procura, ainda é possível apresentar seu cartão para os representantes presentes.

4. Programe-se

Para não se perder no caminho, é válido montar um cronograma e segui-lo com seriedade. Esteja atento à suas metas e mantenha seus contatos atualizados.

Se você já contatou empresas, entregou currículos e está esperando uma resposta, mande um e-mail para que o RH confirme. Caso a vaga seja sua, mas ainda não marcaram entrevista, espere de cinco dias a uma semana para que o pessoal possa se organizar. Depois disso é só entrar em contato.

5. Esteja preparado

Você entregou currículos, contatou amigos e visitou empresas, agora é hora da entrevista. Não estar preparado pode colocar tudo a perder.

Conseguir um emprego de qualquer coisa é difícil quando os recrutadores procuram por especialistas. Quanto mais você dominar a área a que está concorrendo e quanto mais segurança demonstrar, mais fácil vai ser de começar no novo emprego.

Caso você esteja trabalhando, agende entrevistas para horários que não atrapalhem seu dia na empresa. Nesse momento, profissionalismo é tudo.

Por Fábio Santos

Dicas para ir Bem na Entrevista de Emprego

Confira aqui algumas dicas para ir bem na entrevista de emprego.

Todos já devem saber que nesse momento de crise muitas empresas no Brasil estão cortando gastos, por isso, se você deseja entrar no mercado de trabalho, saiba que será preciso conhecer dicas e informações que são cruciais para ser contratado.

Vamos mostrar aqui quais são as 10 principais informações para se destacar na entrevista e deixar de lado todas as dificuldades que muitos apresentam. Alguns especialistas ainda mencionam que o candidato precisa pensar e deixar claro nesse momento onde e como vai poder contribuir com a empresa.

Então veja abaixo as dicas e se prepare para as próximas entrevistas que vai comparecer:

1 – Saiba que na entrevista é necessário tentar quebrar o gelo, porém, isso não deve ser feito com muita intimidade, pois o entrevistador não é seu amigo. Não tente conduzir as questões, pois a entrevista é uma espécie de prova.

2 – Antes de ir na entrevista, acesse a internet e faça uma breve pesquisa sobre a empresa. Se possível tente também conversar com pessoas que trabalham nela e tente levantar o máximo de informações possíveis para se destacar na seleção.

3 – Seja pontual e sempre se apresente com 10 ou 15 minutos de antecedência. Sempre opte por comparecer em entrevista com roupas formais, mas esteja dentro do seu estilo para não mostrar desconforto.

4 – É muito importante saber falar sobre si e sobre os resultados que já conseguiu em outras empresas que trabalhou, isso deve ser feito de maneira bem estruturada. Falar sobre metas que já conseguiu conquistar pode mostrar ao entrevistador o quanto você poderá agregar na empresa.

5 – O candidato precisa sempre saber falar sobre seus pontos fortes e pontos negativos que estão sendo trabalhados para melhoria.

6 – Se tiver chance, fale dos motivos que acredita ser a pessoa ideal para a vaga em questão. Nesse momento é possível descrever sua formação, idiomas experiências anteriores, etc.

7 – Use exemplos e casos reais que podem mostrar suas competências comportamentais e aptidões técnicas.

8 – Seja sempre claro e objetivo no momento que for responder as questões da entrevista e tente não se alongar muito, pois isso pode gerar mais questões e também podem comprometer seu desempenho.

9 – Escolha pessoas com boas referências profissionais para citar na entrevista, pois se conhecer uma pessoa que não tem um bom perfil, pode fazer com que tenham receio em te contratar.

10 – Esteja aberto a negociação nos quesitos de remuneração ou carga horária, pois flexibilidade é um benefício admirado pelas empresas.

Yasmin Fernandes Robles

Dicas de Como se Preparar para uma Vaga de Trabalho

Confira aqui algumas dicas de como se preparar para se dar na hora de procurar trabalho.

Estamos em fase de crise neste momento em nosso país. A dificuldade para encontrar emprego tem aumentado, principalmente para os despreparados. Cada vez mais as empresas buscam profissionais competentes, condizentes com a vaga, profissionais que sejam acima de tudo "profissionais".

Pensando nisso vou dar algumas dicas, cujo são essenciais para uma maior chance de ingressar no mercado de trabalho nesses tempos difíceis e em que se destacar entre a multidão de desempregados é TUDO.

Primeiramente conheça a empresa para a qual deseja trabalhar. Pesquise, se informe, estas são boas qualidades para quem quer fazer a diferença e mostrar que realmente merece a vaga ofertada.

Após saber e conhecer a empresa, você tem que se candidatar à vaga e um currículo bem feito e apresentável é indispensável para uma primeira boa impressão. Dentro de um bom currículo não esqueça de que precisa definir a área de atuação e salário almejado.

Mantenha e atualize seus contatos, tanto pessoais quanto profissionais, pois conhecer pessoas influentes e que possam fazer indicações de seu trabalho faz com que tenha mais chances a uma vaga.

Com a concorrência cada vez mais alta e preparada, esteja sempre de olho nas vagas que deseja, de olho nas respostas posteriores às entrevistas, olhe sempre seu e-mail, mensagens no celular, enfim, esteja atento a todos os meios de comunicação que disponibilizou em seu currículo.

