Dificuldade para Conquistar o Primeiro Emprego ou Estágio



  

Concorrência cada vez maior e exigência de experiência complicam a vida de quem busca o primeiro emprego ou estágio.

Jovens quando terminam o 3° ano do Ensino Médio já pensam "qual faculdade fazer?', "o que vai render dinheiro?"e "como vou pagar a faculdade?", não é mesmo?

Hoje em dia o mercado de trabalho está cada vez mais difícil e rigoroso, a maioria precisa trabalhar ou estagiar para pagar sua faculdade. O problema é que conseguir o primeiro emprego ou um estágio na área não está nada fácil para os calouros. Muitos entregam currículo, são chamados e logo no início da entrevista se decepcionam com as perguntas do tipo, tem experiência?

É de decepcionar qualquer um. Como eles pedem experiência, se eles mesmo não dão oportunidade para o aprendizado dos alunos?

Veja também:  Balcão de Empregos de Campos dos Goytacazes (RJ) anuncia Novas Vagas

Ninguém nasce sabendo, o que falta no mercado é oportunidade, pois capacidade e força de vontade tem de sobra. O aprendizado vem com o tempo e a cada oportunidade dada, é um novo conhecimento para todos.

O que parece é que quanto mais tem jovens crescendo no nível de escolaridade, o mercado de trabalho não conseguem acompanhá-los. Com isso, não tem um certo tipo de paciência para ensiná-los.





Um exemplo é os estágios que oferecem uma bolsa-auxílio com um salário baixíssimo, o que aparenta ser é que as empresas acham que o aluno tem que aprender na prática, portanto, tem que trabalhar ganhando pouco mesmo, já que não é formado. Por isso, muitos desanimam logo de início, por acharem que não vão conseguir quando vêem o nível de experiência que é exigido para pessoas que estão querendo apenas uma oportunidade para aprender e que perdem por não terem a tal da experiência desejada por muitas empresas.

Veja também:  Netshoes abre Novas Vagas de Emprego Temporário

Não é que não existam vagas, existe sim, porém, o nível que estão pedindo é alto para os novatos, muitas empresas ainda escrevem “não é necessário experiência” e logo embaixo “necessário falar pelo menos duas línguas fluentes”.

Ou seja, o aluno se perde e acaba sem saber como fazer no meio de tanta dificuldade imposta ao caminho.

O importante é não desistir. De fato, está difícil conquistar um estágio ou emprego. Enquanto não consegue uma vaga, o aluno não pode perder o foco, deve é insistir que uma hora virá a recompensa.

Luyze dos Santos de Souza



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *