A CSM Brasil é uma empresa especializada na gestão de eventos, sendo considerada como uma das melhores que atua nesse ramo de atuação. Atualmente a empresa está oferecendo vagas para a Copa do Mundo, pois esse é com certeza um dos maiores eventos que vai acontecer no nosso país nesse ano de 2014.

Estão abertas cerca de 12 mil vagas para atuar no setor alimentício e de bebidas nos estádios durante a Copa do Mundo. A contratação vai ser feita por tempo determinado, ou seja, são vagas temporárias para atuar nos meses de junho e julho desse ano.

As ofertas de trabalho são para atuar nas cidades de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Natal (RN), Cuiabá (MT), Manaus (AM), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF). As vagas fazem parte de uma campanha bem famosa que se chama “Quero Vestir a Camisa”.

É possível afirmar que existem praticamente 1.000 vagas para cada Estado Sede da Copa de 2014, tendo vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade.

Para se candidatar é preciso ter idade superior a 18 anos, possuir o ensino médio completo e para algumas vagas é preciso ter também conhecimentos em outro idioma, como inglês ou espanhol.

As pessoas que estão à procura de um primeiro emprego poderão se inscrever, pois a CSM Brasil oferece treinamento completo, não exigindo experiência anterior.

Porém, os candidatos precisam ter uma boa comunicação, postura e responsabilidade com os compromissos, sendo esse o perfil procurado pela empresa.

Se você tem exatamente o perfil que a CSM Brasil procura, se inscreva o quanto antes enviando o seu currículo para o e-mail info@querovestiracamisa.com. Os currículos estarão sendo aceitos até o dia 15 de março de 2014.

Por Josiane Fernandes de Jesus

Se você deseja trabalhar como voluntario na Copa do Mundo de 2014 e Copa das Confederações saiba que o Ministério do Esporte já está recebendo inscrições. O Ministério do Esporte lançou no dia 22 de janeiro o programa para quem deseja atuar como voluntario nas copas, o programa é motivado pelo Governo Federal e na primeira fase ira selecionar sete mil candidatos já atuarem na Copa das Confederações.

Esse evento acontecerá em junho desse ano e logo após o mesmo, o projeto abrira mais 50 mil vagas para os voluntários da Copa do Mundo de 2014, as pessoas selecionadas vão trabalhar nas área de maior fluxo como aeroportos, shopping, pontos turísticos, fan fest, auxiliando e dando total suporte aos turistas, atletas e visitantes das cidades.

O programa que tem o titulo Brasil Voluntario está com as inscrições abertas para a Copa das Confederações e as inscrições podem ser realizadas através do Portal da Copa, WWW.copa2014.gov.br, ou através do site Brasil Voluntario, WWW.brasilvoluntario.com.br.

Para poder fazer parte dos programas os candidatos devem ter mais de 18 anos, ter disponibilidade para viajar e morar no Brasil, não é necessário falar um segundo idioma, mas esse não deixa de ser um forte diferencial. 

Por Juliana Almeida

A promessa de bons negócios durante a Copa do Mundo de 2014 tem transitado pela cabeça de micro e pequenos empresários. As possibilidades de ganhos variam de setor para setor, mas o de Tecnologia da Informação (TI) poderá ser um dos mais beneficiados antes, durante e após o evento.

O “Mapa de Oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas nas Cidades-Sede” lançado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) como pedido do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) aponta que nessa área são 105 as oportunidades, desde criação de aplicativos e assistência técnica a manutenção, projetos e suporte.

No desenvolvimento de softwares destacam-se, por exemplo, soluções para bares, hotéis, restaurantes e outros nas áreas de saúde e turismo. Em relação à manutenção, suporte e assistência técnica, os micro e pequenos empresários poderão investir na qualificação de seus trabalhadores e atender a uma série de exigências mínimas e burocráticas para o negócio dar certo, tais como alvará de funcionamento, Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, ou CNPJ, e estar em dia com os tributos.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Sebrae-MG

Preocupado com a Copa do Mundo de 2014, pelo menos no que se refere a temas distantes dos planos infra-estruturais, o governo brasileiro promove aos profissionais que terão contato direto com turista o “Bem Receber Copa”, projeto de qualificação. A estimativa é de que mais de 306 mil pessoas venham a aderir ao programa.

O Ministério do Turismo (MTur), grande responsável pela boa execução de planos para os turistas, tem ainda outras três fatias a adotar durante os próximos anos: requalificar o parque hoteleiro, investir na infra-estrutura turística e alçar promoções e imagens relacionadas ao evento.

Diversas entidades deverão fazer parte da empreitada junto ao Conselho Nacional de Turismo (CNT), tanto que desde o início do ano algumas já passaram a investir em qualificação a quase 25 mil profissionais das áreas de alimentação, entretenimento, hospedagem, locadoras de automóveis e transporte aéreo regional.

Ao que tudo indica, os empresários do país terão responsabilidade em incentivar os envolvidos no setor para se qualificarem.

Por Luiz Felipe T. Erdei