Esteja sempre preparado para a vaga desejada, faça cursos profissionalizantes, se possui faculdade concluída se especialize na área que tem mais afinidade, se não concluiu os estudos, conclua. Esteja em constante preparação, assim terá mais sucesso em sua vida profissional.

Busque informações na internet, a melhor ferramenta para toda e qualquer tipo de pesquisa, utilize desde a pesquisa para saber mais sobre a empresa, a produção do seu currículo, a dicas para se dar bem nas entrevistas, para organizar seus contatos profissionais e até para estudar e se profissionalizar como, por exemplo: os cursos à distância que oferecem praticidade ao nosso dia a dia tão cheio de afazeres. E até mesmo para conseguir uma vaga de trabalho na internet.

Enfim, você possui dicas importantes e formas de como se destacar para conseguir um bom emprego! Espero ter animado e ajudado!! Boa sorte!!!

Alessandra Camargo Goulart

Dicas de Como Ir Bem na Entrevista de Emprego

Confira aqui algumas dicas para se dar bem na Entrevista de Emprego.

Finalmente aquela empresa que você sempre quis trabalhar te chamou para uma entrevista. É comum o nervosismo, mas saiba quais os passos para se dar bem na hora da conversa e conseguir garantir a vaga.

1. Saiba seu currículo de trás para frente

Não é preciso decorar até os pontos finais, mas é imprescindível que saiba quais experiências, cursos, certificações e atividades constam nele. Não se esqueça de atualizá-lo sempre.

2. Pesquise sobre a empresa e a vaga

Você conhece mesmo a vaga para que se candidatou? Se tem certeza disso, perfeito! Caso contrário, melhor dar uma olhada sobre as funções, salário base e informações pertinentes.

Saiba mais que o nome da empresa! Olhar a página e pesquisar na internet mais detalhes é sempre bem visto, já que é bem bacana mostrar interesse real sobre as atividades desenvolvidas pela organização, não somente pelo seu setor.

3. Evite atrasos

Melhor chegar cedo que atrasado. Programe-se para sair de casa com tempo para chegar ao local com pelo menos trinta minutos de antecedência, nunca se sabe dos imprevistos que podem ocorrer no percurso.

Caso não seja possível chegar no horário, ligue e converse com o entrevistador sobre o imprevisto, se possível reagende o horário.

4. Responda e Faça Perguntas

Saber responder com sabedoria é excelente, mas fazer perguntas inteligentes é perfeito! Mostra interesse e preparo para a vaga e empresa.

Se não tiver dúvidas, não gaste o tempo do recrutador, ele irá saber se você está interessado de verdade.

5. Não Minta

É tentador dar um up no currículo, mas não haja com inverdades. Por mais elaborada que seja, uma hora essa mentira vai acabar vindo à tona. Se disser que é fluente em inglês, realmente o seja, pois se um dia aparecer um turista pela empresa, você poderá ser chamado como tradutor e será constrangedor.

6. Seja Você Mesmo

Não é preciso vestir uma fantasia. Se você é uma pessoa agradável e se considera apto à vaga, não há motivos para nervosismo. Fale com calma e mostre suas qualificações.

7. Despeça-se sem Dúvidas

Não deixe de esclarecer suas dúvidas, seja sobre a empresa ou vaga. Caso não tenha ficado claro, pergunte sobre como será a próxima etapa da seleção. Seja firme sem autoritarismo e mantenha contato visual sempre.

CMCS

Dificuldade para Conquistar o Primeiro Emprego ou Estágio

Concorrência cada vez maior e exigência de experiência complicam a vida de quem busca o primeiro emprego ou estágio.

Jovens quando terminam o 3° ano do Ensino Médio já pensam "qual faculdade fazer?', "o que vai render dinheiro?"e "como vou pagar a faculdade?", não é mesmo?

Hoje em dia o mercado de trabalho está cada vez mais difícil e rigoroso, a maioria precisa trabalhar ou estagiar para pagar sua faculdade. O problema é que conseguir o primeiro emprego ou um estágio na área não está nada fácil para os calouros. Muitos entregam currículo, são chamados e logo no início da entrevista se decepcionam com as perguntas do tipo, tem experiência?

É de decepcionar qualquer um. Como eles pedem experiência, se eles mesmo não dão oportunidade para o aprendizado dos alunos?

Ninguém nasce sabendo, o que falta no mercado é oportunidade, pois capacidade e força de vontade tem de sobra. O aprendizado vem com o tempo e a cada oportunidade dada, é um novo conhecimento para todos.

O que parece é que quanto mais tem jovens crescendo no nível de escolaridade, o mercado de trabalho não conseguem acompanhá-los. Com isso, não tem um certo tipo de paciência para ensiná-los.

Um exemplo é os estágios que oferecem uma bolsa-auxílio com um salário baixíssimo, o que aparenta ser é que as empresas acham que o aluno tem que aprender na prática, portanto, tem que trabalhar ganhando pouco mesmo, já que não é formado. Por isso, muitos desanimam logo de início, por acharem que não vão conseguir quando vêem o nível de experiência que é exigido para pessoas que estão querendo apenas uma oportunidade para aprender e que perdem por não terem a tal da experiência desejada por muitas empresas.

