Foi dada a largada para o ano de 2015, com novos planos e expectativas de vida para muitas pessoas, inclusive aumento salarial.

Porém se esse ato não vem espontaneamente, é necessário muita criatividade para conseguir esse objetivo que pode ser um dos mais complicados para esse novo ano. Para solicitar aumento, não é suficiente querer, se considerar lindo e talentoso e achar que merece, se o seu chefe não concorda ou pior, se ele é extremamente econômico, lembre-se em uma disputa o chefe sempre vence e o funcionário deve convencer afinal a resposta será sempre não.

É necessário uma análise no seu setor antes de sua admissão comparando com a sua atuação final, observe as suas criações, modificações e melhoras, além do seu aprendizado, afinal se não houve aprendizado e alterações no seu conhecimento não há motivo para aumento salarial. Feito isso, é necessário um planejamento futuro para continuar o serviço ou quem sabe melhorar mais ainda, afinal a criatividade é uma locomotiva que não deve parar e só precisa de combustível para seguir em frente.

Algo importante nesse processo é a verdade para si mesmo e para os outros, afinal como você espera receber um aumento se sempre está acessando redes sociais, aplicativos e recebendo ligações de assuntos particulares? Esse fato pode lhe ser revelado no momento do pedido, por seu chefe.

Existem alguns motivos rotineiros que justificam o aumento salarial como exemplo:

·         Empresa em crescimento e por isso há a necessidade de aumentar a carga de trabalho dos funcionários antes de aderir às novas contratações.

·         Investimento em conhecimento como cursos de graduação, pós-graduação, cursos livres ou atualização sempre pensando na colaboração para o crescimento da empresa.

·         Valorização do funcionário antigo que adquiriu vasta experiência e começa a receber ofertas superiores de outras empresas no mercado.

Além de outros motivos praticados por empresas para oferecer uma maior satisfação aos seus empregados.

E finalmente nunca peça aumento em tempos de crise, início e fim do mês, o restante depende da consciência e criatividade do empregado que precisa do aumento, afinal trabalhar com prazer é ótimo e com um salário maior é bem melhor.