Você achava que para procurar emprego bastava apenas ter um currículo pronto, quando, de repente, descobre que aquela vaga que tanto almeja pede que, além do currículo, você envie uma carta de apresentação junto. O que fazer nesse momento? 

Primeiramente, não se preocupe, pois fazer uma carta de apresentação é mais fácil do que se imagina. Mas, antes é preciso que você aprenda algumas regras básicas para não ocorrer nenhum erro no caminho:

1- Na verdade, a carta de apresentação é apropriada nos casos em que os currículos precisem ser enviados pelo correio, ou quando houver necessidade de informar pretensão salarial da parte do contratado. Serve também para indicar algum profissional, por exemplo. 

2- Quando for enviar a carta, é necessário que você escreva sempre o cargo e o nome da pessoa (ou do departamento) para a qual você vai encaminhar a carta.

3- Não esqueça de assinar seu nome no final da carta, pois, ao contrário do currículo, a carta deve ter uma assinatura, obrigatoriamente.

4- Tome cuidado com o vocabulário e a ortografia que você vai usar no texto. Dê uma atenção redobrada à isso para evitar erros, pois, nesse caso, a primeira impressão é a que ficará.

5- Coloque corretamente o nome da empresa para a qual está enviando a carta. Dessa forma, você mostrará que sabe com quem está falando.

6- Escreva a carta colocando todas as suas características como profissional, para que a sua posição pretendida seja considerada.

7- Evite mencionar aspectos negativos e assuntos que não são relevantes para o seu cargo.

8- Releia a carta várias vezes antes de você enviar, para se certificar de que não há nenhum erro gramatical e que as informações estejam colocadas em uma ordem correta.

9- Saiba que a carta não poderá ultrapassar de uma folha. Utilize papel A4 para redigí-la ou um papel-carta que seja de boa qualidade.

10- A cor ideal do papel deve ser branco ou uma outra cor que seja mais suave e neutra. Evite papéis muito chamativos para não destruir a formalidade da carta.

Por Daniela Almeida da Silva