Não é que não existam vagas, existe sim, porém, o nível que estão pedindo é alto para os novatos, muitas empresas ainda escrevem “não é necessário experiência” e logo embaixo “necessário falar pelo menos duas línguas fluentes”.

Ou seja, o aluno se perde e acaba sem saber como fazer no meio de tanta dificuldade imposta ao caminho.

O importante é não desistir. De fato, está difícil conquistar um estágio ou emprego. Enquanto não consegue uma vaga, o aluno não pode perder o foco, deve é insistir que uma hora virá a recompensa.

Luyze dos Santos de Souza

Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve tomar na hora da entrevista de emprego.

Seja você um candidato experiente ou esteja indo a sua primeira entrevista, sempre bate aquela dúvida  e insegurança em relação a maneira em que devemos nos apresentar numa entrevista de emprego. Então separei umas dicas de alguns especialistas para que você se sinta seguro e pronto pra arrasar na sua entrevista.

1. Contato no currículo: Um dos muitos erros que passam despercebidos pelos candidatos são os contatos telefônicos deixados nos currículos, eles precisam estar atualizados e quem for atender esses números tem que ser educado e gentil, quando for marcar a entrevista apresentar disponibilidade, pois esse é um ponto muito importante para se estabelecer um bom primeiro contato. Por mais ansioso que o candidato esteja, tem que evitar qualquer tipo de pergunta que não seja sobre o local e a data da entrevista, perguntas fora de hora podem deturpar o perfil do candidato.

2. Pesquise sobre a empresa: missão, valores, o que a empresa faz, de que maneira que você pode contribuir para o crescimento dela e onde você pode se encaixar lá. Hoje a internet acaba sendo uma ferramenta muito útil nessa área, pois a maioria das empresas possuem sites  que falam muito sobre a sua historia.

3. Roupa adequada: Vista como se já trabalhasse lá, pesquise como as pessoas que lá trabalham se vestem, se puder de uma passada antes na empresa para observar, na dúvida use social. Cabelo e unha bem cuidados. Seja extremamente pontual.

4. Currículo: Leve um currículo extra, ele deve estar atualizado, estude sobre si mesmo, conheça seu currículo, esteja pronto para responder com clareza  sobre suas experiências especificadas no currículo, tente mostrar o que suas experiências podem agregar a empresa. Ao falar evite usar gírias e cuide com os erros de português.

5. Esteja pronto para responder questões tais como: Fale ao seu respeito? Quais foram suas conquistas até agora? Você está satisfeito com sua carreira? Fale-me sobre uma situação difícil que tem enfrentado? As empresas estão sempre à procura de pessoas capazes de realizar o trabalho com eficiência e que tragam bons resultados e a melhor maneira de mostrar isso é você contar o que já fez. Por isso, responda com calma e simplicidade.

6. Faça perguntas: No tempo pertinente faça perguntas sobre responsabilidades, o motivo da abertura da vaga, método de avaliação do seu desempenho, natureza da função, se há incentivo para treinamentos adicionais, quais serão seus clientes, quais os planos da empresa e os próximos passos,  tudo isso deve ser esclarecido durante a conversa com o entrevistador.

7. Postura: Tome cuidado com a linguagem corporal, mantenha a boa postura, olhe nos olhos, sempre sorrindo e  trate seu entrevistador pelo nome.

8. Agradeça: É educado e promissor agradecer e se colocar a disposição.

Na maioria das vezes o perfil da pessoa a ser contratada pesa mais do que a competência ou a capacidade intelectual, por que cada cargo exige um tipo de perfil. Então a melhor estratégia é ser claro, caprichar no português, ser espontâneo, agir com naturalidade, enfim, seja você mesmo e boa sorte!

Dany Bueno

Dicas para quem vai fazer uma entrevista de emprego

Confira alguns pontos fundamentais sobre o que fazer para se dar bem em uma entrevista de emprego

Em tempos de crise conseguir uma entrevista de emprego é uma grande oportunidade que deve ser bem aproveitada. O que colocar no currículo, o que falar e o que não falar são as dúvidas mais frequentes de quem irá fazer uma entrevista. Então separamos algumas dicas pra te ajudar a se sair bem.

Primeiro, ao ser convidado para fazer uma entrevista pesquise sobre a empresa, acesse o site e as redes sociais, veja o que a empresa faz e tente visualizar no que você pode ser útil para a vaga. Assim você já chega mais preparado.

Atente-se ao dia, horário e principalmente local da entrevista. Pesquise os melhores trajetos para chegar e saia de casa com antecedência para evitar imprevistos. Seja pontual! Nem adiantado demais e nem atrasado, e se for atrasar ligue para a empresa avisando.

Leve sempre um currículo para não ser pego de surpresa. Nele deve conter suas informações pessoais, como nome, endereço, telefone e e-mail, além das suas formações e experiências profissionais. Caso tenha portfólio, leve também.

Exercite a memória, pense nos seus pontos positivos e negativos, nos momentos de desafio e nos quais teve que agir sobre pressão. As empresas sempre fazem esse tipo de pergunta buscando saber como você age em situações difíceis. É nesse momento que você pode se destacar. Tenha essas histórias em mente, conte o desafio e como fez para sair dele.

