Ninguém tem vida eterna dentro de uma empresa. Especialmente as pessoas que ocupam cargos de direção, uma hora ou outra, podem deixar suas posições ou porque são promovidas, ou recebem propostas mais interessantes de outras organizaçãos ou mesmo porque se aposentam. Identificar talentos que possam substituí-lo dentro de sua equipe é sempre uma boa pedida.

Em todos os grupos de trabalho existem pessoas que se destacam. São aquelas mais pró-ativas, compremetidas, que estão sempre fazendo a diferença. Determinar quem são esses indivíduos é um exercício constante de observação.

Prepará-los para assumir sua posição mais para frente significa repassar conhecimentos, informações e principalmente, experiência para o enfrentamento de problemas.

Faça a seleção dos “prodígios” de sua equipe e invista neles. O legado deixado por você através dessa pessoa será com certeza lembrado por muito tempo.

Um dia chega aquele momento em que seu superior lhe oferece um cargo de confiança na empresa. O cargo vem acompanhado de aumento de salário, mas também de comprometimento e responsabilidade. Antes de aceitar, pense bem se é isso mesmo que você quer.

Cargos de confiança são posições de responsabilidade dentro da empresa. Geralmente trazem consigo atividades como supervisão de colaboradores, tomada de decisões estratégicas e pesadas cobranças quanto à obtenção de resultados.

O colaborador não assina o ponto e também não tem direito a horas extras, pois supõe-se que o aumento de salário já supra o tempo adicional que porventura se passe trabalhando. È algo que exige um conjunto de qualidades como disciplina, domínio próprio, paciência, dinamismo, espírito de equipe, entre muitas outras.

Reflita sempre antes de aceitar um cargo de confiança, pois depois de aceito, é geralmete traumático querer voltar atrás.