O termo empregabilidade foi criado no fim dos anos 90 e remete à capacidade de um profissional estar empregado, mas muito mais do que isso, a capacidade do profissional  de ter a sua carreira protegida dos riscos inerentes ao mercado de trabalho, criando novas oportunidades, transformando a qualificação em atitudes como iniciativa, criatividade e bom relacionamento. E para isso é necessário autoestima, a confiança em nosso modo de pensar, enfrentar os problemas e principalmente o direito de ser feliz.

Para melhorar a autoestima vai algumas dicas, listadas a baixo :

  • Preocupe-se positivamente, não deixe que a ansiedade seja sua amiga;
  • Confiança é uma atitude que se expande com  a experiência  e reduz a ansiedade;
  • Sua vida é digna de um motivo nobre;
  • Junte-se a uma equipe, vença a timidez, vá à luta e comemore as vitórias e aprenda com os seus erros. Só quem não faz nada não comete erros;
  • Pratique a tolerância, você gostará muito de si mesmo;
  • Coragem é agir com medo e não sem ele. Se o desafio for grande pra você, é natural que fique nervoso;
  • Deixe de se irritar por pouca coisa, convertendo a atitude de ódio, tão corrosiva, pela de amor, que é expansiva;
  • Para termos confiança nas pessoas, primeiro temos que confiar em nós mesmos.

Acredito que com essas dicas você conseguirá ter sua autoestima em alta e pra você que está aí um pouco caído, levanta a cabeça  olha pra frente e comece agora mesmo a praticar. Perceba que um vencedor, aquele que está em destaque,  possui sempre um sorriso no rosto ( autoestima – sentir a vida, estando de bem com ela. )

Por Edilson R. dos Santos