Aliás, pesquise sobre possíveis perguntas que as empresas costumam fazer como “Por que quer trabalhar aqui?” “O que você pode acrescentar à nossa equipe?” é importante que você saiba o que responder nesses momentos, fazer uma pesquisa prévia da empresa, saber seus pontos positivos e apresentar suas competências é a saída.

Pergunte! O recrutador também QUER ser interrogado, elas são bem-vindas, então tire todas as suas dúvidas. Elabore perguntas antes da entrevista sobre a empresa e a vaga, mostre que está antenado e interessado.

No momento da entrevista tenha postura, não masque chicletes e apresente bom comportamento. Apesar da ansiedade procure ficar calmo, pois isso pode te prejudicar. Aja naturalmente e seja você. Não minta, é importante que você seja sincero com o recrutador, não aumente histórias e não invente habilidades, elas podem ser cobradas.

Então, ao ser chamado para uma entrevista, faça a lição de casa! Pesquise, mentalize e confie em você.

Por Tom Vitor de Freitas

São mais de 40 vagas para diversas áreas

Novas propostas de trabalho podem ser encontradas nos órgãos ofertantes de empregos. Presente em várias cidades brasileiras, as entidades responsáveis visam recrutar diferentes profissionais, sendo eles ou não com experiência de trabalho. As unidades também selecionam portadores de deficiência e indivíduos de diversos perfis de ensino. Como exemplo podemos citar dois bastante conhecido: Centro Público de Apoio ao Trabalhador, chamado de CPAT, e o Sistema Nacional de Empregos, conhecido como Sine. Ambos toda semana publicam dezenas e centenas de ofertas de trabalho em várias cidades do País, como por exemplo, a cidade de Campinas, em São Paulo.

De acordo com as unidades há diversas oportunidades nessas localidades, visando todos aqueles que querem voltar ou ingressar ao campo de serviço. Na lista abaixo você pode acompanhar mais detalhes sobre as ofertas.

Veja:

 Assistente de Vendas – Nível de Ensino – Superior Incompleto – Vagas 1/ Chefe de Serviço de Limpeza – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 1/ Atendente de Loja – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 5/ Limpador de Vidros Fundamental Incompleto – Vagas 1/ Churrasqueiro – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 1/ Passador de Roupas – Nível de Ensino – Fundamental Incompleto – Vagas 1/ Confeiteiro – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 1/ Repositor de Mercadorias – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 1/ Cortador de Roupas – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 1/ Encanador de Manutenção – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 1/ Costureira – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 10/ Mecânico de Ar, de Automóvel, de Diesel e Eletricidade Médio Completo – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 7/ Vendedor de Serviços – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 5/ Operador de Caixa Lotérico, de Telemarketing Ativo – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 21/ Polidor de Automóveis – Nível de Ensino – Fundamental Completo – Vagas 1/ Auxiliar Contábil Médio – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 1/ Vendedor Interno – Nível de Ensino – Médio Completo – Vagas 1 .

Se ficou interessado em uma das ofertas, é necessário cadastrar o currículo no banco de dados das entidades. Não sabe como prosseguir? Abaixo explicamos como cadastrar currículo no CPAT e no Sine de Campinas (SP). Os interessados devem comparecer em um dos endereços abaixo, levando currículo, atualizado juntamente com alguns documentos, sendo Carteira de Trabalho, CPF, RG e o Comprovante de Residência. Segue os endereços: – Endereço 1: Campo Grande, encontrado na Rua Manoel Machado Pereira, nº 902; – Endereço 2: Centro, localizado na Avenida Campos Sales, nº 427; – Endereço 3: Ouro Verde, situado na Rua Armando Frederico Renganeschi, nº 197. Para maiores informações acesse o site da unidade: www.cpat.campinas.sp.gov.br.

Por Flavinha Santos

Como ser produtivo no trabalho

Vários aspectos podem contribuir para um dinamismo melhor no trabalho e aumentar a produtividade

O futuro do profissional depende da dinâmica, comunicação e mais ainda da produtividade. É importante que o funcionário saiba usar o tempo a seu favor para lidar com múltiplas tarefas e prazos curtos, prezando ainda pela qualidade.

A distração é o principal inimigo da produtividade e não significa que trabalhar o dia todo sem parar irá resolver. Alguns métodos podem te ajudar a ter um dia mais tranquilo, organizado produtivo.

Primeiro comece montando um cronograma organize suas tarefas diárias, seja em um caderno, numa planilha do computador ou até mesmo em aplicativos para celular. Priorize as atividades com prazos mais curtos. Não esqueça de separar uns 10 ou 15 minutos para fazer pausas, afinal relaxar também é essencial.

Não adianta mentalizar é preciso agir! Siga seu cronograma e mantenha o foco.

Evite pesquisas desnecessárias durante o trabalho, a internet pode muitas vezes auxiliar, mas pode prejudicar muito a sua produtividade. Algumas empresas liberam o uso das redes sociais, mas é importante deixar para acessá-las apenas nas pausas. Além disso, não fique o tempo inteiro atualizando a sua caixa de e-mails, separe um tempo exclusivo apenas para lê-los e respondê-los.

