Flávio Castelo Branco, economista chefe da Confederação Nacional da Indústria, ponderou que o segmento industrial já apresenta indícios de recuperação com base nas informações de setembro. Isto denota ser a primeira vez que os indicadores de emprego, faturamento real e horas trabalhadas ilustram uma variação positiva desde o mesmo mês do ano passado.

Branco confia que neste e no próximo mês já será possível que alguns segmentos e indicadores mostrem crescimento em relação ao mesmo período de 2008. Para ele, será presumível que a superação da crise seja, de fato, constatada, principalmente nos seis primeiros meses de 2010.

O economista avalia que mesmo com o processo de recuperação em andamento, principalmente pelo fato de haver uma guinada com base na demanda doméstica, a indústria sempre diminui seu ritmo nos últimos meses de cada ano e nos primeiros meses do próximo.

Por Luiz Felipe T. Erdei