Aliás, é importante que sejam feitas algumas pausas durante o dia, trabalhar durante muito tempo seguido gera muito estresse e desânimo. Tome um ar, converse com os colegas. Aproveite para comer um lanche e beber bastante liquido, afinal a alimentação é fundamental para que se mantenha ativo durante o dia.

Outra dica importante é se desprender do perfeccionismo. Faça um trabalho com qualidade e empenho, mas não dedique tempo demais a uma tarefa apenas para deixá-la perfeita. Isso pode trazer problemas relacionados a prazos e ainda tomar tempo de outras atividades.

No final de cada dia revise seu cronograma e veja se conseguiu cumprir todas as suas tarefas, se necessário ajuste alguns detalhes e já se organize para o dia seguinte. Não vá embora correndo e estressado, procure deixar seu local de trabalho organizado. Isso te deixará mais motivado no dia seguinte.

De tempos em tempos avalie seu desempenho e destaque os pontos em que precisa melhorar, busque aprimorar seus conhecimentos sempre que puder, faça alguns cursos, leia e estude bastante sobre a sua área e suas atividades.

 Por Tom Vitor de Freitas

Como se preparar para conseguir um emprego.

No Brasil, a taxa de desemprego vem aumentando com certa regularidade, desde o ano de 2015. Segundo as estimativas, em 2016, a taxa deve atingir 10%. O numero mais alto atingido nos últimos anos.

Somando o aumento do desemprego à atual crise que assola o país, muitas pessoas vêm sofrendo, passando dificuldades, com uma situação financeira prejudicada. Como então se colocar de maneira efetiva no mercado de trabalho, se tornando irrecusável, ou indispensável para as empresas?

O primeiro passo é definir uma meta. Um cargo ou empresa especifica em que queira trabalhar.

Tendo estabelecido um objetivo é hora de se tornar apto a alcança-lo. Primeiramente formule seu currículo, tente mantê-lo o mais limpo e objetivo possível. Destaque suas qualidades e experiências ( experiências, de preferencia, que venham a influir na decisão dos recrutadores para o cargo que deseja.).

Mesmo organizando seu currículo, ainda não conseguiu a vaga? Então se mexa hora de se qualificar. Cursos online, ou presenciais e workshops são ótimos agregadores de valor ao seu currículo. Invista neles! Não tem dinheiro para gastar? Existem milhares de cursos gratuitos com certificado online. No site da fundação Getúlio Vargas existem cursos grátis focados em diversas áreas, todos com certificado e na maioria deles não são gastas muitas horas.

Ótimo, seu currículo foi selecionado! Hora da entrevista.

Coisas simples podem mudar o rumo de todas as suas entrevistas.

Sempre chegue pelo menos meia hora antes do horário combinado, sua avaliação começa no momento em que entra na empresa. Trate os funcionários da empresa com respeito, nunca se sabe quem pode influenciar na sua contratação. Estude sobre a empresa, pesquise, conhecimento sobre a empresa pode ser necessário durante a entrevista. Use roupas formais e bem passadas, sua aparência é seu cartão de visitas, então tenha certeza de sempre estar apresentável.

Pratique as possíveis perguntas que podem ser feitas nas entrevistas para nunca ser pego de surpresa. Treine com uma pessoa ou até mesmo de frente para o espelho.

Sinta-se confiante, se seu currículo foi selecionado você tem as mesmas chances de qualquer outro candidato de ser contratado. Sua atitude em uma dinâmica pode contar pontos a seu favor.

Agora que já tem uma noção do que fazer, vá e conquiste seus objetivos!

Após as festas de final de ano é preciso voltar ao trabalho com disposição e energia e, para isso, é essencial fazer um bom planejamento.

Como voltar ao trabalho depois de curtir as festas do ano novo? No primeiro dia de trabalho, você preferia estar dormindo ou curtindo uma preguiça? Isso é muito comum, principalmente, depois de um fim de semana prolongado. Porém, é preciso deixar a preguiça de lado e voltar (ou tentar) com energia para retomar o trabalho ou a faculdade, por exemplo.

Para recomeçar as atividades novas do ano, que tal fazer um planejamento? Um passo simples é começar anotando as tarefas pendentes ou que foram deixadas de lado. Você pode fazer isso no computador ou na agenda. Foque nos itens faltantes. Além disso, escreva, também, os projetos que devem ser iniciados no ano e que foram adiados.

Depois de fazer as listas, selecione as atividades que são prioritárias, a fim de estabelecer uma ordem de acordo com os dias e os horários, e sempre respeitando o tempo disponível que você tem. Estabeleça um tempo adequado para fazer cada tarefa. Assim, você vai conseguir se concentrar nas tarefas que devem ser feitas e assumir apenas o que pode cumprir.

Será que há algum assunto novo que deve ser colocado nas suas prioridades? Leia os e-mails para saber e ficar por dentro das tarefas pendentes. Lembre-se de que os e-mails devem ser lidos antes de você focar nos assuntos prioritários que devem ser resolvidos.

Depois desta etapa inicial, é hora de começar a trabalhar e executar cada atividade. Concentre-se no que está fazendo para deixar a preguiça de lado. Nos intervalos, converse com os seus colegas de trabalho, seja amigável e tome um café. No início pode ser difícil, mas nas primeiras horas e com o dia organizado, você vai trabalhar melhor.

No fim do expediente, relaxe. Planeje o que você tem para o dia seguinte através da agenda. Quando chegar em casa descanse e aproveite a família, para recarregar as energias. 

Por Babi

Veja aqui como a ansiedade pode atrapalhar a sua carreira profissional e o que fazer para ameniza-la.

Sabia que a ansiedade pode estar travando o seu desenvolvimento pessoal e profissional? É preciso ter cautela para lidar com a ansiedade, sobretudo quando este sentimento mistura aos anseios na carreira. Por exemplo, um profissional extremamente ansioso pode perder o controle emocional e desenvolver vários tipos de doenças como, por exemplo, gastrite ou taquicardia.

Nas empresas, existem determinados tipos de comportamentos que revelam o nível de ansiedade de muitos empregados. Geralmente, os mais ansiosos podem querer mostrar serviço o tempo todo e acabar sendo inconveniente. Por isso, é fundamental saber ser proativo e também respeitar o espaço do outro colaborador. Ou seja, evite querer ajudar as pessoas o tempo todo ou pegar muito trabalho para mostrar a sua capacidade. Neste sentido, comprometa-se somente com o que você pode cumprir.

As pessoas muito ansiosas são extremamente pessimistas e, normalmente, costumam ver apenas o lado negativo das situações e consideram que tudo vai dar errado e os objetivos não serão alcançados. Por isso, os profissionais podem tomar decisões precipitadas, sem avaliar os prós ou contras das situações e por agir por impulso, podem perder boas oportunidades.

Este sentimento também pode provocar muita desmotivação e assim o profissional pode querer atirar para todos os lados e perder o foco. Assim, a pessoa acaba sofrendo por esperar uma promoção nova ou até uma mudança na carreira.

A ansiedade também pode gerar instabilidade, porque a pessoa pode ficar em dúvida sobre o que ela quer para a vida. Devido à isso, acaba mudando de emprego rápido e buscando outras oportunidades com medo de se frustar. Desta forma, a pessoa não enxerga que o problema esta nela e que precisa ser consertado, e no futuro isso pode gerar um ciclo vicioso.

Portanto, este sentimento pode ser controlado e a pessoa precisa aprender a superá-lo. O controle pode ser feito através do lazer, atividades físicas ou meditação. Você se considera muito ansioso?

Por Babi

Problema pode prejudicar a vida profissional. Confira aqui algumas dicas para diminuir a sua ansiedade.

A ansiedade é um sentimento comum, mas ela pode ser extremamente prejudicial na vida profissional, porque pode comprometer a vida profissional e pessoal. Nem toda a ansiedade é ruim, por isso, é fundamental saber usá-la a seu favor. Por exemplo, pessoas que sofrem de forma excessiva de ansiedade tendem a ter sudoreses elevadas, tremores, dores musculares, tonturas, entre outras. Os sintomas interferem no rendimento, no sono, raciocínio, concentração e também nas funções que exigem um esforço cognitivo. Que tal conferir  algumas dicas de como evitar a ansiedade?

O primeiro passo é a pessoa identificar que realmente está sofrendo com a ansiedade. Você está sofrendo com os sintomas desencadeados por ela? Fica preocupado de forma excessiva ou antecipando possíveis situações? Você não consegue ter controle dos seus pensamentos? Não consegue se concentrar nas suas atividades do trabalho?

O profissional deve procurar auxílio como, por exemplo, o próprio médico do trabalho da empresa, Ou seja, é preciso buscar um diagnóstico para que o problema possa ser solucionado. Existem diferentes tipos de ansiedade como a generalizada, social, fóbica, transtorno de pânico, entre outras. O auxílio profissional é fundamental no tratamento e diagnóstico da ansiedade.

Uma das principais técnicas usadas para o controle ou a resolução dos problemas causados pela ansiedade é a psicoterapia cognitiva. Além disso, você sabia que as atividades físicas ajudam a diminuir os sintomas causados pela ansiedade?

Além de ajudar a manter a forma, as atividades físicas auxiliam no controle do estresse e dos sintomas provocados pela ansiedade. Que tal separar um tempo na sua agenda para fazer uma corrida, caminhada ou outra atividade física?

Invista nos exercícios físicos, pelo menos três vezes por semana. Ao longo do tempo, a pessoa vai poder sentir a diferença e o bem estar. Assim, o profissional que sofre de ansiedade deve procurar formas para lidar e controlar este sentimento, para que ele não interfira de forma negativa no seu rendimento.

Por Babi

É essencial que o candidato a uma vaga de emprego saiba estruturar e montar um currículo de maneira correta.

O currículo é um dos principais documentos, pois ele é a porta de entrada para muitas empresas do mercado. É fundamental que o candidato saiba estruturá-lo e montá-lo, visando chamar a atenção do recrutador e se destacar no meio de tantos outros.

Que tal conferir algumas dicas para montar um currículo estratégico?

A parte de dados pessoais deve estar completa com informações como nome, e-mail, entre outras. Mas, existem dois tipos de informações que não devem constar: número de documento e pretensão salarial. A informação da posição que deseja ocupar na empresa deve escrita de forma objetiva e clara, ou seja, com o nome do cargo pretendido.

Como você monta a parte de qualificação profissional? Essa fase pode ser montada em tópicos, por exemplo. O profissional pode abordar os conhecimentos adquiridos e as principais realizações ao longo da carreira. Todavia, é importante que o assunto abordado procure ser relacionado com o posicionamento desejado. O foco deve ser sempre visando em resultado, ou seja, é preciso que a pessoa demonstre que quer contribuir para o sucesso da Organização.

Além disso, no currículo devem constar as realizações profissionais do candidato. Procure colocar, pelo menos, duas e foque no que foi desenvolvido, a forma e o resultado gerado para a empresa em vários aspectos.

Você sabe falar algum idioma? Então escreva sobre o seu nível de conhecimento. Lembre-se que o recrutador pode ter perguntar sobre o assunto. Coloque apenas informações que sejam verdadeiras.

Já pensou em fazer um tópico de informações complementares no currículo? Nesta parte, acrescente dados que são relevantes e não foram encaixados em outros locais. Por exemplo, um curso de extensão que tenha sido feito, um congresso ou um projeto que você participou. Mas, acrescente apenas pontos relevantes e focados na área profissional. Cuidado para não colocar informações desnecessárias.

Gostou das dicas? Não deixe de compartilhar com os seus amigos!

Por Babi

Depois de ter uma boa ideia para a empresa, o funcionário deve saber fazer o marketing dela e conquistar aliados.

Nem sempre ter uma boa ideia no trabalho pode ser o suficiente, pois o profissional precisa saber fazer o "marketing" de sua ideia e isso significa conquistar aliados. Esta conquista pode ser feita de várias formas e você vai aprender agora, algumas maneiras de fazer com que as pessoas tenham um interesse maior quando você expor sua ideia no trabalho.

O primeiro passo, é óbvio, é estar preparado. O bom profissional ao ter uma ideia ele não sai contando ela para todos, até porque alguém pode ficar sabendo qual é a sua ideia, trabalhá-la um pouco melhor e apresentá-la novamente com uma nova "roupagem" e, claro, vai ser muito mais interessante do que a sua ideia original.

Então, sempre que tiver uma ideia, uma sugestão, contenha-se! Analise todas as possibilidades, procure "lapidar" sua ideia e após de ter tudo bem definido, aí sim, apresente-a!

Outra dica importante para conseguir que as pessoas tenham mais interesse por sua ideia é saber o momento certo para falar sobre ela. Mesmo que você tenha passado o final de semana inteiro, trancado dentro de casa preparando a apresentação para sua ideia, não significa que a primeira coisa que você tem que fazer na segunda-feira é falar sobre sua ideia. Segunda-feira de manhã é um péssimo horário para isso, então procure analisar bem o momento ideal para expor sua ideia.

Procure verificar, também, para quem a ideia deverá ser apresentada em um primeiro momento, pois há empresas que o funcionário tem um contato direto com a diretoria, mas em outras, primeiro é preciso passar a ideia para seu superior e ele levar esta ideia à diretoria, que se gostar, irá lhe chamar pessoalmente para então mostrar todos os detalhes. É muito importante obedecer a hierarquia dentro de uma empresa, do contrário, você pode desperdiçar uma ótima ideia.

E nunca pense que sua ideia é perfeita e exclusiva! Procure olhar para sua ideia de um ângulo diferente e se for possível, apresente sua ideia para sua família ou amigos mais próximos, ou até mesmo um profissional da área que seja de sua confiança e ouça atentamente as críticas e sugestões, assim você poderá obter novos conteúdos para sua ideia, aprimorar seus projetos e até corrigir falhas que não tinha percebido antes.

Por Russel

A principal saída para um questionamento como esse em uma entrevista de emprego é ter sinceridade, e falar honestamente sobre o defeito e mostrar capacidade de superá-lo e dar a volta por cima.

Numa entrevista de emprego, o que os entrevistadores mais encontram são respostas clichês a respeito de perguntas direcionadas ao universo pessoal de cada candidato.

Partindo desse pressuposto, qual seria a melhor resposta, por exemplo, a uma pergunta que incite que o candidato fale a respeito de seus próprios defeitos? Essa, com certeza, faria qualquer pessoa gelar de ansiedade e nervosismo, mas tudo nada mais é do que parte de um processo que instiga não somente ao entrevistador a conhecer mais sobre o candidato que ele está entrevistando, mas também ao candidato, para ele mesmo se conhecer e se superar de uma maneira evolutiva. Seria uma boa forma de acrescentar mais um desafio a carreira para quem curte aquela adrenalina de ter que lidar com algo novo à sua frente.

De acordo com entrevistas cedidas por profissionais da área de Recursos Humanos, a maior chave para o sucesso de se sair bem numa hora dessas é a sinceridade, pois profissionais éticos e de bom caráter são capazes de reconhecer seus defeitos e dar a volta por cima sem precisar ter medo de isso implicar em alguma coisa.

Ao revelar seus defeitos honestamente, o candidato ainda será visto com um potencial maior se ele mesmo se prontificar a reparar e avaliar a relevância desse defeito em sua vida, apresentando medidas de redirecionamento de comportamentos para se desenvolver mais e promover melhorias a partir desse ponto.

É uma boa oportunidade para o profissional mostrar seus esforços e sua capacidade de resiliência para com uma nova etapa em sua vida profissional. Virar a página mesmo.

É necessário não mentir, nem muito menos contornar uma resposta com outra, como, por exemplo, dizer que seu maior defeito seria algo positivo para aquela ocasião, pois o entrevistador sabe do que ele precisa para aquela determinada vaga ou cargo. Nunca tente trapacear, pois querendo ou não já estará demonstrando um outro defeito gravíssimo.

Por Daniela Almeida da Silva

Ser empreendedor e dono do seu próprio negócio é o desejo de muitos brasileiros, mas é preciso ter cautela para não se deixar levar por alguns erros e acabar se dando mal.

O número de empreendedores no Brasil vem crescendo muito nos últimos anos, porém, os empreendedores iniciantes não estão, em sua grande maioria, preparados para assumir novos desafios e por isso acabam não tendo sucesso em sua nova empreitada.

Estes erros são comuns entre boa parte dos empreendedores, por isso você vai conhecê-los agora e assim saber como evitá-los.

O erro mais comum é sonhar alto demais. Todos precisam sonhar e é o sonho de ter um negócio próspero que nos dará a motivação necessária para trabalharmos e persistirmos em nosso novo empreendimento, mas é preciso ter os pés no chão quando fazemos planos. Se você está abrindo uma mercearia, não adianta pensar que em um mês terá um supermercado porque isso não vai acontecer.

Você pode até sonhar em ter um supermercado, mas é preciso "sonhar por etapas" e fazer o seu empreendimento crescer conforme as possibilidades. Lembre-se que muitos problemas surgirão e precisão ser superados um a um.

Outro erro dos empreendedores iniciantes é querer montar um negócio para ficar rico, focando apenas no dinheiro. Se a pessoa não for realmente apaixonada pelo que faz, o empreendimento terá tudo para dar errado. Nem sempre conseguimos trabalhar no que gostamos, mas você precisa gostar do que faz para fazer planos, sonhar, ser criativo, inovar no seu negócio, então, lembre-se de que o dinheiro é a consequência da sua paixão pelo seu novo negócio.

Os empreendedores iniciantes também cometem um grave erro ao esquecerem que existe um mundo à sua volta e que a ideia que eles tiveram é a mesma ideia que muitas outras pessoas já tiveram há mais tempo, por isso, vai ter que enfrentar uma forte concorrência.

Todos os setores do mercado hoje estão saturados e, independente da área de atuação, terá que estar preparado para enfrentar a concorrência.

E ainda é importante que o empreendedor iniciante fique atento à parte burocrática do seu novo empreendimento, que se lembre dos muitos impostos que deverão ser pagos e que, ainda, preocupe-se com sua vida pessoal, pois se entregar ao novo negócio 24 horas por dia, não tendo hora para descansar, conviver com familiares e amigos, além de investir no lazer é um erro gravíssimo, porque em pouco tempo você já não estará com a mesma disposição e verá toda a motivação indo embora por causa do cansaço, então, cuide-se!

Por Russel

Saber lidar com as tarefas na empresa e ter atitudes assertivas podem fazer a diferença para a sua carreira.

No seu ambiente de trabalho, existem pessoas que inspiram? Elas são vistas como exemplo na Organização? Há profissionais que conseguem se destacar e passam credibilidade para toda a empresa. São pessoas que são reconhecidas com facilidade no ambiente de trabalho, seja por ter uma boa capacidade de liderança, cumprir de forma eficiente as suas tarefas ou se comunicar com facilidade. Que tal conhecer algumas dicas para aumentar a sua credibilidade no ambiente profissional? Isso pode fazer a diferença para a sua carreira.

– Seja verdadeiro com os seus objetivos:

O que você deseja para si? Seja honesto com as suas atitudes e com você mesmo. Lembre-se de que o fingimento afasta as pessoas de você e as suas palavras não serão valorizadas, muito menos as suas habilidades. Portanto, saiba o que você quer e seja verdadeiro consigo mesmo.

– Qual o valor do que você oferece para a empresa?

Você vê o valor que tem a atividade que desempenha? Qual a sua importância para a Organização? Quando você sabe o valor das suas atividades, raramente sentimentos como insegurança surgem. Por isso, conheça as suas melhores qualidades, habilidades e confie no seu potencial para fazer o melhor. Saiba o seu valor para conseguir conquistar a confiança das pessoas no seu ambiente de trabalho.

– Como você aponta as soluções?

Os profissionais devem procurar realizar soluções para as empresas e fazer propostas inovadoras. Mas, tudo deve ser feito de forma argumentada com análise de dados, por exemplo. Para isso, use a internet a seu favor e quando for sugerir alguma proposta nova para a sua empresa, procure fazer uma sugestão que seja baseada em pesquisas.

– Cuidado com a comunicação:

Saiba se expressar e passar as informações que realmente deseja. Não queira tentar se vender para elas, mas, sim, conversar. Desta forma, evite fazer discursos que podem passar a impressão de que você está se vendendo. Saiba usar as palavras e os argumentos corretos. 

Por Babi